Terrorismo e Fraude Alimentar em debate

A SGS Portugal está a promover o Seminário "Terrorismo e Fraude Alimentar"  que terá duas sessões, uma em Lisboa, no dia 4 de julho e outra em Vila Nova de Famalicão, no dia 5 de julho.

Organizado pela SGS em parceria com a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, com a FIPA - Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares e com a Revista TecnoAlimentar, este seminário está centrado na defesa alimentar, abordando vários aspetos desta temática, como as vulnerabilidades do setor alimentar, a certificação do produto e as medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de adulteração dos alimentos. 

Estes assuntos serão discutidos por um vasto painel de oradores constituído por especialistas da indústria e por representantes das entidades oficiais da  ASAE e do Observatório do Terrorismo. 

Nestas sessões será ainda apresentado o livro " Food Defense - Sistemas de Gestão contra o terrorismo alimentar"   de Paula Severino e Domingos Almeida, seguindo-se um momento de networking com os autores.  

As inscrições para o Seminário são gratuitas, porém, obrigatórias. 

Tags:

Sobre nós

A SGS é líder mundial em inspeção, verificação, testes e certificação. Presente em 140 países, a SGS opera em mais de 1650 escritórios e laboratórios, contando com 80.000 colaboradores em todo o mundo. Fundada em França, em 1878, pelo lituano Henri Goldstück, a SGS está sedeada na Suíça. Em Portugal desde 1922, hoje tem total cobertura nacional através de 8 escritórios, que incluem Açores e Madeira.

Subscrever

Media

Media