E se os mais pequenos pudessem pilotar drones? Restart dá a ajuda

“Drones4Teens” é dedicado a jovens entre os 13 e os 18 anos e permite desenvolver capacidades e competências práticas na operação de drones
 
Depois do curso “Operação de Drones para Captação de Imagens Aéreas”, o primeiro do género em Portugal lançado pela Restart – Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias, em maio do ano passado, o instituto volta a apostar numa formação dedicada a este tipo de aparelhos, desta vez destinada aos mais pequenos. No sábado, dia 19 de março, durante uma tarde, todos os jovens interessados em novas tecnologias vão ter a possibilidade de aprender sobre os Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs).
 
“Drones4Teens” tem como objetivo permitir que os participantes desenvolvam capacidades e competências práticas na operação de drones , com especial atenção à segurança, regras e procedimentos para uma utilização divertida e segura. Num primeiro momento, a formação vai incidir num simulador virtual para contacto com o controlo de VANTs. O segundo momento vai permitir que os jovens operem drones adequados às suas idades, em ambiente real.
 
O curso vai ser orientado por David Mota, fundador da SkyEye – empresa portuguesa especialista na captação de imagens aéreas e uma referência no setor a nível nacional – e responsável pelas formações com VANTs na Restart. João Torres, formador do instituto e operador profissional de drones com mais de 500 horas de voo, “fecha” a equipa docente de “Drones4Teens”. A formação aceita um máximo de 15 participantes, sendo que as inscrições já estão abertas e podem ser feitas através do e-mail info@restart.pt . O valor de inscrição é de 49 euros, mas caso se opte pelo pagamento de 79 euros, o instituto oferece um drone .
 
Drones : uma tecnologia que já faz parte da sociedade
Os VANTs são considerados uma tecnologia inovadora que irá, a curto prazo, mudar a maneira com os negócios são feitos. Estima-se que este mercado valerá em 2020, segundo dados do responsável da SkyEye, 23 mil milhões de dólares. Os drones já fazem parte da vida de vários cidadãos em todo o mundo e contribuem, entre outras funcionalidades, para a vigilância de fronteiras ou de florestas em período de incêndios, para o controlo de multidões em grandes eventos e para a cobertura de iniciativas por parte das cadeias televisivas, que já utilizam a tecnologia para captação de imagens aéreas sem recurso a helicópteros.

A Restart (Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias) é uma escola de formação profissional situada em Lisboa. O instituto foi criado, em 2003, como resposta à necessidade de instrução profissional de qualidade, no momento em que o ensino superior nacional não fazia um acompanhamento pedagógico totalmente direcinado para a integração no mercado de trabalho. Com uma aposta na formação profissionalizante e forte componente prática, a Restart é acreditada pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) e pela APCER (Associação Portuguesa de Certificação) pela norma ISO 9001:2008. A Restart oferece, atualmente, mais de 30 cursos, nas áreas de cinema, TV e vídeo, imagem, eventos, música e som,  new media  e comunicação.

Tags:

Sobre nós

Restart - Instituto de Criatividade e Novas Tecnologias é um centro de formação profissional nas áreas de: imagem, som, new media, comunicação e eventos.

Subscrever

Media

Media