Detetor de espaços de estacionamento

  • Empresa pretende facilitar a vida dos condutores de automóveis que procuram estacionamento nos centros das cidades
  • Sensores monitorizam áreas de estacionamento e avisam quais os espaços livres
  • Congestionamentos vão deixar de estar relacionados com a procura de estacionamento
Para que as horas passadas no carro, às voltas à procura de estacionamento, cheguem ao fim, a Siemens e os seus parceiros lançaram, em Berlim, o primeiro projeto-piloto do mundo que visa simplificar a procura de um espaço de estacionamento. A empresa instalou, para fins de teste e demonstração, sensores-radar em postes de iluminação de rua, que fornecem informações sobre a ocupação dos espaços para estacionamento. A rede de sensores instalada analisa uma área superior a 30 metros, que equivale a entre cinco a oito espaços de estacionamento.
 
"Graças ao nosso sistema, a procura por um lugar de estacionamento, que por vezes é stressante, pode agora ser feita de uma forma consideravelmente mais fácil, visto que a informação sobre os lugares de estacionamento disponíveis pode ser transmitida aos condutores, antes mesmo de estes iniciarem a sua viagem", afirma Jochen Eickholt, CEO da Divisão Mobility da Siemens. Os resultados deste piloto estarão disponíveis em 2016 e deverão comprovar que, reduzindo o trânsito provocado pela procura de estacionamento, o sistema pode ajudar a diminuir as emissões de CO 2 .
 
No âmbito do projeto de investigação City2.e 2.0, a Siemens está a demonstrar, através deste projeto-piloto, uma forma mais rápida de encontrar estacionamento junto aos passeios da conhecida rua Bundesallee, em Berlim, em cooperação com o Departamento do Senado do Desenvolvimento Urbano e Ambiental de Berlim (SenStadtUm), o VMZ Betreibergesellschaft mbH, o Instituto para a Proteção do Clima, Energia e Mobilidade (IKEM) e o Centro de Inovação Robótica do Centro de Pesquisa Alemão de Inteligência Artificial (DFKI).
 
Enviamos mais informação em anexo.

Tags:

Sobre nós

Comercializacao de electrodomesticos, tecnologia e gadgets.

Subscrever

Media

Media