PROJETO SONAE//SERRALVES 2016 APRESENTA ARTISTA SUL-COREANA HAEGUE YANG

Museu de Arte Contemporânea de Serralves
22 JUN ? 18 DEZ 2016
 
Para a edição de 2016 do Projeto Sonae//Serralves , o Museu de Arte Contemporânea de Serralves apresenta a obra An Opaque Wind Park in Six Folds [Parque de Vento Opaco em Seis Dobras] , de Haegue Yang (Seul, 1971), artista sul-coreana de grande reconhecimento internacional.
 
No próximo dia 21 de junho, terça-feira, às 17h30 , a Sonae e a Fundação de Serralves convidam a comunicação social a conhecer em primeira mão a obra instalada na Clareira dos Teixos, no Parque de Serralves. Estarão presentes Ângelo Paupério , co-CEO da Sonae, Ana Pinho , Presidente do Conselho de Administração da Fundação de Serralves, a artista Haegue Yang , e Suzanne Cotter , diretora do Museu de Serralves e comissária do Projeto.
 
O Projeto Sonae//Serralves tem como objetivo promover a cultura e aproximar a arte da comunidade. Único do seu género em Portugal, o projeto apresenta pela primeira vez ao público nacional a obra de Yang. Trabalhando em estreita ligação com Serralves e uma equipa de produção local (constituída por um arquiteto, engenheiros, construtores e jardineiros), a artista levou também a cabo uma série de conversas abertas ao público nas Faculdades de Belas-Artes de Porto, Lisboa e Coimbra. Estudantes nacionais de Belas-Artes participam na elaboração da obra em Serralves.
 
A obra expressamente encomendada para o Projeto Sonae//Serralves 2016, Parque de Vento Opaco em Seis Dobras , é composta por cinco torres parcialmente arqueadas de dimensões variáveis construídas em tijolo e relacionadas por uma disposição geométrica de lajes. Ocupando uma área de cerca de 70 metros quadrados na Clareira dos Teixos, localizada numa zona central do Parque entre o Museu e a Casa de Serralves, este ambicioso projeto escultórico convida o observador a caminhar pela paisagem híbrida das suas múltiplas estruturas.
 
Haegue Yang, uma jovem artista com um enorme reconhecimento nos meios da arte contemporânea mundial, nasceu na Coreia do Sul e vive atualmente entre Seul, Berlim e Malmö, na Suécia, onde é professora de Belas Artes. Haegue foi convidada pelo Centre Pompidou de Paris a conceber uma nova instalação de grande escala que será inaugurada no próximo mês de julho. Já expôs os seus trabalhos em alguns dos mais importantes museus do mundo, como o Guggenheim e o Museum of Modern Art de Nova Iorque, a Tate Modern de Londres e o Walker Art Center de Minneapolis. Entre as suas instalações de grandes dimensões contam-se a vasta instalação cinética composta por persianas Approaching: Choreography Engineered in Never-Past Tense , instalada na antiga estação de comboios de Kassel, na Alemanha, para a Documenta 13 em 2012, e ainda An Opaque Wind , a intervenção escultórica para exterior produzida em 2015 para a 12ª Bienal de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos.

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever

Media

Media