Restart ensina como organizar grandes eventos musicais

Durante oito sábados, o instituto convida sete profissionais de topo para ajudar os amantes de música e eventos a explorarem a indústria musical
 
Costuma dizer-se que os festivais (de verão) são os reis dos eventos musicais em Portugal, mas, com a chegada deste novo ano, também se percebeu que o país ainda se consegue fascinar com os concertos a solo, com Adele, AC/DC e Justin Bieber a esgotarem os bilhetes em poucas horas. A partir do próximo sábado, dia 16 de janeiro, a Restart – Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias, em Lisboa, organiza um curso intensivo sobre a indústria musical para ensinar os interessados a fazerem a gestão de projetos e eventos musicais.
 
Durante 64 horas, divididas em oito dias, os estudantes e profissionais da área da música e de outras áreas de conteúdos ou gestão e marketing vão debruçar-se sobre quatro temas principais: management , edição, agenciamento e produção de espetáculos. De entre os vários módulos, o curso vai ensinar como construir uma carreira artística, como organizar a gravação de discos e concertos ao vivo, gerir a imagem e carreira do músico e até mesmo qual a melhor estratégia para fazer agenciamentos nacionais e internacionais.
 
A formação não descuida a parte financeira e, por isso, os interessados irão também aprender a controlar orçamentos e a fazer a gestão entre despesas e receitas na produção de espetáculos, showcases e tournées . O curso intensivo “Indústria Musical” decorre entre as 9h00 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 18h00, sempre ao sábado: dias 16, 23 e 30 de janeiro, 6, 13, 20 e 27 de fevereiro e 5 de março. As inscrições devem ser feitas através do e-mail info@restart.pt .
 
Nuno Chanoca, promotor em editoras discográficas multinacionais; Nuno Sampaio, produtor que trabalhou com Madredeus e Delfins e fundador da Ghute, agência que representa vários artistas nacionais; Luís Varatojo, músico, produtor e gestor de comunicação do grupo musical “ A Naifa”; e Luís Viegas, que foi administrador da empresa SMOG – Produções Culturais são os quatro “professores”. A formação vai receber ainda três produtores convidados: Carlos Seixas, Pedro Nunes e Paulo Gouveia.

A Restart (Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias) é uma escola de formação profissional situada em Lisboa. O instituto foi criado, em 2003, como resposta à necessidade de instrução profissional de qualidade, no momento em que o ensino superior nacional não fazia um acompanhamento pedagógico totalmente direcinado para a integração no mercado de trabalho. Com uma aposta na formação profissionalizante e forte componente prática, a Restart é acreditada pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) e pela APCER (Associação Portuguesa de Certificação) pela norma ISO 9001:2008. A Restart oferece, atualmente, mais de 30 cursos, nas áreas de cinema, TV e vídeo, imagem, eventos, música e som,  new media  e comunicação.

Tags:

Sobre nós

Restart - Instituto de Criatividade e Novas Tecnologias é um centro de formação profissional nas áreas de: imagem, som, new media, comunicação e eventos.

Subscrever

Media

Media