Ciclo "Noites de Queluz" prossegue com dois concertos de Giuliano Carmignola

- Giuliano Carmignola é um dos mais notáveis violinistas da atualidade
- O músico italiano apresenta-se nos dias 20 e 22 de outubro na Sala do Trono
- Pianista Gabriela Canavilhas regressa aos palcos com um concerto-palestra, no dia 21
 
Sintra, 17 de outubro de 2016 – Giuliano Carmignola , um dos grandes violinistas da atualidade e notável intérprete do repertório do Barroco e do Classicismo, é o grande protagonista do quarto fim de semana do ciclo “ Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie”, que se inicia já na próxima quinta-feira, no Palácio Nacional de Queluz .
 
No dia 20 de outubro , às 21h30, na Sala do Trono, Giuliano Carmignola , apresenta “Um virtuose italiano na Inglaterra georgiana” , acompanhado pela orquestra Accademia dell’Annunciata, dirigida a partir do cravo por Riccardo Doni. O programa integra obras de Johann Christian Bach, Carl Philipp Emanuel Bach, Felice Giardini e Carl Friedrich Abel.
 
Já no sábado , 22 de outubro , às 21h30, o violinista italiano regressa a solo à Sala do Trono para “Um serão com Beethoven” , interpretando o famoso Concerto para violino do compositor alemão. A orquestra a acompanhá-lo será a junção da Accademia dell’Annunciata e do Divino Sospiro, sob a direção musical de Massimo Mazzeo. O programa completa-se com a Quarta Sinfonia de Beethoven.
 
No dia anterior, 21 de outubro , às 21h30, na Sala do Trono, a pianista Gabriela Canavilhas e a orquestra Concerto Moderno, com direção de César Viana, apresentam o concerto-palestra extraordinário “Um compositor português no tempo de Napoleão”, dedicado a João Domingos Bomtempo, o mais importante músico português do seu tempo.
 
Organizado em parceria com o Divino Sospiro - Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal, o ciclo “Noites de Queluz” tem a direção artística de Massimo Mazzeo e propõe uma viagem pela música erudita que se ouviu na Europa entre o Barroco e o Romantismo.
 
 “As Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” prosseguem até 29 de outubro, no Palácio Nacional de Queluz, e contam com a participação de muitos dos mais conceituados intérpretes europeus especializados na música Setecentista. O ciclo integra a Temporada de Música Erudita da Parques de Sintra, que inclui também os “Serões Musicais no Palácio da Pena” e o ciclo “Reencontros – Memórias musicais de um Palácio”, no Palácio Nacional de Sintra

Informações úteis
Bilhetes à venda nas bilheteiras da Parques de Sintra, online , e na FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt, Turismo do Aeroporto, ABEP (Agência de bilhetes para espetáculos) e Turismo de Sintra.
 
O projeto “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” conta com o apoio da Direção Geral das Artes e da Antena 2 como media partner.

“Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” – Palácio Nacional de Queluz
 
Um virtuose italiano na Inglaterra georgiana
Sábado, 20 de outubro, 21h30, Sala do Trono
Giuliano Carmignola (violino), Accademia dell’Annunciata (orquestra), Riccardo Doni (cravo e direção musical)
Bilhetes à venda nos locais habituais ou online
 
Um compositor português no tempo de Napoleão
Sexta-feira, 21 de outubro, 21h30, Sala do Trono
Gabriela Canavilhas (piano), Concerto Moderno (ensemble de cordas), César Viana (direção)
Bilhetes à venda nos locais habituais ou online
 
Um serão com Beethoven
Sábado, 22 de outubro, 21h30, Sala do Trono
Giuliano Carmignola (violino), Accademia dell’Annunciata + Divino Sospiro (orquestra),  Massimo Mazzeo (direção musical)
Bilhetes à venda nos locais habituais ou online
 
Um passeio pelo Classicismo europeu
Sexta-feira, 28 de outubro, 21h30, Sala da Música
Helianthus Ensemble/ Guido Morini (cravo e direção)
Bilhetes à venda nos locais habituais ou online
 
Três trios da trindade vienense
Sábado, 29 de outubro, 21h30, Sala da Música
La Gaia Scienza (trio com piano)
Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

BILHETES:
10 Euros por concerto
À venda nas bilheteiras da Parques de Sintra, online , e na FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt, Turismo do Aeroporto, ABEP (Agência de bilhetes para espetáculos) e Turismo de Sintra.
M/6 anos
 
INFORMAÇÕES (PÚBLICO):
Email: info@parquesdesintra.pt
Website: www.parquesdesintra.pt
Facebook: www.facebook.com/parquesdesintra
Telefone: +351 21 923 73 00

Sobre o Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal
O Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal, com sede nas instalações do Palácio Nacional de Queluz, tem como objetivo principal a promoção e divulgação do património musical associado ao Palácio de Queluz, no qual a música ocupou desde sempre um papel central, e onde foram apresentadas dezenas de serenatas e óperas. São realizados, nas salas do Palácio, concertos, eventos, conferências, simpósios e colóquios, assim como masterclasses e outras iniciativas que se propõem estudar e recuperar o tempo e a tradição de grandes acontecimentos musicais da época da permanência da Família Real no Palácio de Queluz, contribuindo em simultâneo para a fruição pública de uma programação musical de qualidade e para a afirmação do Palácio como referência incontornável da nossa herança cultural. 
www.divinosospiro.org
 
Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua
A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.
Em 2015, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 2.234.000 visitas, cerca de 87% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013, 2014 e 2015, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.
São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever

Media

Media