FINOV JUNTA MAIS DE 600 PESSOAS PARA DEBATER INOVAÇÃO E DISTINGUE PROJETOS DAS EMPRESAS SONAE

Especialistas nacionais e internacionais vão debater de que forma a inovação pode contribuir para o desenvolvimento económico e social de Portugal e das suas empresas. Entre os oradores está Dan Ariely, professor de Psicologia e Economia Comportamental da Duke University, que desafia as leis económicas com questões simples sobre o comportamento das pessoas.

A cidade do Porto vai receber mais de 600 pessoas no FINOV - Fórum de Inovação das Empresas Sonae para discutir o papel da inovação no crescimento económico e no desenvolvimento das empresas e organizações. A conferência, que se realiza no próximo dia 5 de novembro na Alfândega do Porto, reunirá especialistas nacionais e internacionais, entre os quais Dan Ariely, professor de Psicologia e Economia Comportamental da Duke University e um dos mais irreverentes economistas comportamentais da atualidade.

Sob o tema ‘Igniting the Future’, a edição de 2013 do FINOV reúne parceiros de negócio, representantes de universidades e grupos de investigação, convidados institucionais e colaboradores das Empresas Sonae em torno de um objetivo comum: inovar para criar mais valor para todos e construir um futuro próspero.

A inovação é a solução estrutural para ultrapassar os constrangimentos que o País e muitas empresas enfrentam, permitindo abrir novos caminhos de desenvolvimento económico e social e reforçando a criação de valor e riqueza a longo prazo. O FINOV pretende contribuir para um debate aberto e cooperativo para a implementação de uma política de inovação transversal, que una empresas, universidades, organizações e Estado na procura de um futuro melhor.

As Empresas Sonae têm vindo a reforçar a sua aposta na inovação, o que tem contribuído para o lançamento de novos produtos e a abertura de novos mercados, bem como para obter ganhos de eficiência que se traduzem numa maior competitividade a nível nacional e internacional, com melhores preços e soluções para os clientes.

O trabalho desenvolvido estará patente no FINCO´13 através de uma mostra de projetos - o FINOV Hub - que dará a conhecer as mais recentes inovações desenvolvidas pelas Empresas Sonae, bem como pelos seus parceiros, entre os quais os apoiantes do evento: Microsoft, Fujitsu, Huawei, Samsung, Noesis, Roff, Ericsson, CBE, Decunify, HP, Deloitte, SAP e Return on Ideas.

Distinguir projetos inovadores: Sonae Companies Innovation Awards

O FINOV’13 vai acolher a entrega dos Sonae Companies Innovation Awards, prémios de mérito que distinguem projetos de inovação desenvolvidos nas Empresas Sonae e que têm um impacto significativo no negócio ou na organização.

As Empresas Sonae apostam numa estratégia de inovação aberta, envolvendo os públicos internos, mas também parceiros de negócio, universidades, outros players e empresas dos mais variados setores de atividade. Em resultado desta aposta e das iniciativas de inovação implementadas, no último ano, foram desenvolvidos novos produtos, soluções e serviços, bem como novos processos e modelos de negócio, contribuindo para uma maior dinâmica comercial e ganhos de eficiência que fazem das Empresas Sonae referências nos seus setores de atividade. Os melhores projetos são agora candidatos aos Sonae Companies Innovation Awards, que reconhecerão um projeto vencedor em cada área de negócio.

Em paralelo, será atribuído o Chairman’s Award, prémio atribuído pelo Eng.º Belmiro de Azevedo, Chairman das Empresas Sonae, e que distingue uma inovação entre as centenas desenvolvidas ao longo do último ano.

Dan Ariely abre novos caminhos para a teoria económica

Dan Ariely é professor de Psicologia e Economia Comportamental na Duke University e fundador do “The Center for Advanced Hindsight”. Americano de origem israelita, nasceu em Nova Iorque em 1967 e a sua vida foi marcada por um acidente que o levou a olhar para a vida de maneira diferente, questionando as teorias económicas sobre a racionalidade humana e os processos de decisão.

“Apesar das nossas melhores intenções, por que motivo falhamos frequentemente em agir de acordo com os nossos interesses? Por que motivo prometemos não comer um bolo de chocolate se cedemos à tentação assim que os tabuleiros das sobremesas aparecem na mesa? Por que tendemos a sobrestimar o valor das coisas pelas quais nos esforçamos para construir? Quais são as forças que influenciam o nosso comportamento?”

Dan Ariely dedica-se a responder a estas questões e a outras para ajudar os indivíduos a viverem vidas mais sensatas – se não racionais. Os seus interesses englobam um vasto conjunto de comportamentos e as suas investigações e estudos experimentais são consistentemente alvo de grande interesse, sendo atrativos e informativos, demonstrando ideias profundas que contrariam o senso comum.

Entre os muitos livros de sucesso escritos está ‘Previsivelmente Irracional’, onde demostra, numa série de experiências inovadoras, como as nossas expectativas, emoções, normas sociais e outras forças invisíveis e aparentemente ilógicas, distorcem a nossa capacidade de raciocínio. Segundo Dan Ariely, não só cometemos erros espantosamente simples todos os dias, como os repetimos constantemente.

Não compreendemos os efeitos profundos que as emoções têm naquilo que desejamos e sobrevalorizamos o que já temos. Estes comportamentos desorientados não são aleatórios nem desprovidos de sentido, mas sistemáticos e previsíveis.

(Comunicado integral em anexo)

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Subscrever