Vendas SEAT aumentam 23,3% em outubro

/          O fabricante automóvel entregou 40.200 veículos em outubro
/          Alemanha (+30,5%) e Espanha (+24,9%) lideram crescimento do último mês
/          Entre janeiro e outubro, as entregas chegaram às 400.000 unidades (+14,4%)
/          O novo crossover Arona já está nos concessionários
 
Martorell, 10/11/2017. – A SEAT atingiu, em outubro, o maior crescimento mensal de 2017. No passado mês, o construtor automóvel entregou 40.200 veículos, um aumento de 23,3% face a 2016 (32.600). Alemanha (+30,5%) e Espanha (+24,9%) foram os principais impulsionadores deste crescimento no mês de outubro, seguindo-se os resultados de países como a Turquia (+209,1%), Israel (+62,5%), Bélgica (+37,2%), Polónia (+36,5%), Suíça (+36.0%) ou a Suécia (+34,2%). 
 
Quando faltam apenas dois meses para o fecho de 2017, as entregas mundiais da SEAT subiram 14,4% entre janeiro e outubro. Neste período, a marca vendeu 395.100 veículos, mais 49.600 em relação ao período homólogo de 2016 (345.500).
 
Nas palavras do Vice-presidente Comercial da SEAT, Wayne Griffiths, “outubro foi um mês excelente que reflete a tendência positiva que estamos a viver desde o início do ano. É um crescimento muito sólido, especialmente graças ao Ibiza, Leon e Ateca, os pilares da marca, e aos quais se junta agora o novo Arona, que esperamos ajudar a manter esta tendência.
Além disto, o crescimento nas vendas está a conhecer um impacto muito representativo na quota de mercado da marca na maioria dos nossos mercados principais. A SEAT é, atualmente, uma das marcas com maior crescimento na Europa”.
 
As entregas mundiais da SEAT avançam a um grande ritmo de crescimento nos maiores mercados europeus da marca. Entre janeiro e outubro, a Alemanha (84.100 veículos; +13,6%), Espanha (81.200; +21,5%) e o Reino Unido (48.400; +19,5%) foram os países onde a marca mais automóveis vendeu. França (20.300; +13,0%), Áustria (15.200; +16,1%), Polónia (9.200; +22,8%) e Suíça (8.500; +35,3%) são outros dos mercados europeus com forte crescimento desde janeiro. A Turquia, o sexto país da SEAT em volume de vendas, cresceu 10,3% somando um total de 17.600 veículos até outubro.
 
A maior ofensiva de produto na história da SEAT prossegue agora com o novo crossover Arona. As primeiras unidades já começaram a ser entregues a clientes e deverão ajudar à tendência de crescimento de vendas da marca. O Arona junta-se assim ao Ateca, Leon e Ibiza, lançados nos últimos 18 meses. A SEAT ampliará a sua gama de produtos em 2018 com o lançamento de um SUV que terá até 7 lugares. O novo veículo chegará aos concessionários no último trimestre de 2018, segundo o previsto.
 
Ofensiva de produto impulsiona os lucros da SEAT
Os resultados financeiros da SEAT nos três primeiros trimestres de 2017 são um reflexo positivo do crescimento de vendas. Nos nove primeiros meses do ano, o lucro operativo da empresa subiu 12,3% face ao registado em igual período de 2016, chegando a um total de 154 milhões de euros, conseguidos com o maior volume de vendas e o aumento das margens de rentabilidade graças à venda de mais veículos de um segmento superior, como o Ateca, e de modelos mais equipados. Em resultado de tudo isto, a faturação cresceu 11,0% neste período, correspondentes a 7.255 milhões de euros.

SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando mais de 81% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países, através de uma rede de 1.700 concessionários. Em 2016, a SEAT teve um lucro operacional de 143 milhões de euros, o valor mais elevado da história da marca, e vendeu cerca de 410.000 unidades.
 
O Grupo SEAT emprega 14.500 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica, entre outros, os tão bem-sucedidos modelos Ibiza, Leon e Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.
 
A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo contribuírem como força impulsionadora de inovação, do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

Tags:

Sobre nós

Empresa automóvel.

Subscrever

Media

Media