“À Descoberta de Ponta Delgada” convida os mais novos a descobrirem a história e as estórias da cidade

No dia em que a cidade de Ponta Delgada comemora o seu 473.º aniversário e quem se assinala o Dia Internacional do Livro Infantil, foi lançado, com o apoio da Câmara Municipal, o livro infantojuvenil “À Descoberta de Ponta Delgada”.

Da coautoria de Maria João Figueiroa Rego e Luís Anglin, apresenta-se, citando o Presidente do Município, como “um convite para os mais novos descobrirem a história e as estórias da cidade” e, quiçá, “descobrirem vocações”.

“Traz ficção, mas também informação concreta e real que a ajuda a compreender a nossa História e aquilo que somos”, sustentou José Manuel Bolieiro, no auditório da Escola Básica Integrada Roberto Ivens.

Dirigindo-se aos alunos presentes no evento, e através destes ao público infantojuvenil, o edil alertou que os mais novos “têm o dever se ser autores do futuro” e que “conhecer a História ajuda a preparar melhor o futuro de cada um e de todos”.

O Presidente afirmou o gosto pessoal e institucional de estar na cerimónia perante um grupo “atento” e “disciplinado” e numa data especial para Ponta Delgada, que está “a celebrar as pessoas e as várias gerações”.

Bolieiro agradeceu, na pessoa da presidente do Conselho Executivo, o acolhimento a esta iniciativa que coaduna com a convicção do autarca de que “a educação é o mais importante na vida”.  

Acompanhado pela vereadora da Cultura e da Educação, Maria José Duarte, agradeceu aos autores pelo trabalho e pelo espírito de parceria.

O livro convida a um périplo pela cidade, desfrutando do seu vasto património edificado, dos jardins botânicos centenários, mercados, museus, galerias, bibliotecas, casas de espetáculos e palácios, e dando a conhecer açorianos que muito deram ao país e ao mundo e alguns dos vultos nacionais da cultura portuguesa.

Nesta incursão é, também, obrigatório saborear a gastronomia típica, apreciar o artesanato locais e participar nas grandes festividades, como o Senhor Santo Cristo dos Milagres ou as Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada.

Como é dito no livro, “o tempo passa rapidamente nesta bonita cidade da ilha de São Miguel”.

Tags:

Sobre nós

Câmara Municipal Ponta Delgada.

Subscrever

Media

Media