Elementos da comunidade hebraica de Filadélfia recebidos na Câmara de Ponta Delgada

O Presidente da Câmara Manuel de Ponta Delgada recebeu, esta tarde, no Salão Nobre, um grupo de 15 membros da Comunidade Judaica norte-americana de Filadélfia, liderado por Giddeon Gradman.

José Manuel Bolieiro deu as boas-vindas à comitiva que assistiu, no Museu Hebraico Sahar Hassamaim (antiga Sinagoga Portas do Céu), e durante toda a tarde hoje, a vários momentos musicais e literários, numa cerimónia que também incluiu uma homenagem às vítimas do Holocausto.

Fez questão de destacar a importância da obra que a autarquia realizou e que conduziu à abertura do Museu Hebraico, em 2015. A velha Sinagoga está, hoje, em espaço cultural considerado por José Manuel Bolieiro como "de extrema importância, uma vez que permitiu colocar Ponta Delgada no roteiro das cidades mundiais com património hebraico".

José Manuel Boleiro afirmou, ainda, que Ponta Delgada é uma cidade do mundo que prima pela "pluralidade, sabe receber bem e tem as suas portas abertas à comunidade judaica".

Giddeon Gradman aproveitou a ocasião para agradecer toda a colaboração da Câmara no processo de recuperação da antiga Sinagoga Sahar Hassamaim, sem a qual não seria possível exigir, atualmente, em Ponta Delgada o Museu Hebraico.

A Sinagoga Sahar Hassamaim, o mais antigo templo judaico existente em Portugal, está situada em pleno centro histórico da cidade de Ponta Delgada, mas transformado em museu e arquivo documental da memória judaica nos Açores.

Esteve votada ao abandono desde 1970, mas manteve sempre no seu interior grande parte do espólio e objetos usados nas cerimónias religiosas, que foram  recuperados e, agora, se encontram expostos ao público.

Tags:

Sobre nós

Câmara Municipal Ponta Delgada.

Subscrever

Media

Media