TNSJ apresenta história cenográfica numa viagem ao passado

Um Objeto e Seus Discursos por Semana tem organização da Câmara Municipal do Porto e reflete sobre o património cultural da cidade
 
Concebido como um roteiro para promover encontros entre objetos e lugares da cidade, a segunda edição de Um Objeto e Seus Discursos por Semana vai até ao Teatro Nacional São João (TNSJ) para apresentar o impressivo casaco comprido de D. Afonso IV desenhado por António Lagarto para o espetáculo A Castro , encenado em 2003 por Ricardo Pais. A iniciativa acontece no sábado, dia 21 de novembro, às 18h00, e tem o preço simbólico de um euro.
 
A Castro parte da obra homónima de António Ferreira publicada em 1587 e considerada a primeira tragédia clássica portuguesa. A peça de cinco atos tem por base a vida e a morte de Inês de Castro, por ordem do rei Afonso IV de Portugal, pai do príncipe D. Pedro que se teria apaixonado pela nobre mulher. A sessão vai contar com a presença de Bárbara Coutinho, diretora do MUDE – Museu do Design e da Moda, de António Lagarto, cenógrafo e figurinista, e de Nuno Carinhas, diretor artístico do TNSJ.
 
Após a iniciativa será lançado no TNSJ o catálogo de De Matrix a Bela Adormecida , uma exposição promovida pelo MUDE que reuniu cerca de 250 peças (figurinos, acessórios e adereços) desenhadas por António Lagarto, criador de especial importância na história do TNSJ. Na sessão, vão estar presentes o cenógrafo e figurinista, Bárbara Coutinho, a atriz e encenadora Fernanda Lapa e a jornalista Cristina Peres.
 
Um Objeto e Seus Discursos por Semana é promovido pelo Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto e conta com o apoio de 18 entidades parceiras, entre as quais o TNSJ. A iniciativa, um dos legados de Paulo Cunha e Silva à cidade do Porto, pretende desvendar o património municipal, bem como os mais valiosos tesouros privados numa viagem que quer explorar a cidade e o mundo e desenvolver um diálogo entre culturas.

O Teatro Nacional São João (TNSJ) é, desde 2007, uma Entidade Pública Empresarial, assumindo ainda a responsabilidade da gestão de mais dois espaços culturais da cidade do Porto: Teatro Carlos Alberto e Mosteiro São Bento da Vitória. Em 2014, o TNSJ fechou o ano com mais de 115 mil espectadores, considerando as digressões nacionais e internacionais, e integrou na sua programação global mais de 50 espetáculos. O TNSJ é o único membro português na União dos Teatros da Europa (UTE), organização que congrega alguns dos mais importantes teatros públicos do espaço europeu.

Tags:

Sobre nós

Entidade Pública Empresarial que, no âmbito da sua missão de serviço público, tem como principais objectivos a criação e apresentação de espectáculos de teatro, dos vários géneros, segundo padrões de excelência artística e técnica, e a promoção do contacto regular dos públicos com as obras referenciais, clássicas e contemporâneas, do repertório dramático nacional e universal.

Subscrever

Media

Media