Exposição “Do Sintoma Indelével”

O Silo-Espaço Cultural do NorteShopping inaugura dia 16 de junho a exposição “Do Sintoma Indelével” de Ludgero Almeida. A exposição vai estar aberta ao público, com entrada gratuita, até 15 de julho.

Desde 2012 que o Silo-Espaço Cultural tem vindo a apoiar a criação e divulgação do trabalho de novos artistas. A programação de 2018 já contou com várias exposições, entre elas “Siza-Uma Casa Habitada” a história de uma casa de Siza Vieira contada em fotografias de Luís Ferreira Alves.

Nesta mostra Ludgero Almeida traz uma série de pinturas produzidas entre 2015 e 2018 em Portugal no Brasil. O seu trabalho caracteriza-se por um estudo particular sobre o universo fotográfico, das relações possíveis da imagem com temáticas como o absurdo, o mito e o ritual, o sagrado e o profano, entre outras. O estudo transporta-o para a pintura, onde as figuras e o seu psicológico ganham contornos obsessivos e controversos.

Segundo Nuno Malheiro Sarmento: “As obras nascem de uma investigação que monta e desmonta os enunciados históricos – a partir de memórias fotográficas e elementos obliterados de ambos os países, particularmente centrando-se em arquivos das ditaduras e da colonização. É através da pintura que o conjunto de memórias nas quais o artista se concentra volta a surgir como sintomas, como elementos arqueológicos”. São imagens “profusamente cruzadas por interpretações, olhares e fricções produtivas e subjetivas, que não só relativizam a factualidade, como também a ressignificam”.

A exposição “Do Sintoma Indelével” recupera o lugar de uma “narratividade subalterna, de um passado que teimosamente se marginaliza nos discursos, nas práticas e demasiadas vezes na história. Ao utilizar ferramentas que remodelam, apagam, delimitam, estas pinturas poderiam de algum modo censurar as imagens, mas inversamente lhes atribuem uma visibilidade, um novo ensejo” acrescenta ainda Nuno Malheiro Sarmento.

Com entrada gratuita, a exposição pode ser visitada no Silo-Espaço Cultural do NorteShopping (junto ao Parque Infantil, no Piso 0), de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 20h00 e aos fins de semana das 12h30 às 22h00, de 17 a 20 de junho e de 22 de junho a 15 de julho. De referir que, excecionalmente, no dia 21 de junho o Silo-Espaço Cultural vai receber Mário Laginha numa actuação intimista e exclusiva inserida na iniciativa dos Jazz Moments do NorteShopping, não sendo por isso possível visitar a exposição neste dia.

As exposições no Silo-Espaço Cultural inserem-se na Política de Arte Pública da Sonae Sierra, a qual se propõe fomentar a criação artística e respetiva apresentação às comunidades locais, reconhecendo que as mostras de Arte induzem efeitos positivos a quem as contempla e usufrui da sua presença.

Tags:

Sobre nós

Especialista internacional em centros comerciais.

Subscrever

Media

Media