Parques de Sintra regista subida anual de cerca de 13% nas visitas em 2014

  • 1.928.000 entradas em todos os Parques e Monumentos sob gestão
  • Aumento de aproximadamente 13%
  • Parque e Palácio Nacional da Pena: cerca de 889.000 visitas (+ 14%)
  • Cerca de 86% de visitantes estrangeiros
  • Estrangeiros que mais visitam são espanhóis (16%) e franceses (14%)
 
 
Sintra, 15 de janeiro de 2015 – Durante o ano de 2014 os parques e monumentos sob gestão da Parques de Sintra registaram quase dois milhões de visitas (1.928.000), representando uma subida de cerca de 13% relativamente ao ano anterior. Destes, o Parque e Palácio Nacional da Pena manteve-se como aquele que recebe maior número de entradas (889.000), o que o torna num dos locais mais visitados do país, com uma subida de aproximadamente 14% em relação ao ano anterior.
 
Assim, Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácio Nacional de Sintra, Palácio Nacional de Queluz, Castelo dos Mouros, Parque e Palácio de Monserrate, Convento dos Capuchos, Chalet da Condessa d’Edla e Quintinha de Monserrate, que em 2013 tinham recebido cerca de 1.708.000 visitas, apresentaram mais uma vez valores superiores e mantiveram a curva ascendente de número de visitas aos parques e monumentos sob gestão da Parques de Sintra.
 
Em 2014 a proporção relativa às nacionalidades foi de cerca de 86% de estrangeiros e 14% de portugueses, revelando um aumento na percentagem de visitantes nacionais. De entre os visitantes estrangeiros destacam-se os de nacionalidade espanhola (16%) e francesa (14%), sendo também digno de nota o aumento de turistas russos e chineses. 
 
Local Visitas em 2014
Parque e Palácio Nac. da Pena 889.000
Palácio Nac. de Sintra 445.000
Castelo dos Mouros 307.000
Palácio Nac. de Queluz 132.000
Parque e Palácio de Monserrate 93.000
Convento dos Capuchos 33.000
Chalet da Condessa d’Edla 25.000
Quintinha de Monserrate 4.000
 
 
Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua
 
A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. A sua criação teve como objetivo reunir as instituições com responsabilidade na salvaguarda e valorização da Paisagem Cultural de Sintra, e o Estado Português entregou-lhe a gestão das suas principais propriedades na zona. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.
Em 2014, os valores naturais e culturais que a PSML gere (Parque e Palácio da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 1.928.000 visitas, cerca de 86% das quais por parte de estrangeiros.
São acionistas da PSML o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
 
www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra
 

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever