AS VENDAS DA ALIANÇA RENAULT-NISSAN AUMENTAM PELO 5ºANO CONSECUTIVO, ATINGINDO OS 8,5 MILHÕES DE AUTOMÓVEIS EM 2014

  • As vendas crescem pelo quinto ano consecutivo devido, sobretudo, ao aumento nos Estados-Unidos e na Europa Ocidental.
  • As vendas da Aliança, incluindo a AVTOVAZ representam um em cada 10 automóveis vendidos no mundo.
  • A Aliança mantém a sua posição de liderança nos veículos Zero Emissões com um crescimento das vendas de 24%.
A Aliança Renault-Nissan registou, em 2014, um novo recorde de vendas com 8 470 610 unidades.
As vendas da Aliança crescem pelo 5º ano consecutivo e registam uma progressão de 2,5% face ao ano de 2013. Um em cada 10 automóveis vendidos no mundo sai das fábricas da Renault, Nissan ou AVTOVAZ.
«  Um forte crescimento da procura nos Estados-Unidos, a recuperação do mercado na Europa Ocidental e os novos e atraentes modelos estão na base do crescimento, mais uma vez, das vendas da Aliança em 2014 » anuncia Carlos Ghosn, PDG da Aliança . « Nós continuamos bem posicionados e optimistas em relação aos projectos de longo prazo nos mercados emergentes, apesar do recente declínio que pudemos observar nos mercados Russo e Brasileiro . »
A Renault SAS, o terceiro construtor Europeu, vendeu 2 712 432 automóveis em 2014 com um crescimento de 3,2 % face a 2013. Com 1 464 611 unidades vendidas na Europa Ocidental, os volumes do Grupo cresceram 12,5% (2 vezes mais que o crescimento do mercado). Na Europa, a quota de mercado do Grupo Renault ultrapassou os 10%. (+0,6 pontos face a 2013). A Dacia é a marca na Europa que regista o maior crescimento, ganhando 0,4 pontos.
Fora da Europa o Grupo Renault registou quotas de mercado recorde no Brasil e na Rússia que são respectivamente, os segundo e terceiro mercados do Grupo depois da França.
A Nissan Motor Co., Ltd., vendeu 5 310 064 automóveis em todo o mundo com um crescimento de 4,1 % face ao ano anterior. Nos seus principais mercados (Estados-Unidos e China) as vendas da Nissan continuam acima de 1 milhão de unidades anuais.
A AVTOVAZ, o principal construtor Russo, vendeu 448 114 automóveis a nível mundial com uma quebra de 16,3 % face a 2013 devido, sobretudo, ao abrandamento da economia Russa. A Aliança Renault-Nissan detém uma participação maioritária no capital da AVTOVAZ que vende os seus modelos através da marca LADA. Um em cada três automóveis vendidos na Rússia pertenceu à Aliança Renault-Nissan e AVTOVAZ.
Os principais mercados da Renault-Nissan
Os 10 principais mercados da Aliança em 2014 foram: Estados-Unidos, China, Rússia, Japão, França, México, Brasil, Reino-Unido, Alemanha e Itália.
Na China , o primeiro mercado automóvel mundial, a Nissan vendeu 1 221 598 automóveis e é a principal marca japonesa na China com 5,5 % de quota de mercado. Em 2016, a Renault iniciará a produção na China em colaboração com a Dongfeng Motor. A fábrica de Wuhan terá, no início, uma capacidade de produção de 150 000 unidades por ano (que poderá ser aumentada posteriormente).
Nos Estados-Unidos , a Nissan registou um recorde de vendas com 1 386 895 unidades vendidas e um recorde de quota de mercado que atingiu os 8,4 %. Em 2014 os modelos Nissan : Altima, Rogue, Versa, Juke, NV200 e o LEAF (100 % eléctrico) obtiveram também recordes de vendas.
Na Rússia , a Aliança em conjunto com a AVTOVAZ, registaram uma quota de mercado de 30,7 %, (+1,1 ponto face a 2013). A AVTOVAZ detém uma quota de mercado de 15,5 %, (-0,9 pontos) enquanto a Renault com 194 531 automóveis vendidos obteve uma quota de mercado recorde de 7,9 %. A Nissan com 182 412 unidades vendidas obteve uma quota de mercado de 7,3% (+1,8 pontos).
No seu mercado doméstico, o Japão , a Nissan vendeu 670 263 automóveis com uma quota de mercado de 12 %.
Em França , no mercado doméstico da Renault, a marca vendeu 577 601 automóveis com um crescimento de 5,5 % e uma quota de mercado de 26,6 %, (+ 1,3 pontos).
No México , a Nissan registou um novo recorde de vendas com 293 204 unidades. A Nissan é líder do mercado Mexicano com 25,8 % de quota de mercado.
No Brasil a Renault bateu o seu recorde de quota de mercado atingindo os 7,1% e que corresponderam 237 187 automóveis vendidos.
Os veículos Zero Emissões 
Em 2014 a Aliança Renault-Nissan vendeu 82 602 veículos eléctricos, com um crescimento de 24% face ao ano anterior e com uma quota de mercado global de 56%. O Nissan LEAF impôs-se como o modelo de maior sucesso no mercado com 61 507 unidades vendidas enquanto a Renault é a marca líder na Europa com 17 813 unidades incluindo o Twizy.
Desde Dezembro de 2010 a Aliança já vendeu 217 365 veículos eléctricos em todo o mundo. A Aliança vende um em cada dois veículos eléctricos no mundo, incluindo o quadriciclo Twizy e o Nissan e-NV200.
10 principais mercados da Aliança
 
 
 País Vendas Totais Quota de Mercado
Estados-Unidos 1 386 895 8,4 %
China 1 255 665 5,7 %
Rússia* 764 245 30,7 %
Japão 674 922 12,1 %
França 653 326 30,2 %
México 318 093 28 %
Brasil 309 547 9,3 %
Reino-Unido 259 762 9,3 %
Alemanha 240 181 7,4 %
Itália 184 416 12,5 %
*incluindo a AVTOVAZ.
10 principais mercados do Grupo Renault
 
País Vendas Totais Quota Mercado
França 577 601 26,6 %
Brasil 237 187 7,1 %
Rússia 194 531 7,9 %
Alemanha 173 479 5,3 %
Turquia 133 212 17,4 %
Itália 130 996 8,9 %
Espanha 127 666 13,2 %
Reino-Unido 109 014 3,9 %
Argélia 91 800 26,9 %
Argentina 84 946 12,9 %
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
10 principais mercados da Nissan
 
 
País Vendas Totais Quota Mercado
Estados-Unidos 1 386 895 8,4 %
China * 1 221 598 5,5 %
Japão 670 263 12,0 %
México 293 204 25,8 %
Rússia 182 412 7,3 %
Reino-Unido 150 748 5,4 %
Canadá 115 445 6,2 %
França 75 725 3,6 %
Brasil 72 360 2,2 %
Alemanha 66 702 2,1 %
*incluindo a marca Venucia
Sobre a Aliança Renault-Nissan
A Aliança Renault-Nissan é uma parceria estratégica criada em 1999, entre a Renault e a Nissan que totalizam, em conjunto, 10 % dos automóveis vendidos em todo o mundo.  As duas sociedades venderam 8,5 milhões de automóveis, em quase 200 países, em 2014. Tal como o realizado com a AVTOVAZ, a Aliança detém várias parcerias estratégicas com outros construtores automóveis e, nomeadamente, na Alemanha com a Daimler, no Japão com a Mitsubishi, na China com a Dongfeng e na Índia com a Ashok Leyland.
 

Tags:

Sobre nós

Comércio automóvel.

Subscrever