Rota Clandestina: ensaio de nova peça de Pippo Delbono

Setúbal, 9 de junho (DICI) – O artista italiano Pippo Delbono vai preparar a estreia da produção teatral “Amore” com um conjunto de ensaios a realizar no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal, entre os dias 17 de junho e 3 de julho.
 
Os ensaios da nova criação de Pippo Delbono enquadram-se na estratégia da Câmara Municipal de Setúbal de afirmação da marca Cidade da Criação Artística e no programa cultural “Rota Clandestina”, com direção de Renzo Barsotti, que consiste na realização de residências artísticas por parte de companhias e artistas nacionais e estrangeiros em Setúbal.
 
Com este conjunto de ensaios no Fórum Municipal Luísa Todi, o artista italiano dá início à preparação da peça “Amore”, que contará no elenco com atores portugueses, sobre a busca pelo amor que conduz a vida das pessoas.
 
“Quero tentar levar para o teatro algo que comunique esse amor, tendo como ponto de partida uma terra como Portugal, ta~o profundamente caracterizada por um imagina´rio melanco´lico, pungente e elegi´aco”, sublinha Pippo Delbono.
 
Este espetáculo tem como coprodutores associados, além da Câmara Municipal de Setúbal, o São Luiz Teatro Municipal, Pirilampo Artes Lda, e Ministério da Cultura, de Portugal, Fondazione Teatro Metastasio di Prato, de Itália, Teatro Coliseo, Buenos Aires, Instituto Italiano di Cultura di Buenos Aires, ItaliaXXI, da Argentina, The´a^tre de Lie`ge, da Be´lgica, Les 2 Sce`nes – Sce`ne Nationale de Besanc¸on, de Franc¸a, e Ministero della Cultura, de Itália.
Paralelamente, decorre no Cinema Charlot – Auditório Municipal o Ciclo Pippo Delbono, de entrada gratuita, sempre a partir das 20h00, com a exibição de quatro registos em vídeo de peças de teatro criadas pelo artista italiano, com legendas em português.
 
A primeira sessão, no dia 21 de junho, na qual será exibido “Questo Buio Feroce”, produção de 2006, conta com a presença do autor para uma conversa com o público.
 
Seguem-se, a 23, “Dopo la Battaglia”, de 2011, a 28, “Orchidee, de 2013, e no dia 30, “Vangelo”, de 2016.
 
Pippo Delbono é um dos artistas mais apreciados e representados na Europa, com um trabalho caracterizado pela participação de pessoas que vêm de situações sociais de marginalização e que se tornaram membros estáveis do grupo de trabalho, dando vida a uma experiência cénica única.

Tags:

Subscrever