Vendas SEAT sobem mais de 17% em agosto

/          SEAT entrega mais de 315.000 automóveis nos primeiros oito meses de 2017
/          Reino Unido, México, Áustria, Suíça, Turquia e Israel alcançam níveis recorde de vendas
/          O crossover Arona, o CUPRA R e o Ibiza TGI terão estreia no Salão de Frankfurt
 
Martorell, 07/09/2017. – A subida das vendas, na SEAT, não tirou férias. Durante agosto, o mês com menor volume de vendas do ano devido ao período de veraneio na maior parte dos mercados, a SEAT entregou 29.700 veículos, 17,3% acima do registado em agosto de 2016 (25.300). Com este crescimento, as vendas da SEAT entre janeiro e agosto subiram em 13,7%, alcançando um valor total de 315.100 veículos (2016: 277.100), mais 38.000 em comparação com o mesmo período do ano passado.
 
O Vice-presidente Comercial da SEAT, Wayne Griffiths, sublinhou que “agosto foi um mês positivo, contribuindo para a continuação da consolidação do crescimento acumulado durante o ano e também para a nossa posição como uma das marcas que mais cresceram na Europa”. Griffiths acrescenta ainda: “Na próxima semana iniciaremos as vendas do Arona, o nosso segundo SUV, e acreditamos que seguirá a mesma tendência positiva do Ateca. Cada vez mais clientes compram SUV e o Arona, como o Ateca, aspira ser um dos veículos referenciais no seu segmento”.
 
Entre janeiro e agosto, Espanha, onde a SEAT se mantém como a marca líder de mercado, liderou o número de entregas com 66.900 veículos (+20,4%). As vendas na Alemanha também cresceram a dois dígitos, depois da entrega de 8.600 veículos em agosto, subindo 11,9% no acumulado do ano para 65.100 automóveis. O Reino Unido completa o pódio dos mercados SEAT continuando a crescer mais de 20% (35.800 unidades; +21,3%). O Reino Unido é, precisamente, um dos países onde as vendas SEAT, até agosto, alcançaram valores históricos. O México (17.200 veículos; +4,5%), Turquia (14.800; +5,0%), Áustria (12.300; +17,8%), Suíça (6.800; +41,0%) e Israel (6.800; +6,7%) também registaram recordes de vendas até agosto. Em Portugal, a marca regista igualmente um crescimento nas vendas.
 
Ofensiva de produto muda-se para Frankfurt
A SEAT desembarcará na próxima semana no Salão Automóvel de Frankfurt com a estreia mundial do Arona, o mais recente modelo da marca na maior ofensiva de produto da sua história, no seguimento do Ateca, Leon e Ibiza, lançados nos últimos 18 meses. Em complemento, a SEAT também apresentará em Frankfurt o exclusivo Leon CUPRA R, uma edição limitada do modelo mais potente da marca vendida em apenas 799 unidades, que serão comercializadas no final de 2017; e o novo Ibiza 1.0 TGI, a versão de gás natural comprimido do ícone SEAT. O Ibiza TGI será o terceiro modelo da SEAT propulsionado com GNC, depois do Leon e do Mii. Em 2018, o SEAT Arona TGI juntar-se-á à gama de modelos de gás natural da SEAT.

SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando mais de 81% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países, através de uma rede de 1.700 concessionários. Em 2016, a SEAT teve um lucro operacional de 143 milhões de euros, o valor mais elevado da história da marca, e vendeu cerca de 410.000 unidades.
 
O Grupo SEAT emprega 14.500 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica, entre outros, os tão bem-sucedidos modelos Ibiza e Leon. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.
 
A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo contribuírem como força impulsionadora de inovação, do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

Tags:

Sobre nós

Empresa automóvel.

Subscrever

Media

Media