Presidente da Siemens AG visita filial portuguesa

A “Visão 2020”, a nova visão da empresa, e os mercados foco foram
alguns dos temas abordados nesta visita.
Bom desempenho da filial portuguesa no Grupo trouxe Kaeser a Portugal a um mês de cumprir um ano à frente da presidência da multinacional Visita de Joe Kaeser à Siemens Portugal integra-se numa road tour que inclui paragens nos 30 Lead Countries do Grupo a nível mundial

A cerca de um mês de perfazer um ano à frente da presidência da Siemens, o presidente da multinacional alemã, Joe Kaeser, esteve hoje no nosso País, de visita à filial portuguesa no âmbito de uma road tour que inclui paragens nos 30 Lead Countries do Grupo a nível mundial, responsáveis no seu conjunto por 85% da faturação da empresa.
A Visão 2020, que implica o foco da empresa, para além da eletrificação, também nas áreas da automação e digitalização, foi um dos temas que Kaeser abordou durante o seu encontro com cerca de 2000 colaboradores da subsidiária portuguesa. Estas são as áreas de crescimento nas quais a empresa identifica maior potencial a longo prazo, e para as quais está a orientar os seus recursos. Foram inclusivamente já anunciadas medidas concretas nesta direção, que incluem processos de fusão e aquisição, como a que aconteceu recentemente com a área de energia da Rolls Royce, a criação de uma joint venture na área das Tecnologias de Metais, ou a retenção do negócio de tratamento de bagagem para aeroportos.
“A visita do presidente da Siemens à filial portuguesa é para nós muito gratificante. Com
este encontro reforçamos o papel de Portugal na estratégia do Grupo”, sublinhou o Administrador Delegado da Siemens Portugal, Carlos Melo Ribeiro. Esta visita foi também motivada pelo desempenho que a Siemens Portugal tem demonstrado, não só através da gestão de 14 centros mundiais de operações, prestando serviços a 190 países em cinco continentes, assim como no desenvolvimento do negócio da empresa em Angola e Moçambique.

Siemens Press Release
Nos últimos anos a filial portuguesa tem apoiado a implementação de projetos da congénere angolana nas áreas da indústria, energia, infraestruturas e saúde. A título de exemplo, em parceria com a EDEL, foi responsável pela simulação virtual da rede elétrica da cidade de Luanda, de forma a identificar concretamente os pontos de melhoria do sistema e permitir a sua expansão, de forma a dar resposta ao crescimento acelerado que a capital angolana tem vindo a registar nos últimos anos.
Já em Moçambique, nomeadamente no que respeita às infraestruturas ferroviárias e instala-ção de equipamentos para automação e eletrificação, a Siemens tem também levado a cabo algumas intervenções. Um dos projetos executados naquele País passa pela instalação de sistemas de sinalização e controlo na linha ferroviária entre Nacala e Moatize, numa exten-são de 912 quilómetros, que vai permitir o transporte de carvão dentro do território já no outono de 2014.
De relembrar que a Siemens Portugal é responsável pelo desenvolvimento do negócio da empresa em Angola e Moçambique. Estes países são particularmente interessantes para a área de atividade da Siemens e para as soluções e competências que integram o seu porte-fólio, dado o seu enorme potencial de crescimento nos setores das infraestruturas, transpor-tes, aeroportos, portos, controlo de tráfego, centrais hidroelétricas, transporte e distribuição de energia, água, tratamento de resíduos, edifício de serviços e outras indústrias viradas para a sustentabilidade.

Tags:

Sobre nós

Comercializacao de electrodomesticos, tecnologia e gadgets.

Subscrever