SEAT completa o melhor mês de maio da sua história

/         O fabricante automóvel vendeu mais 15,5%, chegando perto dos 50.000 automóveis 
/         Entre janeiro e maio, a SEAT comercializou 238.500 veículos
/         Alemanha, Espanha, Reino Unido, Itália e Argélia são os mercados que mais cresceram 
/         A SEAT reunirá a sua rede mundial de concessionários durante a próxima semana em Berlim 
 
A SEAT bateu novo recorde de vendas em maio. As entregas mundiais da marca automóvel cresceram 15,5% no último mês resultando num volume total de 49.200 veículos (2017: 42.600). Este valor supera o recorde registado em 2000 (48.400 unidades).
 
Nos cinco primeiros meses de 2018, a SEAT também alcançou um volume recorde, superando o maior valor de vendas da sua história, também de 2000 (229.600 veículos). Neste período, o construtor automóvel entregou 238.500 veículos em todo o mundo, 18,5% acima do registado entre janeiro e maio de 2017 (201.300).
 
Na opinião do Vice-presidente Comercial da SEAT, Wayne Griffiths, “as vendas de maio possibilitam que nos mantenhamos como uma das marcas com maior crescimento na Europa. Nos principais mercados europeus, os resultados crescem a um mínimo de 14%, e no caso de Itália este valor supera os 20%. Continuamos a crescer acima das previsões graças, sobretudo, ao sucesso do novo Arona, que se somou ao êxito do Ibiza, Leon e Ateca. A segunda metade do ano será exigente devido à nova norma de homologação WLTP, mas estamos a fazer o nosso melhor para manter o crescimento de vendas para o resto do ano”.
 
A forte tendência de subida da SEAT em 2018 sustenta-se no crescimento na maior parte dos mercados em que a marca opera, liderado por Espanha, onde vendeu, entre janeiro e maio, 50.400 automóveis (+14,3%). A SEAT lidera as matriculações com uma grande margem para os seus concorrentes, sendo o Leon e o Ibiza os modelos mais vendidos do mercado. A Alemanha também cresceu 19,3 %, correspondentes a 46.100 veículos, enquanto o Reino Unido também subiu 19%, com vendas de 29.400 veículos (+19,5%). As vendas da SEAT também dispararam em França (12.500; 14,8%) e Itália (10.700; 22,5%).
 
A Argélia é o mercado onde mais crescem as entregas da SEAT, principalmente pelo impulso da nova geração do Ibiza, que é montado localmente (10.700 veículos; 1.000 entre janeiro e maio de 2018). As vendas da marca também alcançam resultados sólidos em países como a Áustria (9.800; +25,7%), Bélgica (5.000; +36,5%), Portugal (4.500; +27,6%) e Países Baixos (4.200; +29,8%).
 
SEAT apresenta estratégia do futuro da rede mundial de distribuição
A SEAT reunirá entre os próximos dias 12 e 14 de junho, em Berlim, 2.400 importadores e investidores da rede global de distribuição. Neste evento, a SEAT apresentará a estratégia e os planos futuros a toda a rede mundial de concessionários, numa caminhada que este ano ficará marcada pelo lançamento do Tarraco, o novo SUV de até 7 lugares, e do CUPRA Ateca, no último trimestre do ano.

 
SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países. Em 2017, a SEAT obteve 281 milhões de euros de lucros depois de impostos e vendeu perto de 470.000 veículos.
 
O Grupo SEAT emprega 14.700 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, Leon e Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.
 
A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo impulsionarem a inovação do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

Tags:

Sobre nós

Empresa automóvel.

Subscrever

Media

Media