Ponta Delgada assinala Dia do Livro Português com arranque de novo projeto na área da Educação

A Câmara Municipal de Ponta Delgada assinalou o Dia do Livro Português, que se comemora hoje, com o início de um projeto na área da Educação.

“Queremos garantir que haja possibilidade de contacto dos alunos com o livro, mas também com o autor”, defendeu José Manuel Bolieiro.

O edil defendeu ser importante valorizar o livro no sentido de despertar a vontade de pesquisa e de conhecimento, sendo o livro uma fonte de conhecimento e não apenas de informação, e de garantir o contacto com o autor, “pessoas como nós”, possibilitando, ainda, a oportunidade de os alunos descobrirem vocações e o gosto pela escrita.

O Município criou uma rede de bibliotecas escolares, onde, só no letivo passado, foram entregues quase dois mil livros. Agora dá mais um passo para aproximar os jovens da leitura e do conhecimento e no despertar de paixões e vocações.

A primeira sessão de proximidade com os “nossos” autores teve lugar esta tarde na Escola Secundária Domingos Rebelo com a apresentação do livro “Ponta Delgada 1967 – Memórias  da Cidade” do escritor, investigador, político e professor Joaquim Machado.

Na ocasião, o Presidente congratulou-se com a relação institucional mantida entre o Município de Ponta Delgada e as escolas do concelho, em benefício da educação.

Dirigiu uma palavra de apreço à presidente da Escola Secundária Domingos Rebelo, Helena Lourenço, e ao autor Joaquim Machado.

O livro apresentado retrata a cidade de Ponta Delgada em 1967, versando aspetos sociais, económicos, culturais e, entre outros, arquitetónicos.

Apresentado na véspera do 473.º aniversário da cidade de Ponta Delgada, integra a Rede Municipal de Bibliotecas Escolares e, sustentou o autarca pontadelgadense, “valoriza o que é nosso, a nossa gente, a nossa terra”, o que se constitui como “uma oportunidade de cada geração conhecer-se melhor, conhecer a sua história e poder criar um bom futuro”.

A próxima sessão está agendada para 23 de abril, na Escola Secundária das Laranjeiras, com a apresentação de “Um Perigoso Leitor de Jornais” de Carlos Tomé.

Tags:

Sobre nós

Câmara Municipal Ponta Delgada.

Subscrever

Media

Media