Siemens desenvolve “supercérebro” para carros elétricos

? Tecnologia pretende transformar a arquitetura eletrónica de um carro e permitir o acesso centra-lizado a todos os sensores do veículo
? A nova tecnologia será apresentada até ao final de 2014 num projeto de cerca de € 20 milhões
? Dois protótipos a apresentar em 2014

A Siemens está a desenvolver uma tecnologia que pretende transformar os carros elétricos em ‘com-putadores móveis’ controlados por um computador central que funciona como um “supercérebro”. Este projeto é mais um passo no caminho do futuro, assente em digitalização, que promete revolucio-nar e simplificar a arquitetura eletrónica dos carros no futuro possibilitando o acesso a todos os sen-sores do veículo.
Num projeto designado por ‘RACE’ (Robust and Reliant Automotive Computing Environment for Futu-re eCars), desenvolvido pelo departamento central de investigação da Siemens e o fabricante de veí-culos elétricos StreetScooter, estão a ser desenvolvidos e testados novos conceitos neste domínio.
O objetivo do projeto RACE é simplificar substancialmente a arquitetura eletrónica, cada vez mais complexa, dos automóveis. Atualmente, um veículo de gama média pode incorporar mais de 70 si s-temas de comando diferentes, os quais estão todos ligados em rede entre si . Além disso, existem milhares de subfunções que são executadas e que comunicam com estes sistemas de comando. No projeto RACE, pelo contrário, os veículos são comandados por uma arquitetura de computação cen-tralizada. A abordagem é semelhante aos sistemas fly-by-wire e a outras tecnologias que se utilizam nos aviões de hoje. Uma arquitetura de software uniforme permitiria criar rápida e facilmente novas funções. Além disso, as funções de software poderiam ser enviadas para os veículos tal como se faz com os telefones inteligentes e incluiriam tanto software de infotainment , como funções críticas de segurança tais como sistemas de assistência ao condutor. A tecnologia RACE também torna a con-dução autónoma muito mais simples, além de permitir que fabricantes de veículos em lotes especial-mente pequenos, possam satisfazer, de forma rápida e flexível, os desejos dos clientes. Siemens Press Release
Page 2/3
 
No final de 2014 os parceiros deverão apresentar uma descrição teórica do hardware , software , esquema do sistema e integração de sensores, bem como dois protótipos do conceito desenvolvido. Um primeiro protótipo deverá mostrar a ‘Evolução’, ou seja, a transição da arquitetura atual para a futura e um segundo protótipo mostrará a ‘Revolução’ – uma arquitetura totalmente nova desenvolvida de raiz e implementada num veículo.
"Estamos certos de que a tecnologia RACE tem um enorme potencial, que poderá revolucionar o design dos automóveis do futuro", afirma o Professor Armin Schnettler, que coordena o projeto no departamento Corporate Technology, o centro de investigação da Siemens. "Contamos que no futuro seja utilizado hardware normalizado e aplicações flexíveis, o que reduzirá significativamente o tempo de desenvolvimento, permitindo ao mesmo tempo aumentar a personalização — não só na indústria automóvel como noutras áreas também." A StreetScooter espera que a tecnologia RACE ajude a desenvolver e a adaptar de forma rápida, flexível e económica novas funções para os seus carros.
A Siemens é líder do consórcio do projeto de investigação que integra ainda diversos parceiros aca-démicos, projeto que é também financiado pelo Ministério Federal de Economia e Energia alemão. O projeto conta ainda com parceiros como a AVL Software and Functions GmbH, fortiss GmbH, Socie-dade Fraunhofer, TRW Automotive, RWTH Aachen, TU Munique e a Universidade de Estudgarda. Com um custo de aproximadamente 20 milhões de euros, foi lançado em 2012 e decorrerá até ao final de 2014.
I&D da Siemens permite nível record de patentes
O investimento global da Siemens em Investigação & Desenvolvimento (I&D) aumentou para 4,3 mil milhões de euros no ano fiscal de 2013, representando 5,7 por cento das receitas. Este investimento levou a que o número de patentes detidas pela Siemens tivesse atingido um nível recorde, com o núme-ro de registos concedidos para as áreas de operações em curso a aumentar para 60.000.
Em Portugal, a Siemens tem, todos os anos, dezenas de colaboradores envolvidos em projetos de Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI) e investe mais de um milhão de euros nesta área, tendo fomentado mais de 70 parcerias com instituições académicas, científicas e industriais de Portugal. Estas parcerias já ajudaram a promover mais de 100 projetos de IDI, alguns dos quais desenvolvidos por estudantes de Mestrado, Doutoramento e Pós-Doutoramento e investigadores com Bolsas de Investigação.
Sobre a Siemens AG
A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma 'powerhouse' global no campo da engenharia eletrónica e eletrotécnica e opera nos sectores da indústria, da energia e da saúde, fornecendo igualmente soluções para infraestruturas - essencialmente para cidades e áreas metropolitanas. Há mais de 165 anos que a Siemens é um símbolo de exce- Siemens Press Release
Page 3/3
 
lência tecnológica, inovação, qualidade, fiabilidade e internacionalidade. A empresa é um dos maiores fornecedores mundiais de tecnologias ambientais. Cerca de 43% das suas receitas é proveniente de produtos e soluções “verdes”. No ano fiscal de 2013, que terminou a 30 de Setembro de 2013, as receitas provenientes das unidades operacionais em continuação totalizaram €75,9 mil milhões, enquanto o lucro líquido atingiu os €4.2 mil milhões. No final de Setembro de 2013, a Siemens empregava cerca de 362 mil colaboradores em todo o mundo, no decurso das ativi-dades das suas unidades operacionais em continuação.
Sobre a Siemens S.A.
A Siemens está em Portugal há 109 anos, sendo líder no fornecimento de soluções de engenharia nos secto-res de Indústria, Energia, Saúde e Infraestruturas & Cidades. Empregando cerca de 2.500 profissionais e com numerosas parcerias com o meio académico, a empresa desempenha um papel ativo no desenvolvimento económico do país. A Siemens detém em Portugal 14 centros de competências mundiais nas áreas da ener-gia, infraestruturas, saúde, tecnologias de informação e serviços partilhados. Para mais informação, por favor consulte www.siemens.pt
 

Tags:

Sobre nós

Comercializacao de electrodomesticos, tecnologia e gadgets.

Subscrever

Media

Media