SONAE INICIA PROGRAMAS DE ENSINO DO EMPREENDEDORISMO E BRAÇO DIREITO PARA O ANO LECTIVO 2011/2012

O plano de acções para o ano lectivo de 2011/2012 inicia-se hoje com a iniciativa Braço Direito, que pretende ajudar os mais jovens a escolher uma orientação profissional. No último ano lectivo, a Sonae envolveu neste plano de voluntariado cerca de 180 colaboradores em benefício de 2.700 jovens de todo o País.


A Sonae, no âmbito da sua política de Responsabilidade Social para a promoção da educação e do empreendedorismo, reforçou a parceria com a Junior Achivement Portugal para o período 2011-2012. Os colaboradores da Sonae vão acolher alunos e dar formação nas escolas nas áreas do empreendedorismo e das finanças pessoais, prosseguindo o trabalho realizado nos últimos anos.


Durante o ano lectivo de 2010/2011 cerca de 180 colaboradores da Sonae contribuíram para implementação dos programas Braço Direito e outros de ensino do empreendedorismo a cerca de 2.700 alunos de todo o País. No total, o grupo de voluntários da Sonae realizou 1.312 horas de voluntariado em acções da Junior Achievement Portugal, com o objectivo de desenvolver o empreendedorismo, a criatividade e a inovação da próxima geração.


Catarina Oliveira Fernandes, directora de Comunicação, Marca e Responsabilidade Corporativa da Sonae, afirma que “O empreendedorismo e a inovação são temáticas nas quais a Sonae baseia a sua liderança nos negócios e que procura disseminar na Sociedade. Sempre tivemos uma forte preocupação no fomento destes valores, pelo que temos disponibilizado os nossos recursos e a boa vontade dos nossos colaboradores para desenvolver activamente acções junto dos mais jovens. A parceria com a Junior Achivement Portugal veio expandir o nosso foco de acção e alargar o nosso compromisso”.


Sonae recebe 32 alunos na iniciativa Braço Direito


A Sonae acolhe, a partir de hoje, 32 alunos participantes na da iniciativa “Braço Direito”, um projecto em que os alunos acompanham um colaborador em contexto real de trabalho. Esta acção decorre até ao próximo dia 18 de Novembro e envolve 29 colaboradores da Sonae.


No Braço Direito, ao longo de um dia um colaborador partilha experiências e conhecimentos com o aluno que está ao seu lado, tendo contacto e participação nas actividades quotidianas desse voluntário. Poderá colocar questões que gostaria de ver esclarecidas, compreender a aplicação prática das matérias que aprende na escola, conhecer a estrutura organizacional da empresa, a ética de trabalho, etc.


Através desta experiência, os jovens descobrem as exigências e oportunidades ligadas a uma área profissional específica. Numa altura em que se aproxima o momento de serem tomadas decisões quanto à sua orientação vocacional, é essencial este contacto directo dos jovens com o mundo do trabalho. Esta decisão é, em muitos casos, difícil, devido à falta de orientação dos alunos e à visão limitada sobre a realidade do mundo profissional que encontrarão. É no sentido de facilitar e clarificar essa escolha, determinante para uma futura carreira profissional, que a Sonae está activamente empenhada.


Ensino do empreendedorismo avança nas escolas

A Sonae vai marcar presença em escolas de todo o País, através de acções de formação desenvolvidas pelos seus colaboradores nas áreas de empreendedorismo e finanças pessoais. O fomento do empreendedorismo é uma das prioridades da área de Responsabilidade Social da Sonae e que é consubstanciada em vários programas dinamizados com a Junior Achivement Portugal.


O programa “A Família” é destinado a alunos do 1º ano identifica o que é uma família e o seu funcionamento, o que as famílias necessitam e desejam, onde conseguem concretizá-los, e tipos de emprego que os membros da família têm. O programa “A Comunidade”, para alunos do 2º ano, orienta o aluno numa descoberta da comunidade, dos negócios que operam no seio desta, de como o Governo trabalha no sentido de desenvolver serviços para o bem-estar dos seus cidadãos, e como os cidadãos têm uma responsabilidade no bem-estar económico da comunidade.


A acção “Economia para o sucesso”, direccionado para alunos do 9º ano do ensino básico, fornece informação prática sobre finanças pessoais e sobre a importância de identificar objectivos de educação e carreira baseados em interesses, valores e qualidades dos alunos. Já o programa “A Empresa” é uma acção onde os alunos do ensino secundário criam uma Mini-Empresa com a ajuda de um voluntário e do professor. Os alunos reúnem capital através da venda de títulos de participação, criam um produto ou serviço, colocam no mercado e, por último, liquidam a operação e pagam dividendos aos titulares.


A Junior Achivement - “Aprender a Empreender” é uma organização sem fins lucrativos que desenvolve o empreendedorismo, gosto pelo risco, criatividade e inovação da próxima geração. São estes os requisitos obrigatórios para o desenvolvimento de Portugal e para o aumento quantitativo e qualitativo de iniciativas empresariais. Tem como missão, promover o espírito empreendedor junto das crianças e jovens do país e prepará-los para uma economia global, esta missão assenta em valores como o empreendedorismo, responsabilidade e iniciativa.”


No ano lectivo de 2010/2011 26.259 alunos de 434 escolas foram abrangidos por este programa, estes resultados são o reflexo do empenho de todos.


Para mais informações contactar:

Diogo Simão

Director

M 351 93 652 86 39

T 351 21 319 56 43

F. 351 21 315 62 91

ds@ban.pt

Avª João Crisóstomo, 30 - 6º Esq

1050-127 Lisboa

PORTUGAL

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever

Media

Media