RE/MAX ENCERRA 2017 COM MOVIMENTO DE 3,3 MIL MILHÕES DE EUROS

A RE/MAX, maior imobiliária a operar em Portugal, encerrou o ano de 2017 com um total de volume de preços na ordem dos 3,3 mil milhões de euros, relativos às cerca de 60.000 transações, 76% das quais de compra e venda de imóveis. A RE/MAX culmina assim o ano com um crescimento de 17% no volume total de transações e de 37% em volume de negócios. A confirmar o bom momento que a economia nacional atravessa e fruto de um maior acesso ao crédito, os clientes portugueses representaram 87% das transações da RE/MAX e 83% da faturação da rede. Os brasileiros investem cada vez mais em imobiliário em Portugal, sendo dessa nacionalidade os estrangeiros que mais negociaram com a consultora, destronando os franceses (líderes em 2016) e os chineses (líderes em 2015).

A RE/MAX consolidou em 2016 a sua quota de mercado no que respeita a transações, com um crescimento nacional de 17,4%, face a 2015, valor que em 2017, dada a estabilização da marca em território nacional, se espera que seja superior. A nível regional, Oeiras e Odivelas são os concelhos com as mais altas quotas de mercado, com uma atividade de 30% e 27% respetivamente.
“Conseguimos em 2017 resultados bastante positivos, que muito nos orgulham, fruto do trabalho dos mais de 7.100 colaboradores que temos hoje nas 284 agências RE/MAX, de norte a sul do País. Resultados que advêm do trabalho, da cultura dos métodos e práticas RE/MAX, e que nos fazem acreditar num 2018 ainda melhor” afirma Beatriz Rubio, CEO da RE/MAX, sublinhando “o interesse crescente por parte de alguns investidores estrangeiros, a expansão da procura nacional em zonas suburbanas e a dinâmica do mercado imobiliário nacional, que tende a seguir uma rota ascendente, na ordem dos 20% a 30%, são indicadores bastante positivos que acreditamos, nos podem conduzir ao sucesso.”

Apartamentos T2 e T3 em Lisboa, Sintra e Oeiras assumem a liderança dos investidores
Os dados da RE/MAX demonstram ainda que os apartamentos são a tipologia de imóvel preferida dos investidores em território nacional, ao representarem 63% das transações imobiliárias realizadas. As habitações de três e quatro assoalhadas, T2 e T3 respetivamente, lideram assim as escolhas de compradores e inquilinos nacionais, com 43% e 31% do total registado no período.
Por outro lado, comparativamente a 2016, as moradias tendem a ganhar cada vez mais terreno, ao registarem um crescimento de 1,3 p.p. (pontos percentuais), assumindo no último ano, 20% das preferências dos investidores.

Lisboa, Sintra e Oeiras foram em 2017 os concelhos que registaram um maior volume de transações para a RE/MAX, seguidos de Cascais e Almada.

Alojamento local e casas de luxo impulsionam volume de transações

O crescimento bastante significativo do alojamento local, fruto do aumento do turismo em Portugal, com um total de 19.493(1) novos estabelecimentos licenciados, na sua grande maioria na região de Lisboa, é um dos fatores que em muito tem contribuído para impulsionar o volume de negócios e de transações RE/MAX em todo o país e, em particular na região da Grande Lisboa.
Por outro lado, a constante procura por investimentos em imóveis de luxo, localizados em zonas premium da cidade, com condições de comodidade acima da média e com vistas privilegiadas para o rio, para as principais artérias da capital ou mesmo para as zonas históricas, continuam a ser tendência para a RE/MAX, que este ano de 2017 viu a imobiliária líder no segmento de luxo em Portugal - RE/MAX Collection - crescer significativamente em termos de transações e volume de negócios.

(1) Dados de 15 de dezembro de 2017 do Registo Nacional de Estabelecimentos de Alojamento Local (RNAL), disponibilizados pelo Turismo de Portugal.

A RE/MAX está presente em Portugal desde o início de 2000, tendo-se tornado, em apenas dois anos, na maior rede imobiliária a operar no país. Hoje, a RE/MAX Portugal conta com 7100 colaboradores, a maioria dos quais consultores imobiliários, em 284 agências, de Norte a Sul e Ilhas. A RE/MAX foi considerada “A Melhor Empresa para Trabalhar” em Portugal desde 2012, de acordo com o estudo da Exame/Accenture, que analisou as práticas globais de gestão de capital humano em 100 empresas. A marca foi também considerada uma Superbrand em 10 edições e desde 2015 que é eleita Escolha do Consumidor. A RE/MAX está presente nos cinco continentes, em mais de 100 países, com cerca de 130 mil agentes associados, em mais de 7 mil agências, responsáveis por mais de 1,5 milhões de transações anuais.

Tags:

Sobre nós

Empresa imobiliária.

Subscrever