Fina flor do BTT disputa Campeonato Nacional no Centro de Ciclismo do Minho - Guimarães

A fina flor do BTT nacional marca presença este fim-de-semana (20 e 21 de julho) no Centro de Ciclismo do Minho - Souto Santa Maria (Guimarães) para disputar o Campeonato Nacional de BTT Cross Country Olímpico (XCO), prova organizada pela Associação de Ciclismo do Minho e e pela Federação Portuguesa de Ciclismo com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães e da União das Freguesias de Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar.

O Campeonato Nacional de BTT XCO é das provas mais importantes da época desportiva e destina-se a todos os escalões etários competitivos, tendo este ano o aliciante de assinalar um momento histórico pois integra o programa oficial das comemorações dos 120 anos da União Velocipédica Portuguesa / Federação Portuguesa de Ciclismo.

A competição disputa-se no Centro de Ciclismo do Minho – Guimarães (Souto Santa Maria) que integra o primeiro e único circuito permanente de BTT XCO da região norte do País, localizado no Parque Desportivo de Souto Santa Maria, e promete ser animada dado o número e a qualidade de candidatos aos títulos nos vários escalões. A manhã e a tarde de sábado estão reservados para treinos oficiais, enquanto as corridas para atribuição dos títulos nacionais serão disputadas no domingo, entre as 9 e as 16h30.

Em Elites, Ricardo Marinheiro (Brújula Bike Racing Team), atual campeão em título, Mário Costa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde), vice-campeão em 2018 e líder da Taça de Portugal, e David Rosa (individual) são os principais candidatos.

Em Femininos as atenções estão viradas para Joana Monteiro (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde), atleta que venceu nos últimos quatro anos, Raquel Queirós (Quinta das Arcas/Jetclass/ Xarão), atleta sub-23 que lidera a Taça de Portugal e se sagrou recentemente Campeã Nacional de XCM, bem como Daniela Pereira (Saertex Portugal / Edaetech), vice-campeã em 2018 e que já assegurou o título de Campeã Regional do Minho. Em Sub 23 femininos, a vimaranense Marta Branco atrai as principiais atenções com a possibilidade de adicionar ao seu extenso palmarés mais um triunfo.

David Rosa: “Voltar a vestir a camisola de Campeão Nacional”

O atleta olímpico David Rosa parte para o Campeonato Nacional de BTT XCO com a firme disposição de reconquistar o título nacional

“Tenho como objetivo voltar a vestir a camisola de Campeão Nacional, depois de no ano passado não ter podido revalidar o título devido a uma fratura”, começou por afirmar David Rosa adiantando “ter a noção” que “não estou na minha melhor forma, depois de um período muito longo de competição e de demasiadas viagens ao longo do ano”.

Quanto aos adversários, David Rosa apontou Mário Costa como “o principal candidato” considerando que a pista “se enquadra muito bem nas suas características”. “Mas vai ter luta”, garantiu.

Mário Costa: “O objetivo é ser Campeão”

Mário Costa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) partilha o mesmo objetivo de conquista do título nacional: “Não será fácil, há um lote de bons atletas que também aspiram ao título. Penso que este ano há três ou quatro atletas que podem fazer a diferença na luta pelo título e eu espero ser o melhor. Vai ser um campeonato muito equilibrado, mas estou bem preparado e acho que este ano posso chegar ao título nacional”, referiu o atleta do clube de Vila do Conde.

Quanto à pista do Centro de Ciclismo do Minho - Souto Santa Maria (Guimarães) Mário Costa afirmou que “já tive oportunidade de treinar na pista, é um circuito muito rápido, não tem grande dificuldade técnica, é muito simples, e, por isso mesmo, vai ser uma prova muito equilibrada. Penso que o título vai ser decidido por um pormenor… espero estar atento”.

Daniela Pereira a minhota que procura o título

Daniela Pereira, da Saertex Portugal / Edaetech surge incluída no lote das favoritas à vitória final em elites femininas: “A minha ideia é chegar ao título em Guimarães. O ano passado fui segunda e este ano pretendo fazer melhor”, começou por referir a atleta famalicense assegurando que “preparamo-nos sempre da melhor forma para todas as provas, mas a nossa atenção está virada para o Campeonato Nacional. É a prova mais importante”.

Daniela Pereira referiu ainda que “o foco está no Campeonato Nacional e o patamar está tão elevado, há muitas e boas atletas que vão lutar pelos primeiros lugares. Vai ser um campeonato muito disputado. Estou preparada física e psicologicamente para a prova e espero alcançar o meu primeiro título de Campeã Nacional”.

Daniela Pereira, que já assegurou o título de Campeão do Minho de BTT XCO, conhece bem a pista do Centro de Ciclismo do Minho - Souto Santa Maria: “é uma pista que conheço bem. Já lá fiz a prova do Campeonato do Minho e como fica perto de minha casa vou lá treinar muitas vezes. Foi o circuito escolhido para receber o Campeonato Nacional e todas nós vamos lutar com as mesmas armas”.

Joana Monteiro parte à conquista do quinto título

A famalicense Joana Monteiro (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) estará em Souto Santa Maria determinada em conquistar o seu quinto título consecutivo: “O meu objetivo é ganhar o título de Campeã Nacional. Já o ganho há quatro anos seguidos e a minha ideia é ganhar mais um”, explicou a atleta do clube de Vila do Conde adiantando que “estou a fazer tudo o que tenho planeado para conseguir ganhar mais uma camisola de Campeã Nacional”.

“Sei que há muitas candidatas e que os azares podem acontecer, uma avaria, uma quebra, mas, neste momento, encontro-me bem e preparada para disputar mais este título”, não esquecendo que no lote de adversárias a Raquel Queirós, atleta sub-23, é uma forte candidata, tem muito potencial”.

Raquel queirós ambiciona o lugar mais alto do pódio

Raquel Queirós (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão) é outra das candidatas ao título, embora considere que o mais importante “é dar o meu melhor”.

Raquel Queirós, que recentemente conquistou o título nacional de XCM, pretende juntar as duas camisolas: “o meu principal objetivo é dar o meu melhor na prova, claro que ambiciono ganhar, como todos. Vamos ter um campeonato muito disputado, há atletas muito fortes e vão aparecer outras atletas que, não tendo disputado a Taça de Portugal, vão tentar a sua sorte no Campeonato Nacional. Envergar a camisola de Campeão Nacional é um aliciante e é ambicionada por todos”.

“Estou muito motivada. Claro que muita coisa pode acontecer, mas também hipótese de chegar ao primeiro lugar do pódio”, afirmou a atleta de Vila do Conde que considerou o circuito de Souto Santa Maria uma “pista bastante dura”. “Parecendo que não, tem um grau de elevada dificuldade, não é muito técnica, mas é muito rápida e é uma boa pista para disputar o Campeonato Nacional”, garantiu.

Eleito para ser o palco do Campeonato Nacional de BTT Cross Country Olímpico de 2019, o Centro de Ciclismo do Minho foi desenvolvido em parceria pela Associação de Ciclismo do Minho, Câmara Municipal de Guimarães e a União das Freguesias de Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar, em concertação com a Federação Portuguesa de Ciclismo, compreendo trajetos em circuito de diversas dificuldades (fácil, acessível, difícil e muito difícil), procurando-se corresponder às diferentes faixas etárias dos praticantes, características, nível de desenvolvimento técnico e físico e motivações.

Além de ser utilizado por praticantes informais de ciclismo, o Centro de Ciclismo do Minho - Souto Santa Maria (Guimarães) é regularmente escolhido por atletas de competição para a realização de treinos, destacando-se, entre outros de referência, a presença do atleta olímpico David Rosa.

Recorde-se que Pedro Vigário, Selecionador Nacional de BTT que inclui no palmarés a conquista de Campeonatos do Mundo e da Europa de XCM e brilhantes prestações nas provas de XCO nos Jogos Olímpicos, Taças do Mundo e Campeonatos do Mundo, considerou aquando da inauguração do projeto que “o Centro de Ciclismo do Minho reveste-se de importância fundamental, não só sob o ponto de vista de uma infraestrutura de alta qualidade que servirá de apoio à alta competição, mas também pela sua disponibilidade para a população em geral, em especial a comunidade do BTT (cada vez mais alargada) que desta forma, usufruirá de um espaço com todas as condições e valências para a prática do BTT de forma tranquila e segura, sem deixar de ser desafiante e numa envolvência de grande beleza natural”.

PROGRAMA

Sábado, 20 de julho de 2019

10h00: Abertura do secretariado

10h15: Abertura do circuito para treinos

13h00: Encerramento do secretariado

13h00: Encerramento do circuito para treinos

14h30: Abertura do secretariado

14h30: Abertura do circuito para treinos

17h00: Encerramento dos treinos

18h00: Encerramento do secretariado e inscrições

18h15: Reunião com os Diretores Desportivos

Domingo, 21 de julho de 2019

07h00: Abertura do secretariado

08h00: Encerramento da confirmação das inscrições

08h45: Chamada para corrida C1

09h00: Corrida C1 (Cadetes Masculinos e Femininos)

10h00: Chamada para a Corrida C2

10h15: Corrida C2 (Juniores Masculinos e todas as categorias de Femininos excetuando Cadetes)

12h15: Chamada para a corrida C3

12h30: Corrida C3 (Masters Masculinos M30, M40, M50 e paraciclismo)

13h45: Cerimónia protocolar das corridas C1, C2 e C3

14h15: Chamada para a corrida C4

14h30: Corrida C4 (Elites e Sub 23 masculinos e femininos)

16h30: Cerimónia protocolar da corrida C4.

Mais informações: aqui.

Tags:

Sobre nós

Associação dedicada à promoção e divulgação do ciclismo.

Subscrever