Paula Rego assinala 7ª edição do projeto “A Arte chegou ao Colombo”

No âmbito do projeto “A Arte chegou ao Colombo” , e dando continuidade a um conjunto de iniciativas de homenagem que se iniciará no país, a partir de 4 abril, o Centro Colombo escolheu, para assinalar a 7ª edição desta sua iniciativa cultural, a artista contemporânea Paula Rego , um talento mundialmente conhecido pela riqueza e notoriedade artística e cujos trabalhos irão surpreender, a partir de junho , todos aqueles que visitarem este espaço.

Tendo iniciado este projeto cultural com artistas nacionais, o Centro Colombo volta, em 2017, a apostar num nome nacional conhecido do grande público, trazendo assim – e pela primeira vez - o trabalho de uma das artistas portuguesas contemporâneas mais conhecidas a nível mundial, a um espaço que é acessível a todos. Será uma exposição dedicada às “Estórias” e “Contos” de Paula Rego que marcaram a sua vida e o seu percurso artístico, em que uma das obras mais significativas da artista – “Fada Azul e Pinóquio” – será dada a conhecer, em exclusivo, na mostra que o Centro Colombo terá patente ao público, a partir de junho. Esta Exposição conta com o apoio da Casa das Histórias Paula Rego e da Fundação D. Luís I.

A iniciativa “A Arte chegou ao Colombo” foi lançada em 2011 e contou, no primeiro ano de arranque, com a parceria do Museu Coleção Berardo na exposição dos trabalhos de quatro artistas nacionais – Joana Vasconcelos, Miguel Palma, Susana Anágua e Isaque Pinheiro. Seguiram-se depois o MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga (2012), a Exposição “Andy Warhol – Icons” (2013), a instalação interativa “The Pool” da artista norte-americana Jen Lewin (2014) e a “A Divina Comédia de Salvador Dalí” (2015). No ano passado, a iniciativa recebeu a Exposição Terry O’Neill – “Faces of the Stars” .

Em anexo, enviamos comunicado de imprensa com mais informação de apoio sobre o tema.

Tags:

Sobre nós

Especialista internacional em centros comerciais.

Subscrever

Media

Media