Parques de Sintra recebe certificado internacional de gestão florestal (FSC)

- Certificado Forest Stewardship Council (FSC)
- Certificado prevê implementação de uma gestão florestal sustentável
- Auditoria efetuada por entidade independente
 
Sintra, 24 de fevereiro de 2016 - A Parques de Sintra recebeu no início do mês de fevereiro o Certificado de Gestão Florestal pela Soil Association, que atesta o cumprimento dos critérios do Forest Stewardship Council (FSC). Esta entidade pretende melhorar a gestão florestal a nível mundial, incentivando, através da certificação, os proprietários e gestores florestais a seguirem as melhores práticas sociais e ambientais. O processo de certificação da Parques de Sintra foi concluído após uma auditoria efetuada por elementos de uma entidade certificadora independente e decorreu entre os dias 30 de novembro e 1 de dezembro de 2015.
 
A implementação de todos os procedimentos necessários à obtenção do certificado FSC é voluntária, pelo que esta distinção é encarada como uma forma de aplicar uma gestão de excelência às áreas florestais sob administração da empresa, que é posteriormente validada por uma entidade independente. O processo de certificação serviu para consolidar as medidas de gestão florestal sustentável, apresentando resultados na melhoria e eficiência dos processos de gestão na empresa, assim como no planeamento, segurança dos trabalhadores e conservação dos valores naturais.
 
Os critérios implementados visam o compromisso e execução de medidas de gestão florestal sustentável, otimizando assim os procedimentos já aplicados pela Parques de Sintra.
 
Com a certificação, as referidas medidas promovidas pela Parques de Sintra são comunicadas a partes interessadas que envolvem vários grupos locais, turísticos e outros, permitindo assim uma maior aproximação à comunidade local.
 
As áreas florestais certificadas correspondem a cerca de 448 hectares de um total de 661 hectares que se encontram sob gestão da Parques de Sintra (aproximadamente 70% da área).
No âmbito desta certificação, e em colaboração com a Associação para uma Gestão Florestal Sustentável, que representa o Forest Stewardship Council (FSC) em Portugal, realizou-se o primeiro workshop ibérico, que teve lugar no Palácio Nacional de Sintra e no Palácio de Monserrate nos dias 8 e 9 de julho de 2015. No mesmo âmbito, decorreu ainda a participação na conferência “Certificação Florestal – Uma Ferramenta para a Produtividade da Floresta”, que teve lugar a 9 de dezembro de 2015 na Sede da Ordem dos Engenheiros.

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua
A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

Em 2015, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 2.234.000 visitas, cerca de 87% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013, 2014 e 2015, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.

São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
 
www.parquesdesintra.pt / www.facebook.com/parquesdesintra / www.instagram.com/parquesdesintra

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever

Media

Media