Despesas em viagens de negócios devem crescer 6,5 por cento em 2015

De acordo com o estudo da Travelport, o valor em viagens empresariais deve atingir os 1.25 triliões de dólares em todo o mundo
 
A Travelport – plataforma de comércio de viagens, líder no mercado nacional, que assegura a distribuição de conteúdos, tecnologia, pagamentos e outras soluções ao setor do Turismo – desenvolveu um estudo sobre o crescimento das despesas das viagens empresariais. A pesquisa efetua ainda o paralelismo com o crescimento económico dos diferentes países e com o facto de determinados setores terem impacto direto no segmento empresarial da indústria das viagens e turismo.
 
Em 2014, a economia global cresceu de forma consistente e as despesas em viagens de negócios acompanharam este ritmo, com um crescimento de 6,5 por cento em relação a 2013, atingindo 1.18 triliões de dólares. As expectativas para 2015 são de um incremento também na ordem dos 6,5 por cento, fazendo com que as despesas em viagens de negócios atinjam os 1.25 triliões de dólares. Contudo, tendo em conta o abrandamento da economia na China e a volatilidade dos mercados, as previsões apontam para que o crescimento reduza para 5,8 por cento em 2019.
 
Ásia-Pacífico lidera nas despesas de viagens
Mais de dois terços das despesas em viagens de negócios são efetuadas nos Estados Unidos da América, China e Europa Ocidental. Em 2014, a região que mais recursos despendeu em viagens de negócios foi a Ásia – Pacífico (39 por cento). Dois terços da atividade provêm da China, apesar do abrandamento económico, e do Japão. A Índia começa também a registar um crescimento sustentado, sendo expectável que cresça 9,8 por cento este ano e 11,5 por cento em média nos próximos cinco anos.
 
A segunda região com mais despesas em viagens empresariais é a América do Norte (26 por cento) – sendo que no caso dos Estados Unidos da América 88 por cento das despesas dizem respeito a voos domésticos e devem atingir um crescimento de 4,9 por cento em 2015 –, seguida da Europa Ocidental (23 por cento), com especial enfoque para a Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Espanha e Holanda, mercados que contabilizaram juntos 204 mil milhões de dólares em viagens empresariais no ano passado. As restantes percentagens são divididas pela América Latina, Europa de Leste, Médio Oriente e África.
 
Na América Latina, onde a  taxa de crescimento anual composta  (CAGR) deve crescer 5,6 por cento até 2019, é o Brasil quem mais tem contribuído para o crescimento do segmento empresarial, totalizando 32 mil milhões de dólares em 2014. O segundo maior mercado é o México com 7,4 mil milhões de dólares gastos em 2014 e Colômbia com 4,4 mil milhões de dólares no ano passado. Os dados no Brasil apontam no entanto para um abrandamento, dados os constrangimentos económicos internos e a falta de melhoria significativa nas infra-estruturas. Já o México deverá crescer 9,8 por cento em 2015.
 
No Médio Oriente, o setor da energia é, sem surpresa, uma das indústrias mais proeminentes com impacto direto na indústria de viagens de negócios. A queda nos preços dos combustíveis influenciou o setor do turismo empresarial. Na Arábia Saudita, a despesa em viagens de negócios deve cair 3,4 por cento este ano.
 
Setores económicos que mais influenciam as despesas de viagens
A indústria de utilities é a que mais tem contribuído para as despesas de viagens, num total de 107.3 mil milhões de dólares em 2014. Trata-se de uma tendência que se tem vindo a registar e que deverá manter-se, nomeadamente à medida que as economias emergentes melhoraram as suas utilities básicas. O setor de processamento de bens alimentares e serviços tem um perfil semelhante às utilities e é o segundo segmento na despesa de viagens, num total de 102.7 mil milhões de dólares em 2014. No terceiro lugar, encontra-se o setor do imobiliário, com uma despesa de cerca de 90 mil milhões de dólares.

A Travelport é uma companhia de serviços de dimensão mundial, líder de transações eletrónicas, fornecendo soluções para empresas que operam na indústria global de turismo. Presente em 170 países, e com cerca de 3.500 colaboradores, a multinacional registou, em 2014, receitas de 2,1 mil milhões de dólares. A multinacional engloba duas áreas operacionais principais que, combinadas, formam o Travelport Travel Commerce Marketplace: a Travel Commerce Platform – reservas, merchandising, pagamentos e gestão do fluxo de trabalho – e os Technology Services – soluções tecnológicas oferecidas às companhias aéreas para uso interno e nos canais de comunicação diretos.  A Travelport tem sede em Langley, no Reino Unido. Recentemente, completou a sua oferta pública de aquisição na Bolsa de Valores de Nova Iorque, bem como das suas marcas através da designação TVPT.

Tags:

Sobre nós

Companhia de serviços de transações eletrónicas que fornece soluções para empresas que operam na indústria global de turismo. Integra os sistemas de distribuição global Galileo e Worldspan e a Airline IT Solutions.

Subscrever