César Mourão e Nuno Markl ajudam a quebrar mitos sobre a reciclagem em nova campanha da Sociedade Ponto Verde

Lisboa, 12 de março de 2014: É preciso lavar as embalagens antes de as colocar no ecoponto? A reciclagem causa desemprego? Depois de recolhidos no ecoponto, as embalagens usadas voltam a ser misturadas dentro do camião? Há ecopontos suficientes? A Sociedade Ponto Verde, com a ajuda dos humoristas César Mourão e Nuno Markl, vai ajudar a esclarecer estas e outras dúvidas através da sua nova campanha “Recicla Mitos”.
 
Constituída por quatro filmes de 1 minuto e meio, a “Recicla Mitos” chega às salas de cinema, à televisão (AXN, TVCine e TVSeries) e à Internet (site, facebook e canal youtube da Sociedade Ponto Verde), no próximo dia 12 de março. César Mourão e Nuno Markl são os protagonistas de quatro episódios que visam desmistificar alguns mitos associados à reciclagem de resíduos de embalagens. Os humoristas aparecem de rompante junto de pessoas comuns, em situações do dia-a-dia, explicando o que acontece às embalagens usadas que separamos em nossas casas e os benefícios de fazer a separação das mesmas.
 
Do mesmo realizador da série televisiva “Sal”, Telmo Martins, os quatro filmes pretendem desmistificar a ideia de que os resíduos depositados nos ecopontos são misturados no camião que os transporta até aos centros de recolha e triagem; explicar que a reciclagem não é causadora de desemprego, mas antes geradora de postos de trabalho; tirar dúvidas sobre gestos de reciclagem; e, por último, esclarecer sobre a presença de ecopontos disponibilizados em território nacional.
 
«Em 2014 as embalagens usadas enviadas para reciclagem atingiram o valor mais elevado de sempre. A Sociedade Ponto Verde encaminhou para reciclagem 419 mil toneladas de embalagens recuperadas no fluxo urbano. Os resultados alcançados são o resultado do empenho de todos os parceiros do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens e da população portuguesa que, fruto das campanhas de sensibilização desenvolvidas ao longo dos últimos anos, desempenharam um papel crucial para que a reciclagem crescesse em Portugal. Certamente que esta será mais uma campanha que ficará na memória de todos e que irá remover algumas barreiras a quem ainda tem dúvidas quanto à reciclagem» , sublinha Luís Veiga Martins, Diretor Geral da Sociedade Ponto Verde.
 
«Suponho que um dos sinais da eficácia de uma campanha é quando as primeiras pessoas a aprender alguma coisa com ela são as que a fazem. Fazer estes filmes com o César foi imoralmente divertido, mas para além disso senti-me muito mais alerta para algumas questões ligadas a um tema que importa a todos, o da reciclagem. Espero que toda a gente se divirta também a ver e que desfaça alguns mitos teimosos sobre o assunto», salienta Nuno Markl.

«Espero que ter participado nesta campanha de sensibilização e esclarecimento dos mitos ajude cada vez mais a que as pessoas reciclem não só o lixo como a sua mentalidade» , refere César Mourão.
 
Para além das salas dos cinemas NOS, os filmes poderão ser vistos no AXN, TV Cine 1,2,3, e 4 e TV Series, no Facebook, no Canal Youtube e no site da Sociedade Ponto Verde. (Ficha técnica em baixo).
 
Os mitos que estão na base dos filmes foram selecionados a partir de algumas das dúvidas levantadas pela população no âmbito da Missão Reciclar, a maior iniciativa de sensibilização para a reciclagem de embalagens alguma vez realizada em Portugal.
 
Desde Dezembro de 2013, a equipa da Missão Reciclar já bateu à porta de 1,5 milhões de lares de norte a sul do País, falou com mais de 280 mil pessoas e equipou 235 mil lares com ecopontos domésticos. A ação tem sido desenvolvida pela Sociedade Ponto Verde em coordenação com os Municípios e os Sistemas Municipais, proporcionando as condições para que um número cada vez maior de portugueses possa separar e encaminhar os seus resíduos de embalagem para reciclagem.
 
Sinopses dos episódios
 
Episódio 1: «NÓS SEPARAMOS E ELES MISTURAM TUDO»

  • Objetivo : desmistificar a ideia de que os resíduos depositados nos diferentes ecopontos (verde, amarelo e azul) são misturados no camião que os transporta até aos centros de recolha e triagem.
  • A realidade : existe um tipo de camião que recolhe os resíduos de embalagens do ecoponto amarelo e azul, cujo interior está bi-compartimentado.
 
Episódio 2: «DEVO LAVAR AS EMBALAGENS ANTES DE AS COLOCAR NO ECOPONTO?»
  • Objetivo : tirar dúvidas sobre gestos de reciclagem.
  • A realidade : não é necessário, nem se deve, lavar embalagens antes de as depositar nos ecopontos para não desperdiçar água. Basta escorrer bem as embalagens, espalmá-las e colocá-las no ecoponto correspondente.
 
Episódio 3: «PARA QUÊ SEPARAR AS EMBALAGENS SE JÁ PAGO NA FATURA DA ÁGUA PARA A GESTÃO DOS RESÍDUOS?
  • Objetivo : desmistificar a ideia de que a reciclagem causa desemprego.
  • A realidade: são mais de 2.400 os empregos diretos associados à gestão de resíduos de embalagens no âmbito do Sistema Ponto Verde, responsável por 71 milhões de euros no PIB. Não separar os resíduos de embalagem, para além de ser prejudicial para o ambiente, geraria um decréscimo do PIB e a perda destes postos de trabalho.
 
 
Episódio 4: «NÃO HÁ ECOPONTOS SUFICIENTES»
  • Objetivo: esclarecer sobre a presença de ecopontos disponibilizados em território nacional.
  • A realidade : São mais de 41.000 ecopontos em todo o país. Há um ecoponto por cada 250 habitantes. A cobertura do território nacional é hoje de 100%.
 
 
Ficha Técnica
Promotor: Sociedade Ponto Verde
Elenco: César Mourão e Nuno Markl
Produtora: Lobby Productions
Realizador: Telmo Martins
Prod.Executiva: Orlandina Veiros
Diretor de Produção: João Feitor
Assistentes de Produção: Lília Varejão, Luís Dias
Argumento: César Mourão e Nuno Markl
Diretor de Fotografia: Pedro Azevedo
1º Assistente de Imagem: Manuel Barros
Diretor de Som: Sérgio Silva
Edição: Telmo Martins
Pós-produção Áudio:  João Gazua
1ª Assistente de realização: Humberto Rocha
Maquilhagem, caracterização e cabelos: Elisabete Gameiro
Efeitos visuais: Luís Dias
Design Gráfico: Telmo Martins
Anotador: Lília Varejão
 
 
 
Sobre a Sociedade Ponto Verde
A Sociedade Ponto Verde é uma instituição privada sem fins lucrativos que tem por missão organizar e gerir a retoma e valorização de resíduos de embalagens, através da implementação do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE), mais conhecido como " Sistema Ponto Verde ". Promover a sensibilização e educação ambiental junto dos portugueses é um dos grandes objetivos da Sociedade Ponto Verde.
 
 
 

Tags:

Sobre nós

Entidade privada, sem fins lucrativos, fundada em Novembro de 1996 que visa, e está licenciada, para gerir e promover a selecção, recolha e reciclagem de embalagens em Portugal.

Subscrever