Troia Portugal Match Cup 2013

14 a 17 de Novembro – Troia

Semifinais entre skippers portugueses e franceses

Diogo Pereira, Álvaro Marinho, Pierre-Antoine Morvin e Arthur Herreman lutam pelo título

Álvaro Marinho venceu as 3 regatas do dia conquistando o direito de estar na final deixando para segundo plano a tripulação francesa de Arthur Herreman. O vento esteve muito incerto e fraco o que levou a várias alterações de percurso por parte da Comissão de Regatas e dificultou as manobras dos velejadores. Com este resultado Marinho vai discutir durante a tarde o titulo de vencedor do Troia Portugal Match Cup.

“ Acima de tudo o que fizemos nesta regata com condições muito difíceis tivemos que tomar decisões difíceis mas muito acertadas. Tudo funcionou muito bem a bordo, nas pré-largadas conseguimos sempre ser melhores e largar na primeira posição, tudo correu muito bem, estamos mais rodados e por isso o resultado também foi melhor. Agora temos que nos concentrar para a grande final” afirmou Marinho ao chegar a terra.

A manhã do quarto e último dia do “Troia Portugal Match Cup” contou com prestações brilhantes por parte das seis tripulações participantes na fase final da prova. Dois skippers franceses e quatro portugueses comandaram os seus veleiros com toda a perícia, aproveitando o pouco vento que se fez sentir em Troia.

Na reunião de skippers e organização deste domingo, ficaram definidos quais os barcos e tripulações que entrariam primeiro em competição. Pierre-Antoine Morvin, enquanto vencedor do “Round Robin”, pôde escolher o seu adversário para as semifinais, optando pelo português Pedro Rebelo de Andrade que, nesta fase, foi substituído ao leme por Diogo Pereira.

Álvaro Marinho discutiu a segunda semifinal com o francês Arthur Herreman, em que venceu todas as regatas, enquanto que Bernardo Freitas e Afonso Leite discutiram os 5º e 6º lugares da classificação geral deste “Troia Portugal Match Cup”.

Declarações:

Miguel Allen – Diretor Técnico do Troia Portugal Match Cup

“A prova tem corrido bastante bem, temos tripulações muito boas, o que torna a competição ainda melhor. No geral, penso que o “Troia Portugal Match Cup” tem superado as nossas espectativas. Temos quatro equipas portuguesas, duas delas a lutar nas meias finais, penso que isso é um sinal muito positivo para a vela nacional. Temos dois skippers experientes, como o Pedro [Andrade] e o Álvaro [Marinho] que, apesar de não competirem em Match Racing há algum tempo, têm tido ótimas prestações. Depois temos duas tripulações inexperientes, como é o caso do Afonso Leite e do Bernardo Freitas, a começar a dar os primeiros passos nesta disciplina da vela, e, apesar dos resultados não mostrarem, têm feito boas regatas. Tem sido uma boa demonstração da vela portuguesa.”

O “Troia Portugal Match Cup” já pode ser visto por todos através do Livestream da competição: http://www.troiaportugalmatchcup.com/livestream.aspx

Fotografias e vídeos profissionais grátis e disponíveis para download em: http://www.troiaportugalmatchcup.com/galeria/

O “Troia Portugal Match Cup” pretende promover a belíssima região do Alentejo, a sua extensa costa e em particular a Península de Troia, cujas infraestruturas e vasto património natural moldado pelo Rio Sado pelo Oceano Atlântico, a transformam num destino privilegiado para a prática de desportos e realização de grandes eventos náuticos.

O Match Racing

O primeiro Match Racing, cumprido nas Bermudas, em 1937 – “Omega Gold Cup” – teve como vencedor o famoso skipper Cunningham, que conquistou também o título da primeira America’s Cup disputada na classe 12 metros. Esta modalidade transformou o desporto da Vela em desporto espectáculo, criando uma nova dimensão e requerendo tripulações hábeis, não só na manobra dos barcos, como também nas tácticas das embarcações.

O Match Racing é praticado com barcos iguais e uma boa largada significa, muitas vezes, ser vencedor nessa regata. No entanto, com a adopção das chegadas à popa, uma pequena vantagem conquistada pode não ser suficiente para assegurar a vitória.

Estas regatas oferecem um espectáculo competitivo único, ao mais alto nível técnico e de extraordinária beleza aos espectadores que de terra - dada a proximidade a que as embarcações competem – podem acompanhar a competição no local.

Tags:

Sobre nós

Evento anual de Vela.

Subscrever