Como se relacionam diferentes gerações com o imobiliário?

Jay Thompson, antigo Diretor de Industry Outreach da Zillow, foi o cabeça de cartaz de um dia em que se debateu o impacto da demografia, tecnologia, recrutamento e globalização no futuro da mediação imobiliária. Com cerca de 600 participantes de diferentes empresas do setor imobiliário português, a 2ª edição do IMOCIONATE iTEC cumpriu o objetivo de fortalecer o seu posicionamento como o maior evento global da mediação imobiliária em Portugal e tem já garantida uma nova edição para 2019.
Os desafios que as diferentes gerações colocam aos agentes imobiliários foram o foco de Jay Thompson que, com base no Consumer Housing Trends Report da ZIllow, defendeu que as diferenças entre gerações não são muito significativas porque, independentemente da idade, o que os clientes precisam é de serem orientados no negócio. Não obstante, há uma diferença interessante: em vez de comprarem casa, um número significativo de Millennials opta por arrendar, numa proporção que não se regista nas restantes gerações. Mas tirando esse ponto, a diferença fundamental entre gerações é a forma de comunicação: se os Baby Boomers preferem o telefone, a Geração X já prefere os emails e mensagens escritas e os Millennials estão mais focados nas redes sociais.
Adaptar-se a estas diferenças é, portanto, para Jay Thompson, fundamental ao sucesso dos mediadores imobiliários, tendo apontado ainda a confiança, a disponibilidade, o conhecimento do mercado e o respeito pelos seus valores, como as características que os clientes mais valorizam. “Se o cliente for o foco, o resto surge naturalmente”, referiu Jay Thompson.
 
Construir equipas sólidas e marcas icónicas
Um dos pontos altos do IMOCIONATE iTEC foi a sessão com Tiago Forjaz, atualmente Chief Dream Officer da MighT, cujo longo currículo na área do recrutamento inclui empresas como a Jason Associates, a Heidrick & Struggles e a Michael Page. O que esperar do recrutamento no futuro, foi a pergunta a que procurou dar resposta, questionando aquela que se tornou a lógica base dos recrutamentos: encontrar pessoas para determinada função. Com a passagem do trabalho de uma lógica executiva para colaborativa, o objetivo deve ser criar boas equipas, com pessoas que se complementem, e por isso deixou um alerta: “quando se recruta não se pode olhar só para o indivíduo e o seu CV, tem de se ter em conta a qualidade das relações que constrói”.
Também Joah Santos, na última sessão do dia, dedicada à importância da construção de uma marca, questionou alguns dos axiomas das marcas atuais, especialmente a relevância conferida às métricas das redes sociais, como os gostos, que na verdade são muitas vezes reações desprovidas de envolvimento.
Defendendo que aquilo que as pessoas mais valorizam numa marca é a consistência, Joah Santos materializou estas ideias na estratégia POV, que serviu de base à campanha Real Beauty da Dove, apontando

para a necessidade de as marcas terem bem presente o seu Purpose (componente emocional), a sua Ownership (componente funcional) e a sua Vision (componente social), concluindo que “as pessoas não seguem marcas, seguem pontos de vista”.
 
O desenvolvimento da mediação imobiliária como missão
Diversidade foi a palavra de ordem nas 11 sessões que constituíram o programa do IMOCIONATE iTEC, que foram desde a análise das ameaças e oportunidades das proptech com Fernando Erviti, o Diretor da CRS Internacional, a um workshop sobre anúncios no Instagram com Andreia Almeida, da We Love Social, passando por outros temas como o RGPD, abordado pela advogada Cláudia Martins, da Macedo Vitorino & Associados, ou o content marketing, focado por Daniel Pereira, da MindSEO.
Segundo Pedro Megre, Diretor-Geral da UCI, o patrocinador oficial do evento, o IMOCIONATE iTEC é um dos elementos que integram “a aposta no desenvolvimento profissional da mediação imobiliária, que tem sido uma questão identitária para a UCI”, complementando a formação da CRS que a empresa trouxe há 8 anos para Portugal e o acesso dos mediadores imobiliários portugueses à NAR, a maior e mais prestigiada associação profissional do setor, que foi viabilizado este ano na sequência do acordo assinado entre a UCI e a NAR.
Para além do patrocínio oficial da UCI, o IMOCIONATE iTEC contou com o apoio da APEMIP e com o patrocínio da RE/MAX, da ERA, da ComprarCasa, da Imovirtual e do idealista. A KW foi parceiro do evento, que contou ainda com a Vitrine Media e a Amplified Creations como fornecedores. A XIMO foi o Patrocinador Tecnológico do evento e a Refood o parceiro social responsável.
 
 
Sobre a UCI
A UCI é uma instituição financeira especialista na concessão de crédito à habitação através de profissionais do setor imobiliário. Pertencendo a um sólido grupo financeiro que trabalha há mais de 60 anos com o setor imobiliário europeu, a UCI é patrocinador oficial da APEMIP e o parceiro de referência dos profissionais imobiliários, com soluções de crédito inovadoras resultado do profundo conhecimento adquirido com a especialização no crédito habitação.

Tags:

Sobre nós

Em Portugal desde 1999, a UCI é uma instituição financeira especialista na concessão de crédito à habitação através de profissionais do setor imobiliário. A UCI é patrocinador oficial da APEMIP e o parceiro de referência dos profissionais imobiliários, com soluções de crédito inovadoras resultado do profundo conhecimento adquirido com a especialização no crédito habitação.

Subscrever