Jovens universitárias da Colômbia e de Espanha vencem Desafio Millennials Sonae – RedEmprendia

Estudantes da Fundación Universitaria Konrad Lorenz, da Universidad Sergio Arboleda (Colômbia) e da Universidad de Cantabria (Espanha) recebem prémio no valor de 3.000 euros
O programa oferece aos universitários a oportunidade de trabalharem em inovação com empresas de referência internacional, fomentando o empreendedorismo e a criatividade
Cerca de uma centena de jovens de 7 países participaram do desafio lançado pela Sonae
 
As estudantes colombianas Lady Beatriz Quevedo Cantor e Claudia Patricia López Pachón, juntamente com a espanhola Lucía Moure Martín, integram a equipa internacional que se sagrou vencedora do desafio de inovação empresarial lançado pela Sonae no âmbito da iniciativa de inovação aberta Desafio Millennials, promovido com a RedEmprendia. As três jovens apresentaram uma proposta para a marca de acessórios e roupa infantil Zippy no mercado latino-americano, que acabou por conquistar o primeiro lugar e os 3.000€ do prémio atribuído.

A iniciativa desenvolvida pela Sonae e pela RedEmprendia pretende incentivar os jovens universitários a iniciarem-se na inovação e no empreendedorismo, procurando soluções para desafios reais colocados.

No entender de Lady Beatriz Quevedo, estudante de Administração de Negócios Internacionais da Fundación Universitaria Konrad Lorenz, participar no Desafio Millennials “foi uma aprendizagem que me permitiu aproximar-me muito mais da realidade do setor”, tanto pelo facto de vir a trabalhar para uma empresa estrangeira como por ter de “sair da minha área de conforto” ao integrar uma equipa com pessoas que não conhecia e de países distintos. “Foi uma experiência grandiosa trabalhar com as minhas colegas”, garante, “conseguimos criar uma grande equipa de trabalho e uma grande amizade”.

Aquilo que “complicou mais as tarefas a realizar” foi a diferença horária, salientou Lucía Moure. Um obstáculo ultrapassado utilizando redes sociais, ferramentas de comunicação online e trabalho colaborativo. Por outro lado, estar em Espanha (mais próximo de Portugal, país de origem da Sonae) tal como na Colômbia (próximo de Chile, país para o qual desenvolveram a proposta) “ajudou-nos na hora de pesquisar dados, perguntar e gerir aspetos que, talvez se fossemos todas do mesmo país, não tivéssemos conseguido obter”, refere a aluna da Universidad de Cantabria.

Claudia Patricia López, aluna da Universidad Sergio Arboleda, afirma: “Eu adorei mesmo, até porque sou uma jovem mãe”, mas, acima de tudo, queria “demonstrar os meus pontos fortes a fazer face aos problemas relacionados com o mercado de trabalho”.

Nuno Lopes Gama, Head of Innovation and Future Tech da Sonae, afirma: “A estratégia de inovação da Sonae assenta numa relação estreita com parceiros de uma rede colaborativa que conta já com mais de 70 instituições e empresas de mais de uma dezena de países. Esta política de inovação aberta contribuiu, no caso do Desafio Millenials, para a partilha de conhecimento entre o mundo académico e empresarial, numa abordagem intercultural e intergeracional que permitiu aos jovens colocar os seus conhecimentos em prática e à Sonae contar com pertinentes recomendações no plano da internacionalização de uma das suas insígnias”.

Nesta primeira edição do Desafio Millennials inscreveram-se cerca de uma centena de estudantes de sete países (Colômbia, Espanha, Portugal, México, Brasil, Argentina e Equador). Os universitários, depois de agrupados em 14 equipas, trabalharam com tutores das empresas durante três meses, beneficiando de uma primeira tomada de contato com o mundo empresarial para completar a sua formação e promover o espírito empreendedor e inovador. 
 
(Comunicado integral em anexo)

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever