Documentário “Sintra – O Monte da Lua” em exibição noturna única no relvado de Monserrate

- Realizado pela Aidnature com o apoio da Parques de Sintra
- Imagens de espécies animais raramente observadas
- Captação de imagens ao longo de mais de um ano
- Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=xd_DR80OXp4

A Parques de Sintra e Aidnature apresentam, a 23 de maio, às 21h, no Parque de Monserrate, a estreia do documentário “Sintra – O Monte da Lua”. Será uma exibição única neste local, no cenário noturno do Parque de Monserrate, com o relvado como plateia para uma tela de 10m x 5m, em frente ao relvado.

“Sintra – O Monte da Lua”, realizado por João T. Vasconcelos e escrito por António Castelo (ambos da Aidnature) apresenta um local que "tem sido transformado por reis e cantado por poetas, mas na sua essência permanece selvagem", através de uma perspetiva única sobre a natureza e a biodiversidade da Serra de Sintra. O documentário inclui imagens de espécies animais raramente observadas, como é o caso da Águia-de-Bonelli, da Gineta ou da Ferreirinha-alpina e momentos difíceis de encontrar como o acasalamento de escaravelhos Vaca-loura.

As imagens foram captadas ao longo de mais de um ano pela equipa da Aidnature, período esse que incluiu muito trabalho noturno, muitas horas de espera e também algumas dificuldades em filmar determinados locais (aqueles que a equipa sabia serem os melhores para encontrar as diversas espécies) por serem também frequentados por pessoas.

Este filme, realizado pela associação de divulgação ambiental Aidnature, contou com o apoio da Parques de Sintra, por se integrar perfeitamente no Projeto BIO Sintra (cofinanciado pelo Programa LIFE da Comissão Europeia), que tem como objetivo promover a participação ativa do público na conservação dos principais valores naturais da Serra de Sintra.

A escolha da Aidnature para avançar com este projeto sobre a Serra de Sintra teve como base o facto de a equipa procurar, para os seus filmes, os locais mais selvagens mas aos quais, ainda assim, as pessoas se consigam ligar. Segundo António Castelo “não filmar em Sintra seria quase evitá-la, uma vez que se trata de um local com uma fauna e flora muito importantes e desconhecidas”.

Os bilhetes para a estreia têm o preço de 4 Euros e estão à venda em qualquer bilheteira da Parques de Sintra, bem como online, no site da Blueticket. Incluem o acesso ao Parque e Palácio de Monserrate para assistir ao documentário no amplo relvado.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=xd_DR80OXp4

Sobre o Projeto BIO Sintra

O Projeto “BIO Sintra - Redução da pegada de carbono, uma contribuição para valorizar a biodiversidade em Sintra” tem como objetivo a implementação de uma experiência piloto na Paisagem Cultural de Sintra, que possa ser reprodutível noutros locais, e que resulte em mudanças de atitudes com vista à redução das emissões de carbono nas atividades do dia-a-dia. As ações desenvolvidas no âmbito do projeto centram-se na área tutelada pela Parques de Sintra – Monte da Lua, que consiste em 40% da área listada pela UNESCO como Património da Humanidade, o correspondente a aproximadamente 946 hectares.

www.parquesdesintra.pt/bio sintra ou www.facebook.com/biomaissintra

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua

A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. A sua criação teve como objetivo reunir as instituições com responsabilidade na salvaguarda e valorização da Paisagem Cultural de Sintra, e o Estado Português entregou-lhe a gestão das suas principais propriedades na zona. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

Em 2013, os valores naturais e culturais que a PSML gere (Parque e Palácio da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 1.700.000 visitas, mais de 90% das quais por parte de estrangeiros.

São acionistas da PSML o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.

www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever

Media

Media