SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO

1. PRINCIPAIS DESTAQUES DOS PRIMEIROS NOVE MESES DE 2015:
Negócios de retalho prosseguem crescimento
NOS regista forte desempenho operacional
Sonae Sierra capitaliza qualidade dos seus ativos
Volume de negócios cresce 0,8% para €3.639 M
Underlying EBITDA atinge €226 M e EBITDA €292 M com margem de 8%
Resultado direto cresce 10,4% para €102 M
Resultado líquido atribuível a acionistas aumenta de €95 M para €142 M
Investimento nos negócios de retalho aumenta 29,5% para €158 M
Dívida líquida reduzida em €102 M e necessidades de refinanciamento asseguradas
Reforço da atividade internacional atingindo os 69 países [1]
 
Ângelo Paupério, Co-CEO da Sonae, afirma: “No 3º trimestre, a evolução da atividade económica nos nossos principais mercados foi claramente diferenciada, mantendo-se tímida em Portugal, mais sólida em Espanha e sob grande pressão no Brasil.

Neste contexto, também os negócios apresentaram performances diferenciadas, com a Sonae MC a atuar num ambiente de extrema agressividade concorrencial mas a manter bons níveis de rentabilidade e a progredir no reforço da sua proposta de valor, buscando maior reconhecimento de liderança de preços, num esforço que se espera possa produzir resultados já nos próximos trimestres.

No setor da eletrónica, a evolução dos mercados na Ibéria foi de sinal oposto, tendo a contração do mercado em Portugal sido parcialmente compensada por mais um trimestre com crescimento de quota de mercado, ao mesmo tempo que o contributo da operação espanhola melhorou significativamente.

Na área de Sports & Fashion, que sofreu neste período o impacto negativo da coleção Primavera/Verão, têm-se verificado sinais positivos em relação à nova coleção, que apontam para uma evolução favorável, em particular no mercado espanhol.

A Sonae Sierra deu importantes passos na sua estratégia de reciclagem de capital e aumento da exposição ao investimento em novos Centros Comerciais e, apesar de não revelar no trimestre o impacto positivo da valorização dos seus ativos imobiliários, apresenta muito bons resultados fruto das melhorias de caráter operacional.

Nas telecomunicações, continuou o notável desempenho da NOS, que mais uma vez ultrapassou as melhores expectativas do mercado.

De destacar também, no âmbito da gestão ativa do nosso portefólio, a concretização da alienação da GeoStar e a conclusão do projeto do Cartão Universo com uma proposta de valor altamente inovadora, com potencial acrescido de fidelização às marcas Sonae e dos nossos parceiros e com claro valor para os clientes.”
 
2. RETRIBUIR À COMUNIDADE
COMPROMISSO SOCIAL E AMBIENTAL TRADUZIDO NO EQUIPA WORTEN EQUIPA E NO SONAE ART
A Sonae promove uma política de responsabilidade social em áreas como a solidariedade social, saúde e desporto, sensibilização ambiental, cultura, educação e ciência e inovação, procurando contribuir para o desenvolvimento económico e social das comunidades onde desenvolve a sua atividade. Esta missão prosseguiu, por exemplo, na 7ª edição do Equipa Worten Equipa, iniciativa que pretende contribuir para uma maior consciência ambiental, apelando à entrega de velhos equipamentos nas lojas Worten, para encaminhá-los corretamente para reciclagem, bem como desempenhar um importante papel social, atenuando carências efetivas de muitas instituições portuguesas. Este ano, o projeto abrange mais de 200 instituições de solidariedade social, num total de 2.345 novos equipamentos doados. No total, este projeto de responsabilidade ambiental e social da Worten já apoiou diretamente mais de 410 mil utentes, num investimento superior a €1,5 M em novos equipamentos.

A Sonae também reforçou a internacionalização da marca Sonae Art, que agrega todas as iniciativas de responsabilidade social da Sonae relacionadas com o apoio, promoção e incentivo da Arte e Cultura, um eixo central da política de responsabilidade corporativa da Sonae. A Sonae e a Worten apoiaram, pelo segundo ano consecutivo, o concerto da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música em Madrid, numa ação que permitiu dar a conhecer a música sinfónica portuguesa em Espanha e proporcionou aos músicos a oportunidade de atuar num dos mais reputados palcos da capital espanhola.
 
