SONAE REFORÇA RENTABILIDADE OPERACIONAL

1. PRINCIPAIS DESTAQUES DOS PRIMEIROS NOVE MESES DE 2012:• Aumento da quota de mercado em Portugal nas principais áreas de negócio, com Sonae MC a reforçar a posição de liderança em 0,8pp e Worten em 2,4pp;• Vendas fora de Portugal cresceram 12% na Sonae SR;• EBITDA recorrente consolidado aumenta 4% para 436 M€, com uma margem EBITDA recorrente de 11,1%;• Resultado líquido total ascendeu a 92 M€, com a parte atribuível aos acionistas de 64 M€;• Redução da dívida total líquida em 181 M€, registando o 12º trimestre consecutivo de reduções homólogas;• Necessidades de refinanciamento asseguradas até 2014;• Apoios totais à Comunidade superaram os 6,8 M€, beneficiando 2.527 instituições;• Compras a produtores nacionais representam 80% na área dos perecíveis;• Famílias portuguesas beneficiaram de mais 299 M€ em descontos.A propósito destes resultados, Paulo Azevedo, CEO da Sonae afirma: “É com satisfação que comunicamos os resultados do 3º trimestre de 2012, em que novamente a Sonae conseguiu registar uma performance consistente ao nível das vendas, acompanhada de aumentos da rentabilidade operacional e da geração de cash-flow. Esta evolução foi possível graças à capacidade demonstrada pelo negócio de retalho alimentar para reforçar a sua posição de mercado em Portugal e continuar a implementar melhorias de produtividade. Estes ganhos de eficiência continuaram a possibilitar a entrega de mais valor aos nossos clientes. A Sonae SR continua a mitigar as significativas reduções na procura de categorias mais discricionárias, graças a ganhos de quota obtidos pela Worten e a reduções de custos em todas as suas atividades. É ainda importante destacar a tendência de crescimento da rentabilidade que a Sonaecom conseguiu mais uma vez manter neste trimestre.O anúncio e implementação de novas medidas de austeridade em Portugal e Espanha deverão influenciar negativamente o rendimento disponível das famílias e o nível de consumo privado na Península Ibérica durante o próximo ano. Neste ambiente adverso, é fundamental que continuemos a apresentar a melhor proposta de valor aos consumidores, o que nos deverá permitir continuar a obter performances de vendas acima da média do mercado, e que as nossas equipas continuem a implementação com sucesso dos projetos de melhoria de eficiência e produtividade identificados.Tendo em conta a performance operacional e financeira alcançada nos primeiros nove meses do ano, mantenho toda a confiança no caminho que estamos a seguir para lidar com a contração de mercado na Península Ibérica: reforços de quota de mercado e proteção da rendibilidade nos mercados domésticos e, em simultâneo, procurar crescer nos mercados internacionais, como tem sido conseguido, por exemplo, pela Sonae Sierra no Brasil e pela Zippy em diversos novos mercados.”(Comunicado integral em anexo)Para mais informações contactar:Gonçalo NobreM 351 93 740 51 04T. 351 21 319 56 48F. 351 21 315 62 91gn@ban.ptAvª João Crisóstomo, 30 - 6º Esq1050-127 LisboaPORTUGAL

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever