Escola Portuguesa de Arte Equestre pela primeira vez no “Festival de los Patios” em Córdoba

- Atuação conjunta com a Escola Le Cadre Noir, de Saumur
- Espetáculo inserido no Festival de los Patios 2014
- Participação com 10 cavalos lusitanos Alter-Real e 8 cavaleiros

A Escola Portuguesa de Arte Equestre foi convidada pela primeira vez para atuar, com a Escola Nacional de Equitação Francesa “Le Cadre Noir” (de Saumur, França), no espetáculo “Arte Ecuestre en los Patios”, integrado no Festival de Los Patios, em Córdoba (Espanha).

O espetáculo, que tem lugar dia 17 de maio às 19h30, na Praça de Touros de Córdoba, é a principal atração do Festival de los Patios 2014. Os pátios de Córdoba, que foram declarados Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2012, são o mote para o festival, que inclui um concurso de pátios – existente desde 1921 - e muitas outras atividades que atraem anualmente milhares de turistas.

A Escola Portuguesa de Arte Equestre participará neste espetáculo com 10 cavalos lusitanos Alter-Real e 8 cavaleiros, apresentando 2 números individuais e 5 números em conjunto com a Escola Le Cadre Noir e a Córdoba Ecuestre (que também organiza o evento).

Os bilhetes para o espetáculo já se encontram à venda.
Mais informações sobre o evento: www.arteenpatios.cordobaecuestre.com.

Sobre a Escola Portuguesa de Arte Equestre

A Escola Portuguesa de Arte Equestre, sediada nos jardins do Palácio de Queluz, foi fundada em 1979 com a finalidade de promover o ensino, a prática e a divulgação da Arte Equestre tradicional portuguesa. Recupera a tradição da Real Picaria, academia equestre da corte portuguesa do século XVIII, que usava o Picadeiro Real de Belém, hoje Museu Nacional dos Coches, e monta exclusivamente cavalos lusitanos da Coudelaria de Alter.

www.parquesdesintra.pt/parques-jardins-e-monumentos/escola-portuguesa-de-arte-equestre/ ou www.facebook.com/escolaportuguesadearteequestre

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua

A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. A sua criação teve como objetivo reunir as instituições com responsabilidade na salvaguarda e valorização da Paisagem Cultural de Sintra, e o Estado Português entregou-lhe a gestão das suas principais propriedades na zona. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

Em 2013, os valores naturais e culturais que a PSML gere (Parque e Palácio da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 1.700.000 visitas, mais de 90% das quais por parte de estrangeiros.

São acionistas da PSML o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.

www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever

Media

Media