SONAE OFERECE ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO A JOVENS EM REGIME DE INSERÇÃO SOCIAL

A Sonae e a Direção-Geral de Reinserção Social do Ministério da Justiça, celebraram um protocolo de cooperação, através do qual jovens em cumprimento de medida de internamento em Centros Educativos terão oportunidade de realizar um estágio de formação nas lojas Continente, Continente Modelo e Continente Bom Dia. Esta iniciativa enquadra-se na política de Responsabilidade Corporativa da Sonae e tem como objetivo promover a educação e facilitar os processos de reinserção social de jovens menores.


Os estágios, com a duração máxima de 6 meses, vão permitir aos jovens o conhecimento do mundo do trabalho na área de "operador de supermercado". A Sonae vai ter um papel importante na orientação e acompanhamento não só operacional, mas também comportamental dos jovens que vierem a estagiar nas lojas. No final do estágio os jovens contarão com uma Declaração com as competências profissionais adquiridas.


José Corte Real, administrador de RH da Sonae, afirma que “a Cooperação e a Responsabilidade Social são dois dos valores da Sonae, pelo que a parceria agora celebrada é um reflexo da identidade da Sonae e da nossa preocupação e envolvimento com a Comunidade. A Educação é um pilar importante da política de Responsabilidade Social, que neste caso contribuirá para o desenvolvimento pessoal e de competências fundamentais para que os jovens consigam regressar ao mundo ativo e completar os seus processos de recuperação.”


A cerimónia de assinatura do Protocolo contou com a presença de responsáveis da Sonae e da Direção-Geral de Reinserção Social, bem como elementos da Comissão de Fiscalização dos Centros Educativos, a qual funciona no âmbito da Assembleia da República.


A parceria agora celebrada entre a Sonae e a Direção-Geral de Reinserção Social vai servir de exemplo para o alargamento desta iniciativa a outras entidades da comunidade.


Sobre a Direção-Geral de Reinserção Social


No âmbito da sua missão, incumbe à Direção-Geral de Reinserção Social assegurar a execução de medidas tutelares educativas, bem como a gestão e segurança dos Centros Educativos onde são executadas as medidas de internamento previstas na Lei Tutelar Educativa. Cabe ainda à DGRS, contribuir para um maior envolvimento da comunidade na administração da justiça tutelar educativa, através da cooperação com outras instituições públicas ou particulares e com cidadãos que prossigam objetivos de prevenção criminal e de reinserção social.


Para mais informações contactar:

Diogo Simão

Director

M 351 93 652 86 39

T 351 21 319 56 43

F. 351 21 315 62 91

ds@ban.pt

Avª João Crisóstomo, 30 - 6º Esq

1050-127 Lisboa

PORTUGAL

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever