Cerca de 7.000 pessoas aderiram à abertura noturna solidária do Parque e Palácio da Pena

- Evento contou com voluntários da Parques de Sintra e de empresas parceiras
- 5 toneladas de bens alimentares recolhidas e 2.300 Euros para a Santa Casa da Misericórdia de Sintra
- Visitas guiadas ao Parque resultaram em cerca de 500 Euros para a União das Freguesias de Sintra

Sintra, 9 de julho de 2015 – Na noite de 4 de julho, cerca de 7.000 pessoas juntaram-se ao evento solidário “À noite em Sintra”, organizado pela Parques de Sintra. O evento consistiu na abertura do Parque e Palácio da Pena, entre as 20h00 e as 00h00 e, em troca, era pedido aos visitantes que entregassem um bem alimentar à Santa Casa da Misericórdia de Sintra (SCMS), ou adquirissem, no local, um voucher no valor de 3 Euros.
 
Esta recolha resultou em 5 toneladas de bens alimentares, nas quais se incluem, a título de exemplo, 1.642 pacotes de arroz, 1.334 pacotes de esparguete ou 1.236 latas de atum, entre outros.
A venda de vouchers (alternativa à entrega de bens alimentares) totalizou 2.300 Euros, incluindo doações espontâneas de valor superior aos 3 Euros pré-definidos.
 
Os bens alimentares serão distribuídos a famílias desfavorecidas acompanhadas pela SCMS e a verba referente aos vouchers será canalizada para a aquisição de bens alimentares e para o financiamento das atividades sociais do Departamento de Ação Social como, por exemplo, a compra de medicamentos para os utentes.
 
A iniciativa incluiu também a possibilidade de os visitantes participarem em visitas guiadas ao Parque, na qual foram angariados cerca de 500 Euros (5 Euros por pessoa), que serão para a União de Freguesias de Sintra.
 
Mas nesta noite nem só os visitantes foram solidários: a iniciativa contou com mais de 70 voluntários da Parques de Sintra (incluindo guias que habitualmente trabalham com a empresa), 24 voluntários da Santa Casa da Misericórdia de Sintra e 4 voluntários da União das Freguesias de Sintra.
Também a Securitas disponibilizou 5 colaboradores (que reforçaram a segurança habitual do Parque e Palácio da Pena), a GNR alocou 9 militares ao evento, e a Scotturb disponibilizou gratuitamente 6 autocarros com os respetivos motoristas, que fizeram inúmeras vezes o percurso da estação ferroviária de Sintra até ao Parque da Pena e vice-versa durante a noite.
 
Infelizmente, dezenas de pessoas que queriam participar não o conseguiram fazer, pelo que a empresa prepara agora outro projeto semelhante, integrando soluções para conseguir acolher melhor todos os visitantes que pretenderem participar.
 
- fim -
 
Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua
A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.
Em 2014, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 1.928.000 visitas, cerca de 86% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013 e 2014, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.
São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
 

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever