Sonae investe 4,6 milhões de euros na automação das operações logísticas de moda e desporto

A Sonae SR foi a grande vencedora do Prémio de Excelência Logística, que reconheceu os méritos do projeto de automação das operações logísticas das suas divisões de moda e desporto. A solução implementada no Centro Logístico da Azambuja envolveu um investimento de 4,6 milhões de euros e permitiu melhorar a eficácia, qualidade e produtividade dos processos logísticos, facilitando o processo de internacionalização da Sonae e o desenvolvimento do negócio na vertente física e online .

Gina Casal, Diretora de Desenvolvimento e Processos Logísticos afirma: "Ao longo dos anos a Sonae tem vindo a apostar no progresso e excelência das suas operações logísticas através do desenvolvimento de projetos e soluções que potenciam o alcance dos elevados níveis de desempenho nos processos e serviços prestados. O projeto de automação agora premiado permitiu preparar a empresa para o crescimento da atividade tanto no canal físico como online , bem como criar vantagens competitivas importantes que facilitam o processo de desenvolvimento e internacionalização das insígnias Sport Zone, MO e Zippy, que hoje estão presentes em mais de 30 países em todo o mundo."

O projeto de automação consistiu no desenvolvimento de uma solução personalizada e diferenciadora, que assegura a capacidade necessária para responder aos desafios colocados pelo negócio tendo em conta uma estratégia omnicanal e de crescimento internacional, com uma gama alargada de artigos e diferentes formatos de negócio.

As mercadorias recebidas são descarregadas num sistema de tapetes automatizados, que tem capacidade para identificar os produtos em função da codificação standard colocada nas caixas, pelos fornecedores. O sistema permite o transporte, a preparação agregada e a distribuição automática dos vários artigos para cada encomenda, direcionando-os para a respetiva caixa que será transportada automaticamente para a zona de expedição e enviada para a loja ou parceiro, em Portugal ou no exterior, bem como para os clientes das lojas online ou multicanal.

O projeto de Automação das Operações Logísticas de Moda e Desporto destaca-se pelo âmbito, diversidade de processos, complexidade, cariz de inovação e resultados atingidos. A solução permitiu um aumento da capacidade de receção com uma redução de 90% do tempo gasto por contentor; uma maior eficiência no aprovisionamento com otimização de recursos decorrente do transporte

automático e da otimização do percurso do aprovisionador; um aumento da capacidade de stockagem; e um reforço da capacidade de preparação com ganhos de eficiência totais de 250%. Na área de expedição foi possível alcançar um incremento de 60% da produtividade e aumentar a fiabilidade com a redução dos erros. No conjunto, o projeto contribuiu para uma melhoria do nível de serviço, agora ainda mais fiável e rápido, e facilitou as tarefas dos colaboradores ao proporcionar maior ergonomia nas várias funções operacionais do entreposto.

O Prémio Excelência Logística (PEL) é uma iniciativa da APLOG e da Logística Moderna e tem como objetivo distinguir, em cada ano civil, projetos na área da logística que pela sua importância e excelência tenham contribuído para promover o conhecimento, ajudando a alcançar elevados níveis de desempenho nos processos ou serviços através da implementação de projetos e/ou soluções que possam ser utilizados como exemplo e estímulo na procura de novos modelos de competitividade.

A Sonae SR, enquanto grande vencedora do prémio, será agora proposta para o Prémio Europeu de Excelência Logística, organizado pela ELA - European Logistics Association.

O projeto de Automação das Operações Logísticas de Moda e Desporto

O projeto de Automação das Operações Logísticas de Moda e Desporto da Sonae SR na Azambuja assenta num sistema de transporte automático de caixas integrado com um sistema de separadores de distribuição automática – seja de caixas ou unidades – que envolve as áreas de receção, aprovisionamento, preparação e expedição.

Ao nível da receção, foi implementada a automatização do processo de receção através de cais telescópicos ligados a tapetes transportadores, os quais encaminham a mercadoria rececionada (caixas) para os pisos de aprovisionamento (mezzanine). Para facilitar o processo, foi desenvolvido um trabalho de envolvimento dos fornecedores na padronização da dimensão das caixas e identificação com standard GS1 (EAN128), fatores diferenciadores na eficiência operacional.

Ao nível do aprovisionamento, a solução efetua o transporte automático para cada um dos pisos/zonas de stockagem no mezzanine, facilitando o circuito de aprovisionamento de caixas e otimizando a ocupação do espaço.

A preparação das encomendas beneficia de uma seleção automática e agregada para todas as lojas, que é facilitada por um sistema de voice picking , que permite a seleção de artigos através de comandos por voz. As caixas preparadas são enviadas para um sorter que distribui automaticamente os artigos, fazendo-os passar por compartimentos específicos que os conduzem a caixas, por loja, o cliente ou o parceiro.

Por fim, a solução efetua o fecho automático das caixas com fita adesiva gomada, realiza a pesagem e cubicagem das caixas, bem como a etiquetagem de acordo com destino. De modo a potenciar sinergias no envio, o sistema efetua ainda automaticamente uma separação por destino.

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Subscrever

Media

Media