46 anos depois da Crise Académica, Alberto Martins tem a PALAVRA e vai Guiar uma visita à Universidade de Coimbra

Em nome dos Estudantes de Coimbra, PEÇO A PALAVRA !”
Alberto Martins, 17 de abril de 1969
 
No próximo sábado, dia 18 de abril , Alberto Martins regressa ao “Edifício das Matemáticas” , onde, a 17 de abril de 1969 , na qualidade de Presidente da Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra, pediu a palavra ao Presidente da República , Américo Tomás , gerando a " crise académica de 69 ". Alberto Martins não teve a palavra e foi preso, pouco depois, pela PIDE.
 
46 anos após a revolta estudantil que desafiou o regime, e a poucos dias do aniversário da Revolução de 25 de abril, Alberto Martins vai ser “Guia” da Universidade de Coimbra (UC), partilhando com os visitantes os lugares que marcaram os seus tempos de estudante .
 
Esta visita especial tem início, pelas 11 horas , precisamente na sala do Departamento de Matemática onde a palavra lhe foi negada , Sala 17 de abril , e termina na Prisão Académica , com a inauguração de uma exposição sobre a crise académica de 69, intitulada “Peço a Palavra!”.
 
Alberto Martins é o segundo convidado da iniciativa “ 7 Séculos, 7 Personalidades, 7 Histórias ”, promovida pelo Projeto de Turismo da Universidade de Coimbra.
 
Até ao próximo mês de novembro, personalidades públicas de áreas tão distintas « como a política, as artes, a ciência ou o desporto, atuais ou antigos estudantes, habitantes de Coimbra ou apenas apaixonados por Coimbra, vão ser anfitriões da visita à UC », explicam os responsáveis do Turismo da UC.
 
Trata-se de uma visita intimista, limitada a 30 pessoas, e tem o custo de 15 euros por pessoa. A receita deste conjunto de visitas reverte para o Fundo Solidário, que apoia estudantes carenciados. As reservas devem ser efetuadas para reservas@uc.pt .

Tags:

Sobre nós

Instituição superior de ensino público.

Subscrever

Media

Media