3. ANÁLISE OPERACIONAL E FINANCEIRA
Nos primeiros nove meses do ano, a Sonae reforçou os seus pilares estratégicos, explorando oportunidades de crescimento tanto a nível nacional como internacional. O volume de negócios consolidado alcançou €3.639 M, representando um crescimento de 0,8% quando comparado com os 9M14, beneficiando do desempenho de todos os negócios, à exceção da Sonae RP devido à recente redução de freehold.

No retalho alimentar , o volume de negócios foi de €2.549 M, um aumento de 0,5% quando comparado com os 9M14. A Sonae MC continua focada na expansão criteriosa da sua rede de lojas, em localizações específicas de acordo com estudos de mercado, e especialmente através de lojas de conveniência. Assim, desde o final de 2014, o volume de negócios beneficiou com a abertura de 5 lojas Continente Bom Dia e 1 loja Continente Modelo. De igual modo, temos assistido a uma rápida expansão dos formatos capital light . O número de lojas Meu Super aumentou para 183, crescendo mais de 6.000 m2, um crescimento de 24,7% em termos homólogos. Provando o seu indiscutível sucesso, as lojas Meu Super apresentaram, nos 9M15, um crescimento de vendas de 6,1% no universo comparável de lojas.

A Sonae MC tem vindo progressivamente a implementar um conjunto de ações que visam fortalecer a proposta de valor: fortes iniciativas promocionais, combinadas com um ajustamento rigoroso da comunicação do preço de forma a reforçar a perceção dos consumidores, ao mesmo tempo que efetuou melhorias no portefólio de marcas próprias, produtos frescos e serviços. Surgindo como uma das soluções mais inovadoras de sempre, o cartão de fidelização do Continente continua a proporcionar benefícios reais aos clientes. As vendas através do cartão representaram, nos 9M15, mais de 90% das vendas totais. Não obstante, para além das vantagens do programa de fidelização, a Sonae MC tem igualmente investido na atribuição de descontos diretos. De realçar também que as vendas online mantiveram a sua tendência de crescimento, aumentando 13% entre os 9M14 e os 9M15.

No âmbito da sua estratégia de crescimento e internacionalização, a Sonae MC assinou um acordo de franchising com o Grupo Fathima, um conglomerado que opera em múltiplos setores nos Emirados Árabes Unidos, para entrar na região até 2017 com o formato Continente. Este acordo marca o início de uma nova avenida de crescimento, contribuindo para a internacionalização da Sonae MC através de uma abordagem capital light . A Sonae MC também adquiriu a Makenotes, uma marca portuguesa de papelaria de elevada qualidade e design, reforçando por esta via as lojas note! e Continente com uma nova gama de produtos.

No retalho especializado , o volume de negócios situou-se em €917 M nos 9M15, aumentando 0,4% face ao mesmo período de 2014. A unidade Internacional aumentou o volume de negócios em 7,0%, motivada pelo desempenho positivo das divisões de eletrónica e desporto em Espanha. Durante os 9M15, a Sonae SR continuou a otimizar o seu parque de lojas, em linha com a estratégia omnicanal desenvolvida, capitalizando na complementaridade entre as lojas físicas e online como forma de ir ao encontro das necessidades dos clientes. Em resultado desta estratégia, que permitiu uma otimização dos espaços comerciais, as vendas por metro quadrado continuaram a aumentar em termos homólogos, e verificou-se um crescimento de 58,7% das vendas online consolidadas, impulsionado pelas plataformas de e-commerce de todos os negócios.

A Worten aumentou quota de mercado em 60 pontos base em Portugal e registou, no 3T15, um crescimento de 8,6% das vendas em Espanha numa base comparável, beneficiando das medidas implementadas ao longo dos últimos anos. A Zippy entrou em 4 novos países da América Central através de wholesale : El Salvador, Costa Rica, Nicarágua e Guatemala, com um total de 14 lojas. Através da criação de lojas próprias, lojas franquiadas ou canais de distribuição multimarca, a coleção da Zippy encontra-se atualmente disponível em 40 países diferentes, afirmando-se como um player verdadeiramente internacional. A Sport Zone continuou a expandir a sua presença internacional com a abertura da primeira loja franquiada em França, depois de este ano já ter aberto a primeira loja na Índia.

