TAP INVESTE 11 MILHÕES E MODERNIZA FROTA NAS OFICINAS DE MANUTENÇÃO DE LISBOA

A TAP Portugal é a primeira companhia na Europa e a segunda a nível mundial a introduzir a tecnologia sharklet através da modificação nas oficinas de manutenção de Lisboa de 12 aviões da família A320.
 
Trata-se de um dos investimentos que a companhia nacional já decidiu nas últimas semanas – outro já tornado público foi o da aquisição de 53 novas aeronaves - tendo em vista a melhoria imediata do seu produto por forma a oferecer aos clientes o melhor serviço do mercado.
 
A TAP realiza com este programa um investimento de 11 milhões de euros, com um retorno, aos preços atuais de combustível, em cerca de 2,5 anos. O programa de modificação das 12 aeronaves tem início no próximo dia 7 de Dezembro e terá a sua conclusão no final de 2017.
 
A introdução dos dispositivos sharklets na ponta das asas permite ganhos na aerodinâmica do avião que permitem reduzir o consumo de combustível em cerca de 4 por cento e a extensão da vida operacional do avião em 36 mil horas de voo.
 
Esta modificação representa um grande desafio devido ao seu grau de complexidade, envolvendo a substituição de cerca de 10 mil elementos de ligação por avião, a remoção de 20 por cento da estrutura metálica da asa e sua substituição por novos componentes com maior resistência estrutural.
 
Adicionalmente, a asa sofre no intradorso um reforço estrutural em cerca de 60 por cento da sua extensão, de forma a permitir a introdução da sharklet , com a consequente alteração na distribuição de esforços ao longo da envergadura da asa. Ao nível de sistemas aviónicos, é necessária uma atualização de diversos componentes de forma a contemplar a nova configuração da asa a nível aerodinâmico.
 
Para realizar esta modificação, serão necessários cerca de 20 dias de imobilização da aeronave e 3600 horas-homem de trabalho de diferentes especializações, com especial enfoque em estruturas, mas também em aviónicos e sistemas de avião.
 
De forma a levar a cabo a introdução das sharklets, foi necessária a aquisição de ferramentas e equipamentos desenvolvidos pela Airbus especificamente para esta modificação, tal como a ferramenta de alinhamento geométrico da asa que garante a correta instalação dos novos componentes estruturais.
 
Por outro lado, a TAP realizou igualmente um investimento em ferramentas tecnologicamente mais sofisticadas, tais como equipamentos de remoção de elementos de ligação através de descarga elétrica ( e-drill) que permitem realizar o trabalho de modo mais rápido e com maior qualidade.

A tecnologia sharklet
 
A necessidade de ganhos de eficiência e redução de emissões levou ao anúncio a 15 de Novembro de 2009 da decisão do fabricante de promover o ganho de eficiência das aeronaves  da família A320 com a introdução de alterações à asa da aeronave através da instalação de Sharklets, na sequência de estudos iniciados em 2006 e após campanha de teste e validação de três tipos de soluções.
 
A solução escolhida introduz uma ponta de asa com 2,4 m de altura, permitindo uma redução de emissões anuais de 900 t de CO 2 ligada a um decréscimo de até 4% do consumo de combustível e, ou uma extensão do alcance operacional da aeronave em 100 milhas náuticas, ou o aumento da capacidade de massa transportada de 450 kg, garantindo a extensão do limite de vida das aeronaves em mais 36 000 horas de voo, o que na operação da TAP Portugal se traduz em mais  de 7,9 anos de operação. A conceção da solução Sharklet implicou a contribuição de mais de 200 especialistas oriundos de 5 países e utiliza a mais recente tecnologia de fabrico por deposição de camadas ( Additive Layer Manufacturing ).
 
A primeira descolagem do programa de certificação aconteceu em Novembro de 2011, tendo a entrada em serviço da primeira aeronave com esta melhoria acontecido em Dezembro de 2012 com a entrega de fábrica duma aeronave A320 ao operador AirAsia, progredindo o programa até à entrega em Julho de 2013 à American Airlines, da 100ª aeronave desta família fabricada com estes dispositivos.
 
Noventa por cento das aeronaves da família A320 fabricadas em 2014 e 97% das fabricadas em 2015 foram produzidas com esta melhoria opcional e a mesma solução será parte integrante da especificação padrão da evolução New Engine Option (A320neo), planeada para entrar em serviço no final de 2015.
 
A 29 de Outubro de 2013 foi anunciada a disponibilização de um programa de modificação de aeronaves em serviço com disponibilidade em 2015, elegível para mais de 4000 aeronaves em serviço, cuja certificação foi concedida pela EASA a 15 de Outubro de 2015 e pelo FAA apenas 7 dias depois a 21 de Outubro. Estão já confirmadas encomendas de mais de 330 kits de modificação de aeronaves em serviço e quando a industrialização da manufactura de kits de modificação atingir o expoente máxime permitirá a entrega de 200 kits por ano.
 
A TAP Portugal será o primeiro operador e Centro de Manutenção Europeu a modificar uma aeronave em serviço e o segundo a nível mundial por apenas diferença de algumas semanas.

Link para vídeo da Airbus sobre a tecnologia sharklet: http://videos.airbus.com/video/e18d358cd9as.html

Ref. 81/15

Acerca da TAP Portugal
A TAP Portugal é a companhia aérea Portuguesa líder de mercado, que celebrou 70 anos em 14 de Março deste ano, e é membro da Star Alliance, a maior aliança verdadeiramente global do mundo, desde 2005. A operar desde 1945, a companhia viu o seu processo de privatização concluído em 12 Novembro 2015, com o consórcio Atlantic Gateway a deter agora a maioria do capital. Com Hub em Lisboa, plataforma privilegiada de acesso na Europa, na encruzilhada com África, América do Norte, Central  do Sul, a TAP é líder na operação entre a Europa e o Brasil, e a sua Rede cobre 81 destinos em 34 países a nível mundial. Operando em média cerca de 2.500 voos por semana, a TAP dispõe de uma moderna frota de 61 aviões de fabrico Airbus, mais 16 ao serviço da PGA, sua companhia regional, totalizando 77 aeronaves. Prosseguindo uma orientação prioritariamente direcionada para o Cliente, a TAP investe continuamente em inovação e na utilização das Novas Tecnologias, oferecendo um produto e serviços de elevada qualidade, segurança e fiabilidade. Eleita a Companhia Aérea da Europa  Líder para África e Companhia Aérea da Europa Líder para a América do Sul em 2015 e 2014, pelos WTA, World Travel Awards, foi também eleita Companhia Aérea Líder Mundial para África em 2011 e 2012, pelos WTA,  e detém igualmente o título de Companhia Aérea Líder Mundial para a América do Sul, dos WTA, em 2009, 2010, 2011 e 2012. Eleita pela revista britânica Business Destinations como a Companhia Aérea com melhor Classe Executiva – América do Sul, em 2013, foi também eleita a Melhor Companhia Aérea na Europa em 2011, 2012 e 2013, pela prestigiada revista “Global Traveller” dos EUA, e foi distinguida pela UNESCO e pela International Union of Geological Sciences com o Prémio Planeta Terra IYPE 2010, na categoria Produto Sustentável Mais Inovador. Considerada a Melhor Companhia Aérea pela revista “Condé Nast Traveller em 2010, foi eleita a Melhor Empresa Portuguesa na área do Turismo em 2011 e também a Companhia Aérea com Melhor Reputação em Portugal, pelo Reputation Institute em 2014.

Tags:

Sobre nós

Transportadora aérea portuguesa.

Subscrever