Conselho dos CEO da Star Alliance aprova adesão da Air India

Na reunião do Conselho Executivo da Star Alliance, realizado ontem, 23 de Junho, em Londres, os CEO da rede de companhias da aliança aprovaram, por unanimidade, a adesão da Air India, abrindo assim o caminho para que a transportadora aérea nacional da Índia se torne na primeira companhia do país a entrar numa aliança global de companhias aéreas.

As equipas de integração da Air India, a Star Alliance e as suas companhias membro concluirão agora os últimos trabalhos necessários para assegurar que a Air India possa oferecer benefícios a todos os clientes da Star Alliance a partir do próximo dia 11 de Julho.

Comentando a decisão, Jeffrey Goth, o COO (chief operations officer) da Star Alliance, disse: “ Recomeçámos o processo de reintegração da Air India em Dezembro do ano passado e apenas meio ano depois estamos prontos para confirmar a data oficial de adesão. Estamos entusiasmados ante a expectativa de dar as boas-vindas aos passageiros da Air India na nossa rede global e de oferecer-lhes os benefícios da nossa aliança. Simultaneamente, estamos satisfeitos por passar a proporcionar aos nossos actuais clientes melhor acesso a uma região na qual se insere o quinto maior mercado doméstico da aviação do mundo”.

Rohit Nandan, Presidente e Director-Geral daquela companhia, afirmou, por seu turno, que “a Air India desenvolveu um exaustivo trabalho para corresponder a todas as expectativas antes da adesão e estamos hoje orgulhosos pela nossa entrada na família da Star Alliance dentro de dias. É efectivamente uma honra e um privilégio sermos a primeira companhia aérea da Índia a integrar a aliança. Estamos muito entusiasmados com a oportunidade de alargar aos nossos passageiros o conjunto de benefícios e privilégios da Star Alliance do dia 11 de Julho em diante.”

No total, a Air India acrescentará 400 voos diários e 35 novos destinos na Índia à rede da aliança. O aumento mais expressivo resulta do seu próprio mercado interno, presentemente servido por 13 companhias da Star Alliance, que voam para 10 destinos no país e detêm 13 por cento de quota de mercado. Com a integração da Air India essa equação muda substancialmente, não só acrescentando o número de aeroportos operados, mas aumentando a quota de mercado da aliança para 30 por cento. A nível global, os passageiros passarão a beneficiar do alargamento das opções disponíveis nas rotas que ligam a América do Norte, a Europa, Ásia e Austrália via o sub-continente Indiano.
No total, a rede da aliança aumenta para 27 companhias aéreas membro, oferecendo mais de 18.500 voos para 1.316 destinos em 194 países do mundo.

No domínio dos programas de passageiro frequente, passam a vigorar, a partir do dia 11 de Julho, os benefícios recíprocos disponibilizados quer aos membros do Programa Flying Returns da Air India quer dos programas das actuais companhias da aliança. Em consequência, os clientes passam a dispor de mais opções para acumular e converter milhas, assim como para upgrade e obtenção do estatuto Star Alliance Gold.

Os clientes com o estatuto Gold da Star Alliance acedem assim a mais de 1.000 lounges em aeroportos ao longo de toda a rede da aliança, podendo fazer check-in em balcões exclusivos, transportar mais bagagem e ter prioridade no embarque e na entrega de bagagem à chegada. Todos estes benefícios serão igualmente oferecidos pela Air India a partir da sua adesão.

Tags:

Sobre nós

Transportadora aérea portuguesa.

Subscrever