IGPOTY chega ao Parque de Monserrate com fotografias vencedoras da portuguesa Dina Vieira

IGPOTY começa a 6 de abril no Parque de Monserrate
- Esta é a principal competição internacional de fotografia especializada em jardins e botânica
- Portuguesa premiada com um 2.º lugar e uma Menção Honrosa na categoria “Greening in the City”
- 18.000 participantes de todo o mundo nesta edição

Imagens em alta resolução: https://we.tl/SbGPTI5irF

Sintra, 27 de março de 2017 A portuguesa Dina Vieira foi este ano premiada pelo International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY) com as fotografias “Roof Garden” (2.º lugar) e “Under the Bridge” (Menção Honrosa), na categoria “Greening in the City”. Esta é a 10.ª edição do IGPOTY, a principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas, flores e botânica, criada no Reino Unido, em 2007, e que contou este ano com um total de 18.000 participantes. De 6 de abril a 9 de outubro, 39 das fotografias vencedoras deste concurso, entre as quais as de Dina Vieira, podem ser vistas a céu aberto no Parque de Monserrate.
 
Foi precisamente no Parque de Monserrate, em 2012, que Dina Vieira se cruzou pela primeira vez com o concurso IGPOTY. Desde então que participa nesta competição, e confessou uma “imensa honra” ver premiadas agora duas das suas fotografias numa das suas categorias preferidas “Greening in the City”.
 
Aos 66 anos, e ao fim de quase 25 anos a captar imagens a alta velocidade como fotógrafa profissional do desporto automóvel, nas pistas de Fórmula 1 e a nomes incontornáveis que ainda hoje lhe povoam as memórias – de Fittipaldi a Ayrton Senna –, Dina Vieira descobriu recentemente uma nova atitude na arte de fotografar: “entrei em modo slow photo”. Foi em 2012 que Dina Vieira resolveu mudar o foco da sua objetiva para as paisagens naturais. O desafio levou-a a participar em workshops de fotografia promovidos pela Parques de Sintra e a vencer, em 2013, na sessão da primavera, o concurso Captar Sintra – Biodiversidade das Estações, organizado no âmbito do projeto BIO+Sintra, com a imagem “Biodiversidade em Monserrate”. “A Parques de Sintra, no seu papel ímpar de preservação e divulgação da Natureza e do Património, promoveu workshops de fotografia e tive a oportunidade de participar em alguns, no maravilhoso Parque de Monserrate, de que sou totalmente fã”.

O poder contemplativo das paisagens, a força vivencial dos ambientes urbanos e a beleza inigualável da Natureza passaram a ser os seus novos alvos fotográficos, de que são testemunhas as imagens vencedoras.
 
O Parque das Nações, em Lisboa, serviu de cenário para a captação da fotografia “Roof Garden”, que conseguiu o 2.º lugar na categoria “Greening in the City” do IGPOTY. “Numa das minhas deambulações fotográficas pela zona, o meu olhar foi atraído pela localização invulgar de um conjunto de Yuccas, no topo de um edifício também já de si com formas e cor invulgares. Tinha comigo uma Lumix GX-1 convertida para fotografar com infravermelhos que me pareceu poder acentuar o impacto gráfico e geométrico da imagem. Parece que correu bem”.
 
Quanto à imagem em que conseguiu uma Menção Honrosa na mesma categoria, “Under the Bridge”, Dina Vieira inspirou-se na imponência da Ponte 25 de Abril, com o rio Tejo como pano de fundo. “Ao contemplá-la, pareceu-me insólita a desproporção entre a ponte e as árvores por baixo da mesma. Posicionei-me para acentuar esse desequilíbrio. A opção pelo preto e branco pareceu-me a mais adequada para eliminar do olhar o acessório e poder concentrá-lo no fundamental”.
 
O International Garden Photographer of the Year, cujas inscrições para a 11.ª edição já estão abertas ( www.igpoty.com ), consiste na principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas, flores e botânica, aberta a fotógrafos profissionais mas também amadores. Este ano, de 6 de abril a 9 de outubro, esta exposição ao ar livre no Parque de Monserrate contará com 39 imagens premiadas nas categorias “Wildflower Landscapes” (Paisagens Silvestres), “Beautiful Gardens” (Jardins Belos), “The Beauty of Plants” (A Beleza das Plantas), “Bountiful Earth” (Terra Generosa), “Trees, Woods and Forests” (Árvores, Bosques e Florestas), “Breathing Spaces” (Espaços para Respirar) “Macro Art” (Arte Macro), “Wildlife in the Garden” (Vida Selvagem no Jardim), além da já mencionada “Greening in the City” (Verde na Cidade) e da categoria especial “Parques de Sintra”.

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua
A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.
Em 2016, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 2.625.011 visitas, cerca de 83% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013, 2014, 2015 e 2016, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.
São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever