ASSOCIAÇÃO SALVADOR DESAFIA ESCOLAS A SENSIBILIZAR PARA UM DOS PRINCIPAIS FATORES DE EXCLUSÃO SOCIAL - AS ACESSIBILIDADES!

‘Queremos que os jovens saiam à rua e façam a diferença!

Quantos mais formos, maior impacto teremos! A mudança depende de todos nós.’

– Salvador Mendes de Almeida, Presidente da Associação Salvador

Com o objetivo de sensibilizar para um dos principais problemas da exclusão social das pessoas com deficiência motora – as acessibilidades – a Associação Salvador assinala, no próximo dia 10 de outubro, o “Dia das Acessibilidades”. Para tal, desafia todas as escolas do país, com alunos entre o 3º e o 12º ano, a participarem num Peddy Paper onde será possível sensibilizar para a urgência da criação de espaços acessíveis. Com esta ação, a Associação Salvador, para além de consciencializar a comunidade escolar para a problemática da falta de acessibilidades, pretende sensibilizar os mais jovens para a inclusão e igualdade de oportunidades, prevenir o bullying e a discriminação das pessoas com deficiência e melhorar as acessibilidades da zona envolvente à escola.

A dinâmica da atividade é simples. O peddy paper realizar-se-á na envolvente de cada escola e cada entidade gerirá de forma independente o horário de realização da mesma. O professor acompanhará os alunos na atividade e terá autonomia total. A Associação Salvador disponibilizará todo o material necessário para a realização da mesma. Os materiais necessários à atividade serão enviados por email, com a explicação de todos os desafios.

Para se poder caminhar para um Portugal mais inclusivo e acessível, é necessário o envolvimento de toda a sociedade. A Associação Salvador acredita no potencial dos jovens enquanto agentes de mudança e desafia, desta forma, todas as escolas a juntarem-se a este movimento. As inscrições na atividade devem ser efetuadas através do email joanag@associacaoosalvador.com, até ao dia 30 de setembro.

A SENSIBILIZAÇÃO DESDE CEDO INCUTE UMA ATITUDE DE RESPEITO PARA COM A DIFERENÇA

Este dia conta também com o lançamento do concurso aos prémios “EMI – Escola mais Inclusiva”, ao qual se podem candidatar todas as escolas interessadas. Os prémios EMI têm como objetivo incentivar os alunos a conhecer o problema da falta de acessibilidades.

A Associação Salvador tem vindo a desenvolver desde 2008 diversas atividades de sensibilização em escolas, já contactámos mais de 17.000 crianças e jovens! As ações que realizamos estão pensadas para jovens do pré-escolar ao ensino secundário e abordam temas como a inclusão, igualdade de oportunidades, prevenção rodoviária e de acidentes.

Tags:

Sobre nós

A Associação Salvador atua na área da deficiência motora e foi fundada por Salvador Mendes de Almeida em 2003. Ao longo do tempo, tem desenvolvido projetos diferentes e ambiciosos que tiveram excelentes resultados e um demonstrado impacto na melhoria da integração e qualidade de vida de inúmeras pessoas com deficiência.

Subscrever

Media

Media