Na Sonae IM , unidade de Gestão de Investimentos, o volume de negócios ascendeu a €187 M, aumentando 0,5% em relação ao mesmo período de 2014. A WeDo Technologies conquistou 2 novos clientes do setor das telecomunicações no Chile e no Perú no 3T15, continuando deste modo a ampliar a sua base de clientes a nível mundial e gerando 76,9% do seu volume de negócios internacionalmente. A S21Sec continuou a progredir no setor da cibersegurança e, fruto do seu conhecimento e expertise, colaborou com a Europol, NCA, Guardia Civil e o FBI. A Saphety aumentou de forma significativa o volume de negócios e a rentabilidade, ao mesmo tempo que registou uma forte atividade comercial, com a aquisição de novos clientes e alguns contratos relevantes. A Bizdirect aumentou o número de projetos entregues e tem vindo a progredir na sua atuação no mercado Europeu, representando as receitas internacionais mais de 10% do volume de negócios. Já a Movvo obteve recentemente o European Privacy Seal, uma certificação relevante atribuída pela União Europeia, que irá certamente ajudar a empresa a aumentar a penetração internacional. Na área das parcerias, a MDS aumentou o volume de negócios em 3% e reforçou a rentabilidade, e a Maxmat registou uma tendência de evolução positiva no volume de negócios, com uma evolução das vendas de 4% numa base comparável.

Nos centros comerciais , o resultado direto da Sonae Sierra aumentou 17,6%, para €42 M. As vendas dos lojistas na Europa aumentaram 1,5%, para €2.231 M, correspondendo a um aumento das vendas dos lojistas no universo comparável de lojas de 2,6% e reforçando o desempenho positivo alcançado na primeira metade de 2015. A taxa de ocupação global foi de 95,1%, tendo uma evolução neutral quando comparada com os 9M14. Na Europa, a taxa de ocupação média alcançou 96,0%, crescendo 40 pontos base em termos homólogos, refletindo o desempenho da Sonae Sierra na área de gestão de propriedade e, adicionalmente, a melhoria das condições macroeconómicas.

Nas telecomunicações , as receitas operacionais da NOS aumentaram 3,7% para €1.068 M, refletindo o forte desempenho operacional no período. Nos primeiros nove meses de ano, as adições líquidas de RGUs totais alcançaram 647 mil clientes, beneficiando do forte desempenho do 3T15, com 247 mil clientes adicionais.

Em termos consolidados , o underlying EBITDA totalizou €226 M e o EBITDA alcançou €292 M, correspondendo a uma margem EBITDA de 8,0%, tendo o resultado direto crescido 10,4% para €102 M.

O resultado indireto alcançou €44 M, aumentando face aos €5 M registados no período homólogo. Esta melhoria foi maioritariamente suportada pelos movimentos non-cash relacionados com a avaliação dos ativos da Sonae Sierra realizada em junho de 2015, assim como, pelo efeito mark to market da NOS.

Como consequência dos resultados direto e indireto, o resultado líquido atribuível a acionistas totalizou €142 M, valor que compara com €95 M obtidos no 9M14, traduzindo o forte desempenho operacional da NOS e a qualidade dos ativos da Sonae Sierra e da Sonae RP, bem como o esforço do retalho para oferecer a melhor proposta de valor e a aposta na internacionalização crescente dos seus negócios.

A dívida líquida total diminuiu €102 M face ao período homólogo de 2014, para €1.312 M no final dos 9M15, devido unicamente ao menor nível de dívida das unidades de retalho. A contínua redução da dívida líquida é demonstrativa da robustez do balanço da Sonae. Adicionalmente, a empresa mantém-se focada no aumento da maturidade média da sua dívida e na diminuição da taxa de juro média das linhas de crédito utilizadas que é, agora, de 2,3%. A Sonae possui já asseguradas todas as necessidades de refinanciamento previstas para 2016.

O investimento das unidades de retalho da Sonae (Sonae MC, Sonae SR e Sonae RP) aumentou 29,5%, atingindo os 158 M€. A Sonae prosseguiu a aposta na expansão das suas insígnias através da implementação de novos formatos de loja e de uma estratégia omnicanal que conjuga lojas físicas e online, bem como do desenvolvimento da atividade internacional.

(Comunicado integral em anexo)
 

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Contactos

Subscrever