RENAULT ZOE Z.E. 40 C.R.: A SOLUÇÃO PARA CARREGAMENTOS (AINDA MAIS) RÁPIDOS!

O Renault ZOE Z.E. 40 C.R. é uma nova versão do automóvel elétrico líder de vendas em Portugal e na Europa, que oferece tempos de carregamentos que chegam a ser cerca de 30% inferiores em relação ao já conhecido ZOE Z.E. 40. Ou seja, a solução para quem tem de recorrer aos postos de carregamentos rápidos com frequência e com uma autonomia que é mais do que suficiente para as necessárias diárias da maioria dos clientes particulares ou empresariais: 370 quilómetros em ciclo NEDC. O Renault ZOE Z.E. C.R. está disponível, para clientes empresariais, a partir de 15.460€* e de 18.820€** para clientes particulares.

Não foram sequer necessários os dedos de uma mão para contabilizar os anos que a Renault necessitou para duplicar a autonomia do 100% elétrico ZOE. Mas se os progressos tecnológicos vão continuar a surpreender até os mais céticos, também é tempo de disponibilizar soluções que respondem a necessidades e comportamentos específicos, como daqueles que recorrem aos carregamentos rápidos não apenas excecionalmente. Na realidade, para quem precisa de recorrer a essa solução com alguma frequência – e, até ao final do ano, só a rede Mobi.e vai disponibilizar, um pouco por todo o país, cerca de 700 postos de carga rápida e acelerada – o Renault ZOE Z.E. 40 C.R. é a solução. Em relação ao ZOE Z.E. 40 que reivindica 400 quilómetros de autonomia em ciclo NEDC, o ZOE Z.E 40 C.R. tem como grande vantagem uma significativa redução do tempo dos carregamentos rápidos.
 
Tempos de carregamento até 30% inferiores
 
Ou seja, para carregar as baterias desde zero até aos 80 por cento de carga (perto de 300 quilómetros de autonomia em ciclo NEDC), o Renault ZOE Z.E. 40 C.R. precisa de 65 minutos, em vez dos 100 minutos do ZOE Z.E. 40. Uma poupança de tempo na ordem dos 30 por cento, mas isto nos postos de carregamento rápido de 43kW (64A). Já numa Wallbox de 22kW (32A), os tempos de carregamento são em tudo idênticos ao do ZOE Z.E. 40.
 
Nesse sentido, por exemplo, para as empresas que têm condições para instalar postos de carregamento rápido nas suas instalações, o ZOE Z.E. 40 C.R. é mais uma solução a ter em conta na mais completa gama 100% elétrica do mercado.
 
Renault ZOE Z.E. 40 com duas propostas de motores
 
Mas, tecnicamente, como se justificam os diferentes tempos de carregamento entre o ZOE Z.E. 40 C.R. e o já conhecido ZOE Z.E. 40? A resposta está no motor. O primeiro está equipado com o bloco designado por Q90 e o segundo com o designado R90. Dois motores distintos, mas que reivindicam números muito próximos ou mesmo idênticos. A unidade elétrica do ZOE Z.E. 40 C.R. tem uma potência de 65kw (88cv) em vez de 68kw (92cv) do ZOE Z.E. 40. A autonomia é de 370 quilómetros (em ciclo NEDC) em vez dos 400 quilómetros do ZOE Z.E. 40. Já o binário de 220Nm, a aceleração dos 0 aos 50 km/h em 4,1 segundos, dos 0 aos 80 km/h em 8,6s e dos 0 aos 100 km/h em 13,2 segundos são comuns às duas versões.
 
Custos de utilização imbatíveis
 
No entanto, também os custos de utilização são idênticos em ambas as versões e, claro, imbatíveis quando comparados com os de um automóvel equipado com motor de combustão. É que se o Renault ZOE Z.E. 40 for carregado numa simples tomada elétrica de uma casa de habitação, empresa ou garagem, pode percorrer 100 quilómetros com um custo de eletricidade de – imagine-se! – apenas 1,4€. A tarifa de eletricidade contratualizada só tem de ser bi-horária. Se não for o caso, a mesma centena de quilómetros tem um custo máximo de 2,4€! Ou seja, um valor incomparavelmente inferior ao que é reivindicado pelos mais económicos diesel.
 
Mas as poupanças não se ficam por aqui… Para além do Renault ZOE estar isento do pagamento de Imposto Único de Circulação, não é abrangido pela tributação autónoma e, na cidade de Lisboa nem sequer paga estacionamento. Já para não falar do custo das revisões: entre os 30 e os 50 euros!
 
E, se todos os números anteriores são válidos para um cliente particular, que dizer para uma empresa, que também beneficia da dedução integral do IVA?
 
Diferente, mas… igual aos outros automóveis!
 
Como automóvel 100% elétrico, o posto de abastecimento do Renault ZOE Z.E. 40 C.R. resume-se a uma simples tomada elétrica. No entanto, em tudo o resto, são mais as semelhanças do que as diferenças em relação a um “vulgar” automóvel.
 
As dimensões e a habitabilidade rivalizam com um Renault Clio. As linhas são modernas, não passando despercebido o azul “elétrico” nos faróis dianteiros e traseiros, que remete para o universo dos automóveis zero emissões.
 
O ecrã TFT (Thin Film Transistor) do painel de instrumentos e o ecrã de 7 polegadas do Renault sistema R-Link confirmam que o Renault ZOE Z.E. 40 C.R. beneficia dos equipamentos tecnológicos, de segurança e de bem-estar que caracterizam todos os modelos da marca. Aliás, esta nova versão também está disponível com o nível de equipamento BOSE, que se distingue, essencialmente, pelos estofos em pele premium com aquecimento, pelo sistema de áudio BOSE® composto por sete altifalantes, pelas bonitas jantes de 16 polegadas em Preto Diamantado Shadow e por diferentes pormenores estéticos na carroçaria e no habitáculo.
 
Já as sensações ao volante são diferentes das que se têm num automóvel equipado com um comum motor de combustão. Graças à ausência de ruído e de vibrações do motor, a condução é mais tranquila e serena. As acelerações são perfeitamente lineares e sem solavancos ou “esticões”. Para o condutor, é como se tivesse a caixa automática com que o mercado ainda sonha.
 
Preço a partir de 15.460€
 
O Renault ZOE Z.E. 40 C.R. pode ser adquirido a partir de 15.460€* (empresas) ou 18.820€** (particulares), associado a um contrato de aluguer e serviços relacionados com as baterias. Se a opção recair na compra do novo Renault ZOE Z.E. 40 C.R. com as baterias incluídas, o preço começa nos 23.195€ (empresas) e 27.995€ (particulares).
 
O Renault ZOE Z.E. 40 C.R. beneficia, tal como os restantes modelos da gama Renault, da garantia contratual de cinco anos / 100.000 km. Na modalidade de aquisição da bateria, a mesma tem uma garantia de 8 anos (para uma capacidade de armazenagem superior a 60%). No caso da modalidade de aluguer da bateria, as condições contratuais (troca da bateria assegurada pela marca em caso de mau funcionamento ou se a capacidade de armazenagem descer abaixo dos 75 %) fazem com que na prática a garantia seja... vitalícia!
 
*Associado a um contrato de aluguer da bateria, beneficiando da dedução integral do IVA e incluído o incentivo do estado no valor de 2.250€.
 
** Associado a um contrato de aluguer de bateria, beneficiando do incentivo do estado no valor de 2250€ e com uma retoma e financiamento RCI Bank.
 
FOTOGRAFIAS EM: https://www.flickr.com/photos/renaultportugal/albums/72157692636351004

Tags:

Sobre nós

Comércio automóvel.

Subscrever

Media

Media