Faltam 83 dias para ligar o Data Center da Covilhã ao Mundo

Covilhã, 2 de julho de 2013

A Portugal Telecom inaugurou hoje o countdown para o ligamento do 6º maior Data Center do Mundo, o qual entrará em funcionamento no dia 23 de setembro de 2013.

A escolha da Covilhã para a construção do novo Data Center da PT passou por um processo rigoroso, em que foram analisados quantitativamente e qualitativamente todos os municípios tendo em conta vários critérios de seleção:

- Segurança da localização em relação a riscos físicos e a fenómenos naturais (p.ex., risco de inundação/alagamento, risco sísmico/geológico, entre outros)
- Acesso a infraestrutura de base: energia (p.ex., fornecimento de energia em alta tensão), comunicação (p.ex. ligação a rede de fibra de alta capacidade) e redes de transporte (p.ex. ligação a comunicações rodoviárias principais)
- Impacto ambiental e sustentabilidade (acesso a recursos hídricos para refrigeração)

Da análise resultou uma shortlist de 26 municípios alinhados com os critérios de seleção, e que foram convidados a aceder à informação disponível e a apresentar uma proposta. Cada proposta foi analisada e discutida por consultores internacionais com base em critérios de competitividade e de acordo com as normas e práticas definidas pelo Code of Conduct on Data Centers da Comissão Europeia e pelo Uptime Institute. As condições que levaram à escolha da Covilhã foram:

- Integração em backbone de fibra de elevada largura de banda
- Condições físicas de risco reduzido e acesso a recursos hídricos
- Acessos rodoviários nacionais e internacionais
- Condições ideais de temperatura ambiente

Impactos diretos e indiretos do Data Center da Covilhã

O investimento no Data Center da Covilhã vai ter impactos diretos e indiretos na sociedade e economia do país. Com a conclusão do projeto é expectável serem criados 400 empregos diretos e 1.000 empregos indiretos, num total de 1.400 empregos.

O novo Data Denter da PT na Covilhã terá capacidade de até 30 PB, com 50.000 servidores e quatro blocos ocupando uma área total de 75 mil m2. O primeiro bloco vai ser inaugurado no dia 23 de setembro e terá 12.500 servidores, PUE (eficiência de uso de energia) de 1,2 e será certificado LEED - Platinum nos edifícios de serviços de suporte e LEED – Gold nos blocos do Data Center, para além de ter sido já distinguido pelo Uptime Institute com a Tier III Certification of Design Documents.

Na vertente de sustentabilidade e eficiência energética, este projeto irá permitir a redução de 144 mil toneladas na emissão de CO2 e poupanças de 40% no consumo de energia, recorrendo a sistemas de refrigeração ambientalmente responsáveis de free cooling e aproveitamento da energia solar (e beneficiará ainda do parque eólico com 28 torres).

No âmbito deste projeto já foram estabelecidas parcerias com várias entidades locais que contribuirão para o desenvolvimento económico da região e o desenvolvimento de redes de nova geração, serviços tecnológicos e programas de inovação.

Inclusive, iniciou-se agora a fase de candidaturas para a Pós-Graduação remunerada que irá decorrer no próximo ano letivo, fruto de uma parceria entre a Syone, a PT e a Universidade da Beira Interior (UBI), com o objetivo de formar futuros técnicos na área de Tecnologias de Informação e Serviços Cloud para o Pólo Tecnológico do grupo PT. É um curso feito à medida e que vem colmatar as necessidades de formação especializada que existem nesta área.

Será, ainda, criado um Centro de Inovação em Tecnologias da Informação que permitirá atrair para a região núcleos empresariais nacionais e internacionais, os quais irão também contribuir para o desenvolvimento económico.

Características do Data Center da PT na Covilhã
■ Investimento de 90 milhões de euros entre as fases 1 e 2
■ 6º maior data center do mundo, com área total a atingir 75.500 m2, da qual cerca de 12.000 m2 será ocupada com cerca de 50 mil servidores que terão capacidade de storage até 30Pbytes
■ Energeticamente é um dos mais eficientes do mundo (percentil 5%), com cerca de 75% de energia proveniente de fontes renováveis e utilização de sistemas de free cooling e de controlo e monitorização
■ A sua eficiente construção permitiu, em termos de custos de construção por MW crítico, ficar cerca de 30/40% abaixo da média de mercado
■ Eficiência a nível energético e de construção conferem ao Data Center da PT uma vantagem competitiva de custos difícil de replicar
■ Data Center distinguido pelo Uptime Institute com o prémio Tier III Certification of Design Documents, uma certificação de elevado prestígio a nível internacional (existem presentemente apenas 251 data centres premiados em 41 países)

Informações para Imprensa:
Raquel Andrade Neves | 215 002 629 | m.raquel.neves@telecom.pt

Tags:

Sobre nós

Operador global de telecomunicações.

Subscrever

Media

Media