Horticultura, Plantas Aromáticas e muitas castanhas em novembro nos Parques de Sintra

- Ajudar a erradicar espécies infestantes
- Aprender a fazer uma horta de outono/inverno
- Conhecer as Plantas Aromáticas e Medicinais
- Celebrar o Magusto

Imagens: http://62.28.132.233/1382548576.zip

Participar numa ação de voluntariado para ajudar a erradicar espécies infestantes da Serra de Sintra, aprender como e quando cultivar produtos hortícolas próprios das estações de outono/inverno, saber como iniciar um projeto agrícola relacionado com plantas aromáticas e medicinais, ou fazer parte de um Magusto no Parque de Monserrate são algumas das propostas da Parques de Sintra para o mês de novembro. É ainda possível participar em workshops, fazer visitas guiadas, assistir a exibições de falcões ou apresentações de arte equestre, entre muitas outras atividades.

No dia 9 de novembro, o destaque vai para a ‘Ação de Voluntariado para Erradicação de Infestantes’, na qual os participantes são convidados a ajudar a Parques de Sintra a limpar a Tapada de Monserrate das espécies infestantes (acácias, pitosporos, áquias, etc.) que impedem o crescimento saudável das árvores autóctones, como os carvalhos, os sobreiros ou os medronheiros. No final, os voluntários são convidados a comer castanhas e beber água-pé, para celebrar o Magusto.

O mês de novembro marca também o regresso das ‘Sessões de Horticultura Biológica’, agora dedicadas às sementeiras de outono/inverno, que decorrerão de novembro a março na Quintinha de Monserrate. No dia 10 a sessão é dedicada aos adubos verdes e plantações de outono/inverno, e no dia 30 às sementeiras de hortícolas e viveiros diversos. Também na Quintinha de Monserrate, a 16 e 23 de novembro, têm lugar ‘Sessões de Plantas Aromáticas e Medicinais’, uma novidade para ensinar a fazer o cultivo e produção destas plantas. A primeira sessão terá como tema “As Plantas Aromáticas e Medicinais” e a segunda fará uma relação entre estas e a Agricultura Biológica. Esta atividade conta ainda com mais duas sessões em dezembro. Ainda na Quintinha, a 17 de novembro, decorre o workshop ‘Infusões e Chás’, no qual serão dados a conhecer os melhores métodos de secagem e preparação de chás e infusões caseiras.

A 10 de novembro, e com a proximidade do Dia de S. Martinho, celebra-se o Magusto no Parque de Monserrate, com a encenação da lenda de S. Martinho e com as tradicionais castanhas assadas.

Nos Jardins do Palácio de Queluz, prosseguem, durante o mês de novembro, de terça a domingo, às 12h, as exibições de voo de falcões e as visitas guiadas conduzidas pelos falcoeiros às instalações da falcoaria e à exposição temática sobre esta arte. Toda as quartas-feiras e sábados (com exceção do dia 9 de novembro), continuam igualmente as Apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre, às 11h.

No Parque da Pena, continua a ser igualmente possível fazer diariamente Passeios a Cavalo, de Pónei ou de Charrete, sendo que esta última atividade requer reserva prévia durante o período de Outono/Inverno.

Também a partir de dia 26 de Outubro a atividade ‘Sintra Canopy’ (percurso em slide na encosta do Castelo dos Mouros), passa a efetuar-se mediante reserva prévia nos dias úteis. Aos fins-de-semana continua a ser possível comprar diretamente os bilhetes para deslizar por entre as copas das árvores.

A pensar nos mais pequenos é lançado no dia 24 o desafio de descobrir o Palácio da Pena a partir da obra ‘Uma Aventura no Palácio da Pena’, A atividade conduz as crianças através de um conjunto de pistas e tarefas com o objetivo final de desvendar um enigma perdido no tempo.

‘À Conquista do Castelo’ é outra das propostas para os mais jovens que, no dia 30, são convidadas a participar numa atividade onde será possível, de forma lúdica, conhecer a história do Castelo dos Mouros e os seus protagonistas.

No âmbito do Projeto BIO Sintra, em Monserrate prosseguem, a 9 de novembro, as já conhecidas ‘Sessões de Anilhagem de Aves’, tendo o público a oportunidade de assistir ao processo de anilhagem, interagindo com os técnicos no local. Ainda no Parque de Monserrate, no dia 16, além da anilhagem decorre também o ‘Workshop sobre Comedouros para Aves’, que possibilita a aprendizagem de métodos eficazes para aumentar a disponibilização de alimento para as aves.

Em relação a exposições, permanece no Palácio da Pena a exposição ‘Vitrais e Vidros: um gosto de D. Fernando II’, agora com as recentes adições de peças do Museu Nacional de Arte Antiga, e no Palácio de Monserrate continua patente a exposição “Enchantment at Monserrate, de Thelma Chambers”.
No Espaço Info Parques de é possível visionar o ‘Documentário ‘A Sinfonia’’, todos os sábados e domingos.

Todas as atividades, à exceção das Apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre, exposições, documentário e exibições de Falcoaria requerem inscrição prévia.

O ‘Sintra Canopy’, as Apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre, as Exibições de Falcoaria e os Passeios a Cavalo e de Pónei estão dependentes das condições meteorológicas.

Informações ao público e inscrições:
351 21 923 73 00 / npa@parquesdesintra.pt

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua

A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. A sua criação teve como objetivo reunir as instituições com responsabilidade na salvaguarda e valorização da Paisagem Cultural de Sintra, e o Estado Português entregou-lhe a gestão das suas principais propriedades na zona. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

Em 2012, os valores naturais e culturais que a PSML gere (Parque e Palácio da Pena, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate e Convento dos Capuchos) receberam aproximadamente um 1.138.000 visitas, mais de 90% das quais por parte de estrangeiros. Desde Setembro de 2012 é também responsável pelos Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, bem como pela Escola Portuguesa de Arte Equestre, sediada em Queluz.

São acionistas da PSML o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

(Mais informações em ficheiro Anexo)

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever

Media

Media