David Vaz venceu a Maratona de BTT de Melgaço - Ukubo e assumui o comando do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço

O minhoto David Vaz, a correr como individual, e Flávia Lopes (Vasconha BTT Vouzela) foram os grandes vencedores, na categoria de elite, da Maratona de BTT de Melgaço - Ukubo, primeira prova pontuável para a Taça de Portugal de Maratonas BTT XCM e a segunda para o Campeonato do Minho BTT XCM - Discover Melgaço.

David Vaz concluiu os 80 quilómetros da corrida masculina com o tempo de 3h47m04s, menos 2m30s do que o adversário mais direto, Renato Ferreira (Vasconha BTT Vouzela). O terceiro, a 6m59s, foi Bruno Sancho (Korpo ActivoBTT/UD Lorvanense).

Com esta vitória em Melgaço, David Vaz assumiu o comando do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, pois já tinha ficado em segundo lugar na primeira prova, o 10.º Raid do Facho BTT.

João Loureiro, SAERTEX Portugal / Edaetech, que na prova de Barcelos foi quinto, concluiu a Maratona de Melgaço na sétima posição e assume o segundo lugar do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, logo seguido por Daniel Ferreira, individual que na primeira prova foi quarto, e hoje terminou a Maratona de Melgaço em 10.

Na prova feminina, Flávia Lopes (Vasconha BTT Vouzela) percorreu os 62,5 quilómetros na frente, deixando Liliana Jesus (BTT Seia) e Ana Antunes (BTT Gardunha/Fundao/Create) nos lugares imediatos.

Ana Vale, Batotas/Ponte de Lima terminou na quinta posição na Maratona e Melgaço e assumiu o comando do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, depois de ter sido segunda em Barcelos.

Tânia Lima e Leandra Gomes, também do Batotas/Ponte de Lima concluíram a prova de hoje na sétima e oitava posição, respetivamente, e completam o pódio do campeonato minhoto.

Em master 30 impuseram-se Michel Machado (Vasconha BTT Vouzela) e Raquel Marques (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde). José Lourenço, SPAC BTT, foi quinto classificado da Taça de Portugal e o primeiro a contar para o Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, acabando por reforçar a liderança, já que na primeira prova tinha vencido em Barcelos.

Já na prova feminina, Ana Campos, SAERTEX Portugal / Edaetech, terminou em quinto lugar a prova da Taça de Portugal e foi primeira a contar para o Campeonato do Minho, assumindo aliás o comando da sua categoria. Mónica Serrano, Bombos S. Sebastião/MonçãoBike/Lusomotor, foi sexta classificada.

Carlos Gomes (BTT Seia) foi o melhor master 35, deixando na segunda posição o minhoto José António Pacheco, SPAC BTT, que assim assume o comando do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, tendo nos lugares imediatos do pódio Agostinho Cunha, ClubeBttFreamunde/Ecoforhouse/Mycarbo, que hoje foi quinto e António Pinto, SPAC BTT, que concluiu de Melgaço em sexto.

Em master 40 subiram ao lugar mais alto do pódio Nuno Inácio (Trilho Perdido Eventos Cycling) e Filomena Paulo (Róódinhas/Santos Silva). João Barbosa e Artur Ferreira foram os primeiros do Campeonato do Minho. Já Virgínia Moreira, SAERTEX Portugal / Edaetech, reforçou o comando do Campeonato do Minho ao concluir a Maratona de Melgaço em quinto lugar, deixando nos lugares imediatos do pódio Helena Teixeira, SPAC BTT, e Flora Carvalho (UCVNF / Centro Ciclista de Avidos-Eugénios/Soniturismo).

António Marques (BTT Seia) ganhou em masters 45, enquanto António Passos (Rompe Trilhos/Ajpcar) foi o mais rápido no Campeonato do Minho ao terminar na terceira posição da prova de hoje, enquanto António Viana (Bombos S. Sebastião/MonçãoBike/Lusomotor) e Tierri Mendes (SAERTEX Portugal/Edaetech) ‘fecharam’ o pódio minhoto.

Carlos Soares (SAERTEX Portugal/Edaetech) mostrou estar em boa forma e ergueu os braços em masters 50, consolidando a liderança no Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço.

Fernando Gonçalves (CTM-Vila Pouca) bateu a concorrência em masters 55 e não só é o primeiro comandante da Taça de Portugal na sua classe, como reforçou o comando do campeonato minhoto. Em masters 60, Benjamin Silva venceu a prova de Melgaço, assumindo o comando do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço.

Gil Pereira (Batotas/Ponte de Lima) ganhou a corrida de paraciclismo classe C, deixando nos lugares imediatos António Costa (BTT Braguinhas/ Padim da Graça) e Rui Machado, o trio que lidera o Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço

Tiago Craveiro foi o único paraciclista de classe D a competir em Melgaço.

A segunda prova da Taça de Portugal de XCM é a Maratona de Mortágua, no dia 14 de abril. Enquanto que a terceira prova pontuável é já a sete de abril com a realização da I Maratona Cidade de Braga.

A 4ª Maratona de Melgaço - Ukubo foi organizado pela Melsport - Melgaço, Desporto e Lazer E.M., em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho e com a Federação Portuguesa de Ciclismo. Tem o alto patrocínio da Ukubo e de diversas entidades, entre as quais o Município de Melgaço.

Melgaço: o destino de natureza mais radical de Portugal

Afirmar Melgaço como ‘O destino de natureza mais radical de Portugal’ é a estratégia que o Município tem vindo a promover desde o início de 2018, no âmbito do Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo, sob a designação ‘Discover Melgaço’. A aposta em diversos eventos, de diferentes modalidades, o incentivo à prática desportiva, a manutenção e melhoria dos diversos espaços, aliadas às ótimas condições de que o concelho dispõe, têm sido prioridades.

Melgaço centra-se numa imagem de natureza ativa, associada à tendência crescente de uma sociedade cada vez mais ativa, mais jovem, com um conceito de luxo associado a isolamento positivo, autenticidade e a ambientes naturais.

“Melgaço é um destino de natureza por excelência. As caraterísticas geográficas e geológicas concedem-nos uma posição de destaque e permite que se pratiquem os desportos de rio e montanha mais exigentes, durante todo o ano. Aqui, vive-se adrenalina, com segurança e de braços dados com a natureza! Estamos situados na Área Protegida mais importante de Portugal, o PNPG – Parque Nacional Peneda Gerês, consagrado pela UNESCO Reserva Mundial da Biosfera”, recorda o Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, realçando que em Melgaço “temos tudo para se viver momentos fantásticos, sejam eles gastronómicos, radicais, em volta da natureza e mesmo da cultura e património. Temos uma deliciosa gastronomia. Um Alvarinho único! E a nossa deslumbrante paisagem concede-nos uma posição de destaque. Não apenas pela sua grandiosidade e pelo facto de constituir um valioso testemunho dos hábitos e culturas das suas gentes, mas também pela sua riqueza ecológica”.

Fotos: http://www.acm.pt/index.php?cat=resultados&id=1406&subcat=fotos

Tags:

Sobre nós

Associação dedicada à promoção e divulgação do ciclismo.

Subscrever