SUMA ensinou a não deitar recursos pelo cano

Dando seguimento a investimentos conjuntos no âmbito da educação ambiental, iniciados em 2004, a Câmara Municipal de Ílhavo e a SUMA concluíram no dia 6 de outubro a implementação da mais recente campanha “Não deite recursos pelo cano!”. Estima-se que, em 5 dias de ação no terreno, a campanha tenha atingido 2000 sujeitos.

Implementada em nos estabelecimentos de educação do 1º ciclo, inscritas no Programa Eco-Escolas, esta campanha chamou a atenção dos interlocutores para os custos ambientais, pessoais e públicos do velho gesto de deitar os óleos de cozinha usados pela canalização.

Estes conteúdos foram transmitidos através de sessões de teatro de fantoches nos estabelecimentos de ensino do 1º ciclo, onde os ciclos da água e dos óleos foram explorados de forma animista junto de 587 crianças e 28 professores e, em contexto passivo, nas Juntas de Freguesia e Centros de Saúde, tendo-se adicionalmente, e cumprindo os propósitos de difusores da mensagem, distribuído entre os sujeitos contactados monofolhas, contendo mensagens de sensibilização para a temática e promovendo a sua propagação para além do momento do contacto.

No presente ciclo de trabalhos, esta foi a primeira campanha, desenvolvida pela SUMA no Município de Ílhavo. Ainda no decorrer deste planeamento está ainda prevista a realização de outras 2 ações de sensibilização ambiental, em parceria com a Autarquia.


Sobre a SUMA:
Com duas décadas de experiência consolidada ao serviço do Ambiente e das populações, a SUMA detém, desde a sua origem, a posição de liderança no setor, e três dezenas de empresas dedicadas a assegurar a excelência na gestão integrada do ciclo de vida dos resíduos. A sua estratégia de crescimento sustentado e de implantação geográfica dentro e fora de Portugal materializa-se num ambicioso projeto de internacionalização, já iniciado nos mercados da Europa Central e África. Reconhecida publicamente como “Empresa de Gestão Exemplar”, a SUMA reinventa-se numa Política de compromisso para a Sustentabilidade, estruturando-se num sólido percurso de investimento em Qualidade Incremental, Formação Profissional, Dignificação do Setor de Atuação, Responsabilidade Social e Educação para a Cidadania.
 
Sobre Educação e Sensibilização Ambiental:
O património detido pela SUMA, ímpar em Portugal nesta área, a nível dos organismos privados ou públicos, traduz-se em mais de quatro centenas de campanhas concebidas e suportadas em cerca de 2500 suportes de sensibilização - com valências informativas, lúdicas e utilitárias -, e desmultiplicadas em mais de um milhar de ações concretizadas no terreno ao longo de uma década, em cerca de 50 municípios nacionais e 2 países lusófonos; Programas de Educação Ambiental, vocacionados para intervenções mais consolidadas e abrangentes; e Unidades Móveis de Sensibilização – LIXOTECA ® , REUTILÂNDIA ® e CIDADÓMETRO ® e ECOSCÓPIO ® , projetos itinerantes de exploração multimédia e sensorial que potenciam a aquisição de competências individuais de Cidadania Ativa e Urbanidade relacionadas com a utilização dos espaços e equipamentos públicos.
Tida como um compromisso de rigor e enquadrada na Política de Qualidade incremental da SUMA, a área de Educação e Sensibilização Ambiental é atualmente objeto de certificação pela APCER, segundo as normas de Qualidade, Ambiente e Segurança.

Tags:

Sobre nós

Atua nas áreas da recolha de resíduos, limpeza urbana, gestão e tratamento de resíduos, análises laboratoriais, educação ambiental. Procura promover a Cidadania Activa e atuar numa perspetiva de mudança, desenvolvimento e Responsabilidade Social.

Subscrever

Media

Media