Finalistas do Prémio Sonae Media Art em Exposição no Museu do Chiado

Exposição com obras inéditas desenvolvidas pelos artistas finalistas do maior prémio nacional de arte na área dos novos media, promovida pela Sonae e pelo Museu do Chiado, abre ao público este sábado, 21 de novembro
 
A Sonae, em parceria com o Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, abrem ao público, este sábado, a exposição das obras finalistas do Sonae Media Art, o maior prémio nacional de arte na área dos novos media.

O Prémio Sonae Media Art é bienal e atribui um montante de € 40.000 ao artista vencedor. Esta iniciativa integra o acordo de mecenato celebrado entre a Sonae e o MNAC-MC e enquadra-se na política de responsabilidade corporativa da Sonae, que procura promover a criatividade e a inovação, estimular novas tendências e aproximar a sociedade à arte, nomeadamente através de manifestações culturais de relevo que permitam experiências enriquecedoras de desenvolvimento pessoal e coletivo.

Diogo Evangelista, Tatiana Macedo, Rui Penha e Patrícia Portela, bem como o coletivo Musa paradisíaca composto por Miguel Ferrão e Eduardo Guerra, foram selecionados entre mais de uma centena e meia de candidaturas e receberam uma bolsa de € 5.000 para desenvolverem obras inéditas em exclusivo para o prémio Sonae Media Art. O seu trabalho vai agora estar patente ao público, no Museu do Chiado, até ao próximo dia 31 de janeiro.

Vencedor conhecido a 11 de dezembro

O vencedor do Prémio Sonae Media Art será escolhido entre os cinco finalistas, através de uma avaliação das obras em exposição. O júri de premiação será constituído por: Lori Zippay (diretora executiva da Electronic Arts Intermix em Nova Iorque), Marco Martins (cineasta) e João Silvério (curador de arte contemporânea). A decisão sobre o vencedor será anunciada a 11 de dezembro de 2015.

O Júri privilegiará os trabalhos em linguagem multimédia, dando particular relevo às dinâmicas interdisciplinares das obras apresentadas a concurso que têm correspondência e corroboram a sua coerência nos percursos artísticos dos cinco finalistas, que reúnem as condições de qualidade artística e concetual, inovação de projeto e capacidade interdisciplinar no entendimento do conceito media art .

Obras inéditas questionam limites da arte

O Prémio Sonae Media Art vem promover espaços de experimentação e incentivar o surgimento de novos conceitos na área da media arte, cuja versatilidade e qualidade têm vindo a ser consistentes com as principais linhas de atuação dos mais influentes centros de arte internacionais, distinguindo os artistas cujo trabalho incide sobre o multimédia como suporte e/ou tema, quer de uma forma exploratória e inovadora, quer sob um ponto de vista crítico e histórico. O prémio abrange as formas de criação contemporânea que vão desde a imagem ao som, incluindo a exploração do media vídeo, computação, som e mixed-media, em que outras formas de arte como a performance, a dança, o cinema, o teatro ou a literatura poderão ser incorporadas, afirmando-se como o mais importante prémio de arte no contexto nacional.

Os cinco artistas finalistas da primeira edição do Prémio Sonae Media Art apresentam um conjunto de obras inéditas onde se destaca a diversidade e a complexidade de linguagens artísticas que o conceito de media art envolve.

Através dos cinco projetos finalistas, são questionados os limites percetivos da arte, colocando conceitos como a interatividade, o carater performativo e imersivo, em destaque na formulação do diálogo com o espetador. Estes projetos refletem também sobre os tradicionais limites da ciência e da arte, e dos papéis do artista e do espectador, diante de um novo mapa artístico em que a comunicação será também ela forjada numa crescente virtualidade.

(comunicado integral em anexo)

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever

Media

Media