Cinco anos de revolução no tratamento de miomas uterinos pelo ESMYA

Os miomas uterinos eram exclusivamente tratados por cirurgia, sendo mesmo a principal causa de remoção do útero. É estimado que cerca de 300.000 procedimentos cirúrgicos sejam feitos anualmente na União Europeia devido a este tipo de tumor, incluindo aproximadamente 230 000 histerectomias. Um estudo recentemente publicado na revista cientifica European Journal of Obstetrics & Gynecology and Reproductive Biology, sobre a evolução da prática de histerectomias em Portugal, revela que os miomas uterinos foram responsáveis por cerca de 75 mil histerectomias nos hospitais públicos.   O acetato

Acordo entre Gedeon Richter e DM Bio na transferência de tecnologia e licenciamento do biossimilar Trastuzumab

Gedeon Richter Plc. anunciou hoje que assinou a transferência de tecnologia e contrato de licenciamento com a DM Bio ( "DM Bio") para o desenvolvimento e comercialização do anticorpo monoclonal biossimilar, Trastuzumab. Trastuzumab é indicado para o tratamento de certos HER2-positivos em fase inicial e cancro metastático da mama, bem como o cancro gástrico metastático positivo HER2. Segundo o acordo, a Gedeon Richter recebe os direitos de distribuição exclusiva para a Europa, Europa de Leste, países da América Latina. "O desenvolvimento de produtos biossimilares tem sido considerado como

Cada vez mais mulheres conseguem preservar o útero

Primeiro estudo feito em Portugal sobre a realização de histerectomias, da iniciativa da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (SPG), revela que em 15 anos o número de histerectomias em Portugal diminuiu quase 20%.   · Entre 2000 e 2014, 166.177 mulheres foram submetidas a histerectomia em Portugal. · Em 2014 foram realizadas 9.326 histerectomias nos hospitais públicos · Portugal realiza menos histerectomias do que países como a Alemanha ou os Estados Unidos · Regionalmente o estudo aponta a existência de diferenças. Enquanto que no Sul e Centro o número de histerectomias reduziu

Menos 15% de cirurgias invasivas no tratamento de miomas uterinos

Dados apresentados na 184ª reunião da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (SPG) revelam que, na última década, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) registou uma redução de 15% no número de histerectomias no tratamento de miomas uterinos.   Fernanda Águas, Presidente da SPG, justifica o decréscimo do recurso a estas cirurgias no tratamento de miomas uterinos, referindo que “a classe médica tem acompanhado a evolução farmacológica e utilizado, cada vez mais, as diferentes opções de tratamento médico com objetivo de controlar as hemorragias uterinas anormais associadas aos

NOVO MINI ADESIVO CONTRACETIVO CHEGA A PORTUGAL EM NOVEMBRO

Foi hoje anunciado, no Congresso da Sociedade Portuguesa de Contraceção, o lançamento de uma inovação na área da contraceção transdérmica em Portugal – um novo mini adesivo contracetivo – disponível a todas as mulheres em Portugal a partir de Novembro de 2015. Esta nova alternativa, de tecnologia inovadora, vem proporcionar uma evolução na área dos adesivos contracetivos, que esperava há cerca de 10 anos por novas opções nesta área.   O novo mini adesivo distingue-se das restantes contraceções transdérmicas adesivas por ser uma contraceção de baixa dosagem e por ser o primeiro adesivo

Contraceção de Emergência e Contraceção sem estrogénios desmistificadas em formação

· 21 de Julho, Lisboa, Hotel Sana Metropolitan · 23 de Julho, Porto, Hotel AC Porto A multinacional farmacêutica Gedeon Richter promove a formação FAMA II destinada a farmacêuticos e a técnicos, com creditação da Ordem dos Farmacêuticos (OF), sobre Contraceção de Emergência e Contraceção sem estrogénios, nos próximos dias 21 de Julho, em Lisboa, e 23 de Julho, no Porto, pelas 20 horas.   O FAMA II tem por objectivo desmitificar conceitos e clarificar os farmacêuticos e técnicos de farmácia sobre a contraceção de emergência, área com a qual lidam diariamente.   O conteúdo da formação

Comissão Europeia aprova nova indicação para o medicamento Esmya®

A Comissão Europeia aprovou, no passado dia 27 de Maio, uma nova indicação de Esmya® 5mg, para o tratamento intermitente de longo prazo dos Miomas Uterinos sintomáticos.   Esta decisão vem no seguimento da opinião positiva de 23 de Abril de 2015 do Comité Europeu para os Produtos Medicinais para uso Humano (CHMP) da Agencia Europeia do Medicamento (EMA), e que passou a ser aplicável, com efeitos imediatos, a todos Estados membros da Comunidade Europeia.   A indicação inicial de curto prazo atribuída a Esmya® em 2012, para o tratamento pré-operatório dos sintomas moderados a severos

Nova abordagem no tratamento médico e cirúrgico dos miomas uterinos

No dia 8 de Maio decorre, em Lisboa, entre as 14h30 e as 15h30 nas Jornadas da Família “ Cuidados Integrados: da comunidade ao Hospital”, uma conferência sobre a “Nova abordagem no tratamento médico e cirúrgico dos miomas uterinos” que visa a partilha de conhecimento de um novo paradigma no tratamento dos miomas uterinos que já se confirmou ser uma terapêutica eficaz na preparação da doente para a cirurgia e com resultados promissores no sentido de ser possível adiar ou evitar essa mesma cirurgia.   Esta formação a profissionais de saúde é organizada pela Clinica Gerações e conta com o

Ginecologistas aprendem técnicas cirúrgicas inovadoras em ovelhas

Existem, actualmente, técnicas inovadoras na área da cirurgia ginecológica realizadas de forma minimamente invasiva que trazem inúmeras vantagens para a mulher. Estas técnicas exigem grande treino por parte do cirurgião, que não pode ser realizado em humanos – têm de ser treinadas em modelos inanimados, segundo programas de treino específicos e certificados e em modelos animais, como a ovelha, dado que o aparelho reprodutor é aproximado ao da mulher.   Dado que o Hospital CUF Porto é a primeira instituição portuguesa creditada pela Academia Europeia de Cirurgia Ginecológica para o treino

CHMP Europeu manifesta parecer favorável face à utilização intermitente do Esmya® 5 mg no tratamento a longo prazo de Miomas Uterinos

A Gedeon Richter Plc. anuncia que o Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia do Medicamento (EMA) emitiu um parecer favorável para que a utilização intermitente de Esmya®, em comprimidos de 5 mg, no tratamento dos sintomas moderados a graves dos miomas uterinos passe a ser de longo prazo.   A opinião favorável do CHMP será agora enviada para a Comissão Europeia, para que seja aprovada no prazo de dois meses a autorização de comercialização com a nova indicação do Esmya® 5 mg, em todos os países da União Europeia.   A primeira autorização comercial do Esmya® 5 mg