CANAL HISTÓRIA estreia em exclusivo “CRIMES DA ANTIGUIDADE”

Report this content

Sábados 10, 17, 24 e 31 de julho, às 22h15

A criminalidade sempre acompanhou o Homem desde os primórdios. A história da Humanidade está recheada de relatos de fúria e ódio, ganância e sofrimento, morte e destruição. Nada nos permite aprofundar melhor os abismos negros de uma determinada época do que os homicídios e delitos nela perpetrados.
 
No entanto, muitos crimes do passado continuam por resolver, pois nem os seus autores foram capturados nem foram encontradas provas contra eles.
 
O Canal HISTÓRIA estreia em exclusivo “Crimes na Antiguidade”, aos sábados a partir do dia 10 de julho, pelas 22h15, uma série documental em que descobriremos que o que até há muito pouco tempo era impossível, agora parece ter solução: a ciência pode solucionar crimes cometidos há milhares de anos.
 
Ao longo de cinco episódios, a série reanalisará crimes históricos que ficaram esquecidos e, graças à ciência forense e à arqueologia experimental, talvez seja muito possível resolvê-los de vez.
 
SINOPSES:
Fé e Poder
10 de julho, às 22h15
Este episódio investiga o misterioso assassínio em massa de crianças na Atenas Antiga, o grande incêndio de Roma, e a destruição fanática dos templos egípcios pelo faraó Akhenaton. Com a ajuda da ciência forense atual e da arqueologia experimental, “Crimes da Antiguidade” identifica os perpetradores. Terá sido o crime em Atenas obra de cruéis assassinos de crianças? Terá o imperador Nero estado envolvido no grande incêndio de Roma? E terá a profanação dos santuários egípcios sido apenas manifestação da loucura de Akhenaton?
 
Segredos dos Mortos
10 de julho, às 22h55
Este episódio é sobre uma tenebrosa conspiração contra o faraó Ramsés III, o misterioso múltiplo homicídio de um druida celta cujo cadáver com dois mil anos foi descoberto numa charneca perto de Manchester, e o brutal assassínio de uma família do Neolítico, em Eulau, na Saxónia. Recorrendo a métodos científicos modernos e a experiências arqueológicas, uma equipa internacional de peritos tenta descobrir os perpetradores que outrora escaparam incólumes.
 
Violência Misteriosa
17 de julho, às 22h15
Este episódio investiga um massacre sinistro num castelo fortificado sueco, a brutal execução de um homem de Eisenberg, e a morte misteriosamente prematura de Tutankhamon. Uma equipa internacional de peritos responde às perguntas há séculos por esclarecer... Porque foram assassinados dezenas de habitantes de um castelo fortificado sem que nada fosse roubado? Porque foi o homem de Eisenberg executado de forma tão brutal? Tutankhamon morreu num acidente, de doença, ou terá, afinal, sido assassinado?
 
Casos com Consequências Graves
24 de julho, às 22h15
Este episódio é sobre crimes que alteraram o rumo da História, como a morte na cruz de um pregador judeu, o mais antigo homicídio da História da Humanidade, e a alta traição de Arminius, que conduziu à lendária Batalha de Varus. A ciência forense atual e a arqueologia experimental dão novas respostas a perguntas há muito esquecidas... Terá Jesus realmente morrido na cruz? Quem matou o neandertal Shanidar 3? Como desertou Arminius para as tribos germânicas?
 
Conspiração e Vingança
31 de julho, às 22h15
Este episódio investiga o homicídio da célebre múmia glaciar Ötzi, a conspiração contra o rei macedónio Filipe II, e a tentativa de assassinato do que viria a ser o primeiro imperador da China. A busca pelos perpetradores também fornece algumas respostas... Como foram as últimas horas de Ötzi? Filipe II foi mesmo morto por um assassino solitário? Terá a tentativa de assassinar o futuro imperador chinês acontecido de facto como contam as crónicas reais?
 

Tags:

Subscrever

Media

Media